Por que o pós-carnaval é o melhor momento para encontrar emprego
Menu & Busca
Por que o pós-carnaval é o melhor momento para encontrar emprego

Por que o pós-carnaval é o melhor momento para encontrar emprego

Home > Notícias > Mercado > Por que o pós-carnaval é o melhor momento para encontrar emprego

De acordo com pesquisas, o primeiro trimestre é o melhor quando se trata de encontrar um emprego. Seguindo a ideia de que “o ano só começa depois do carnaval”, agora é o momento ideal para quem deseja começar o ano de trabalho novo.

O pós-carnaval é o melhor momento para encontrar emprego. | Foto: Reprodução.
O pós-carnaval é o melhor momento para encontrar emprego. | Foto: Reprodução.

EMPREGO EM 2020? VEJA PROGRAMAS DE TRAINEE COM INSCRIÇÕES ABERTAS

Um estudo recente feito pela Catho identificou os ramos em que ocorre a abertura de vagas com contratação acima da média anual. No primeiro trimestre, a taxa é a mais elevada. Confira:

1º trimestre

  • Confecção de Calçados: 54%
  • Indústrias Têxteis: 26%
  • Manutenção de Máquinas e Equipamentos Industriais, Comerciais e Residenciais: 24%
  • Confecção de Tecidos e Couros: 23%
  • Educação Física e Esportes: 22%
  • Fabricação de Papel: 20%

    Fonte: Catho.

Aproveite o pós-carnaval para procurar emprego

As empresas costumam abrir vagas no início do ano com a finalidade de atender metas que foram estipuladas no ano anterior. Muitas vezes, o setor de Recursos Humanos recebe muitos currículos em janeiro, mas as contratações são adiadas para o final do primeiro trimestre.

Lucyene Borges, analista de RH, confirma que, no Brasil, a procura por emprego ainda é bem maior após o carnaval. “Muitas empresas deixam para realizar novas contratações no pós-carnaval”. Mas a profissional alerta para que o candidato envie o currículo antes do feriado.

No período de folia, o setor de RH analisa os currículos e as entrevistas com os selecionados ocorrem logo em seguida.

Garante Lucyene Borges, analista de Recursos Humanos.
Dicas para quem está procurando emprego. | Foto: Reprodução.
Dicas para quem está procurando emprego. | Foto: Reprodução.

No entanto, há quem acredite que as vagas surgem independente do período. É o que explica Rodrigo Brandolis, gerente comercial e responsável por contratações por mais de 25 anos.

Independentemente do setor e do período, todas as empresas procuram profissionais de qualidade. O candidato que se propõe a participar de todos os processos seletivos sempre sairá na frente.

Rodrigo Brandolis, gerente comercial por mais de 25 anos.

Quem esperou o carnaval passar para procurar emprego deve saber que algumas atitudes simples podem aumentar as chances de ser contratado, eliminando a concorrência. Veja abaixo 3 dicas úteis:

1 – Capriche no currículo

As empresas recebem muitos currículos, especialmente no início do ano. Para que o seu currículo se destaque dos demais, aposte em uma estética agradável, respeitando as regras de ortografia e gramática.

É claro que cursos complementares e boa formação são elementos fundamentais para a escolha do candidato.

2 – Não minta na entrevista de emprego

Muitos caem na armadilha de mentir ao ser entrevistado. Parece clichê, mas fazer isso é definitivamente um dos maiores erros que o candidato pode cometer.

Falar que fez um curso que não fez, afirmar que é fluente em idiomas em que mal sabe se apresentar e outras mentiras são péssimas decisões na hora da entrevista de emprego. Vale lembrar que “a mentira tem perna curta”.

3 – Participe de todas as fases do processo seletivo

Geralmente, as empresas dividem o processo de seleção em várias fases. São dinâmicas, testes online, entrevistas com o gerente e com o responsável pelo setor, depois mais testes…parece que o processo nunca vai acabar.

Quase sempre, boa parte dos candidatos é eliminado ou desiste no meio do processo de seleção. Para conquistar a vaga dos sonhos é preciso paciência e persistência.

Uma das dificuldades que as empresas encontram nas contrações, por incrível que pareça, é a ausência do candidato na entrevista ou, quando vão, não aceitam participar de todas as fases do processo seletivo.

Afirma Alexsa Brás, profissional que entrevistou candidatos por mais de 10 anos.

PRIMEIRO EMPREGO? COM O QUE TRABALHAR QUANDO NÃO TENHO FORMAÇÃO?

__________________________________________
Por Rafaele Oliveira – Redação Fala!

Tags mais acessadas