Entenda como a falta de sol pode gerar insônia
Menu & Busca
Entenda como a falta de sol pode gerar insônia

Entenda como a falta de sol pode gerar insônia

Home > Lifestyle > Saúde > Entenda como a falta de sol pode gerar insônia

Em períodos de quarentena, fica cada vez mais difícil conseguir tomar aquele solzinho tão gostoso durante o dia. Um ato que parece ser tão simples, na realidade, pode acarretar em diversos problemas na nossa saúde, principalmente no nosso querido sono.

Vamos abordar, agora, como a exposição ao sol influencia no funcionamento de diversos mecanismos do nosso corpo.

relação entre a insônia e a falta de sol
A exposição ao sol influencia no funcionamento do nosso organismo. | Foto: Reprodução.

É de conhecimento popular que o sol é uma das principais fontes de Vitamina D para o ser humano. Ele é responsável por efetivar a absorção do cálcio pelo organismo e por combater uma série de doenças, como obesidade e diabetes.

Bom, com a falta do sol, perde-se também a vitamina D. E aí, o que pode acontecer? Então, a vitamina D está relacionada com vários sistemas dentro do corpo humano e sua falta acaba causando impactos negativos em todos eles.

Por auxiliar na circulação sanguínea, a ausência da vitamina no sangue faz com que ocorra o aumento da pressão arterial, que pode causar graves problemas ao coração.

Além disso, por estar intimamente ligada à absorção de cálcio, a escassez de vitamina D ocasiona quadros de osteoporose nos ossos e problemas na saúde bocal, como gengivite e enfraquecimento dos dentes.

Tal elemento também está relacionado à nossa saúde mental. Estudos relacionam a falta de vitamina D com o desenvolvimento de casos de depressão e crises de esquizofrenia. A depressão sazonal de inverno, muito comum em países de clima frio e temperado, próximo aos polos, é causada pelo desequilíbrio de melatonina no corpo, devido à baixa exposição ao Sol.

Esses são apenas alguns dos efeitos causados pela falta dessa vitamina. Agora, como que ela pode causar também quadros de insônia e perturbar o nosso sono?

Pois esse quadro ocorre porque o sol é um dos maiores responsáveis por controlar o nosso ritmo circadiano, ferramenta que afeta todo o nosso corpo e lidera até a hora que dormimos e o tempo certo para a liberação de certos hormônios. O nosso corpo responde à luz do sol e ela é responsável por dar ignição a vários processos biológicos do nosso corpo.

O sono está entre uma dessas funções que a luz solar ajuda a despertar. De manhã, ela permite que o cérebro saiba que os sistemas de vigília estão ativos e que nós precisamos nos manter acordados. Da mesma forma, quando começa a anoitecer, nosso corpo começa a liberar melatonina, uma substância que nos faz adormecer.

Expor-se ao sol, mesmo que por apenas alguns minutos pela manhã, faz com que o corpo se ajuste ao seu horário e te faça sentir sono na parte da noite, porque faz com que o relógio circadiano funcione adequadamente e regule as liberações de melatonina no corpo.

Existem, é claro, outras maneiras de obter a vitamina D, caso esteja em falta, como se alimentando de leite, fígado e peixe. Mas ela não é o fator de destaque quando se trata do sono. Nesse caso, o que realmente impacta é a luz advinda do Sol e como ela impulsiona o funcionamento do corpo.

Por isso, separe um intervalo na sua manhã ou da sua tarde, sente do lado de fora da sua casa, ou do seu trabalho, e tome um pequeno banho de sol. Se não tiver tempo, até a janela do ônibus, no caminho da faculdade ou do trabalho, possibilita isso!

————————————————
Por Anna Casiraghi – Fala! Cásper

Tags mais acessadas