Menu & Busca
Felipe Neto apoia causa LGBT e vai contra Crivella e TJ-RJ

Felipe Neto apoia causa LGBT e vai contra Crivella e TJ-RJ


Na última quinta-feira (5), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, solicitou que a Bienal do Livro recolhesse o livro Vingadores, a cruzada das crianças por conter uma cena de beijo gay em suas páginas.

CRIVELLA PEDE PARA QUE BIENAL RECOLHA LIVRO DOS VINGADORES QUE CONTÉM BEIJO GAY

A organização da feira Bienal, no entanto, se recusou a retirar os livros do evento. E não estiveram só nesse posicionamento: o youtuber Felipe Neto também comprou essa briga, literalmente, adquirindo 14 mil livros de temática LGBT e distribuindo-os gratuitamente na Bienal do Livro, no dia 7 de Setembro.

Livros LGBT distribuídos por Felipe Neto na Bienal do Livro
Livros LGBT distribuídos por Felipe Neto na Bienal do Livro

VINGADORES: ULTIMATO – SAIBA QUEM É MENINO MISTERIOSO NA CENA FINAL

Justiça tenta censurar livros de temática LGBT

O pedido de Crivella foi considerado homofóbico por internautas, causando revolta nas redes sociais.

O prefeito do Rio de Janeiro alegou que a HQ possuía conteúdo sexual impróprio para crianças, quando se tratava apenas de um beijo entre dois personagens masculinos. Beijos héteros já ocorreram em outras diversas HQ’s infantis e nunca houve pedido de retirada de livros por esse motivo.

VOCÊ TAMBÉM PODE SER GAY, ENTENDA POR QUÊ

Agentes da Secretaria de Ordem Pública realizam vistoria nos estandes da Bienal do Livro, no Rio Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

No dia 7 de Setembro, o atual presidente do TJ- RJ, Claudio de Mello Tavares, derrubou a liminar que impedia o recolhimento dos exemplares de Vingadores, a cruzada das crianças e autorizou o recolhimento de qualquer outro tipo de publicação com conteúdo que aborda o que o prefeito Marcelo Crivella trata como “homotransexualismo” (sic).

BOLSONARO VOLTA A FAZER CAMPANHA SOBRE O ”KIT GAY”

Felipe Neto contra a censura de Crivella em apoio a comunidade LGBT

Após a autorização para o recolhimento dos livros LGBT, que já haviam sido comprados por Felipe Neto e estavam sendo distribuídos de forma gratuita na Bienal, o youtuber fez um apelo para a população buscar os livros e acelerar a distribuição antes que os agentes do Governo viessem retirá-los, impedindo a censura.

Os livros estavam embalados em plástico preto com um aviso de “Esse livro é impróprio”, assim como instruiu Crivella no vídeo publicado em seu Twitter, para que pudessem realizar a distribuição sem problemas. Mas claro, Felipe Neto brincou com os dizeres do prefeito e acrescentou, na embalagem, instruções a quem os livros seriam impróprios: “Pessoas atrasadas, retrógradas e preconceituosas.”

LGBTFOBIA – COLETIVO COLORIDO OPINA SOBRE A ‘CURA GAY’, ‘QUEERMUSEU’ E OUTROS TEMAS

7 de setembro, tinha que ser nesse dia, o nosso dia, o dia do BRASIL! O dia em que mandamos um recado claro para a censura e os opressores: vocês nunca irão calar o amor! …No final, chegaram os carros dos agentes da censura de Crivella e 20 homens armados prontos para recolher todos os livros. Só tinha um problema, TODOS já tinham sido entregues de graça. Hoje, o amor venceu! Hoje, o Brasil venceu! Feliz 7 de setembro. Comemore hoje, a luta continua amanhã.

Disse Felipe Neto em seu Instagram

VALQUÍRIA NÃO SERÁ A ÚNICA PERSONAGEM LGBT+ DO MCU

“Cresci em um ambiente conservador, acreditando que a homossexualidade era algo absolutamente errado”- Contou o youtuber ao UOL, também dizendo que a mudança de opinião se deu depois que ele começou a ler sobre o assunto.

É por isso que eu quero que esse livros sejam lidos. Minha mudança veio graças a um despertar de interesse pela literatura e pela pesquisa, e até por isso é tão importante fomentarmos a literatura para os jovens. O livro liberta

Falou Felipe Neto em entrevista para Universa

MARVEL: VALQUÍRIA, A PRIMEIRA HERÓINA LGBT DO MCU

Bienal do Livro apoia a diversidade

A Bienal é e continuará sendo plural. O maior evento de conteúdo do país não termina neste domingo (8/9). Ele seguirá com cada um que visitou ou trabalhou nesta edição histórica”

destaca Tatiana Zaccaro, diretora da Bienal, em coletiva de imprensa
Cena de beijo gay em Vingadores, a cruzada das crianças, livro vetado por Crivella

Nos últimos dias, a Bienal se tornou um abrigo democrático, onde nos entrincheiramos para lutar – ao lado de 600 mil pessoas que prestigiaram o evento – contra as insistentes tentativas de censura. Se engana quem pensa que o alvo era a Bienal.

O alvo somos todos nós cidadãos brasileiros. Eles querem determinar o que podemos ler, pensar, escrever, falar e como devemos nos relacionar. O brasileiro não precisa de tutor. Precisa de educação para que cada um possa fazer suas escolhas com consciência e liberdade”

Manifesto – assinado por autores, editores e organização da Bienal do Livro

Representando os editores, Mariana Zahar, que também é vice-presidente do SNEL, disse que espera que se crie uma jurisprudência para esse tipo de censura não volte a acontecer:

Isso não foi uma ameaça à Bienal, mas à Constituição. Não haverá ameaças à Bienal se nós nos juntarmos e lutarmos pelos nossos direitos

Afirmou em coletiva

Entenda a hashtag #PaisContraFelipeNeto

O deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) criou ontem a noite(08) a hashtag #PaisContraFelipeNeto, com a pretensão de atacar o youtuber, mas acabou tendo efeito contrário.

Felipe Neto falou sobre a hashtag, alegando que ela está senso impulsionada por BOTS, perfis falsos criados para impulsionar publicações ou campanhas.

A hashtag, que está em primeiro lugar nos trending topics do Twitter há mais de 10 horas, está sendo usada para demonstrar apoio a atitude Felipe Neto contra a política homofóbica dos apoiadores da tentativa de censura de Crivella que ocorreu na última sexta (06).

CAPITÃO AMÉRICA SE REVOLTA CONTRA DESFILE DO ORGULHO HÉTERO

Confira alguns tweets da hashtag:

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas