sexta-feira, 17 maio, 24
HomeEsporteKamaldeen Sulemana: as expectativas no jogador de futebol ganês

Kamaldeen Sulemana: as expectativas no jogador de futebol ganês

A promessa ganesa Kamaldeen Sulemana desembarca na França para o maior desafio de sua carreira

Kamaldeen Sulemana
Kamaldeen Sulemana sendo anunciado pelo Rennes, onde assinou contrato até junho de 2026. | Foto: Reprodução/Espl Daily.

Fundado em 2003, o FC Nordsjælland surgiu da dissolução de um clube chamado Farum BK, localizado ao norte da Dinamarca. Apesar de não ser dominante em seu país (apenas um título da Liga Dinamarquesa em 2012), a equipe é vista como referência na Europa na questão de desenvolvimento de jovens jogadores. Em 1999, o então olheiro do Manchester United, Tom Vernon, fundou a Right to Dream Academy, um projeto que utiliza o futebol e a educação como meio de transformação social de lugares com extrema pobreza em Accra, capital da Gana.

Anos depois, em 2015, Tom virou presidente do FC Nordsjælland e integrou o seu projeto ao clube dinamarquês. Hoje, a Right to Dream Academy já profissionalizou mais de 50 jogadores, mandou mais de 70 para universidades nos Estados Unidos e se tornou o primeiro e único local de desenvolvimento do futebol feminino na África. Até o momento, o principal atleta formado pelo projeto é o meia Mohammed Kudus, comprado pelo Ajax em 2020 por 9 milhões de euros. Um ano depois, mais um jovem vai buscar o seu sonho no futebol europeu: o ponta Kamaldeen Sulemana, de 19 anos de idade.

Início da carreira de Kamaldeen Sulemana e mudança para a Dinamarca

Nascido na cidade de Techiman, no interior de Gana, Kamaldeen integrou a Right to Dream Academy ainda na infância. Ele desenvolveu o seu talento ao longo dos anos, até ser avaliado como pronto para jogar pelo FC Nordsjælland, onde desembarcou em janeiro do ano passado. Sua estreia como profissional aconteceu na 23ª rodada da Liga Dinamarquesa, em uma vitória por 2×1 contra o SönderjyskE. O jovem foi desencantar três meses depois, na penúltima rodada 1ª fase da competição, contra o Silkeborg IF. O ganês ainda marcou gols no Copenhagen e duas vezes no FC Midtjylland, mas que não impediram o seu time a ficar apenas no 6º lugar do torneio.

Na temporada seguinte, com a saída de Mohammed Kudus para o Ajax, Sulemana herdou a camisa 10 do FC Nordsjælland e assumiu de vez o seu lugar como titular da equipe. No total, foram 30 partidas, 10 gols e oito assistências, demonstrando um grande talento com dribles, velocidade e enorme maturidade para um jovem atleta. O seu alto desempenho rendeu olhares de times das grandes ligas europeias, e foi o Rennes que contratou o ganês por 20 milhões de euros, a maior transferência da história da Liga Dinamarquesa.

futebol
O talentoso Kamaldeen Sulemana comemorando um gol vestindo a 10 do FC Nordsjælland. | Foto: Liselotte Sabroe/Ritzau Scanpix.

Seleção Ganesa e suas características

Vestindo as cores de Gana, Kamaldeen foi convocado pela equipe principal em setembro do ano passado, para amistosos contra Mali e Catar. O jovem entrou ao decorrer do 2º tempo nas duas ocasiões, dando os seus primeiros passos em sua carreira pela seleção, que promete ser muito longa.

Sulemana é um ponta que gosta de atuar pelo lado esquerdo do campo, com possibilidades de concluir suas jogadas pelo meio ou pela linha de fundo. Sua explosão e qualidade no drible são características principais do seu jogo, que tem a velocidade e a força física como armas para superar os adversários e marcar os seus gols. Kamaldeen ainda precisa desenvolver alguns fundamentos, como o repertório nas finalizações e o cruzamento, algo que pode ser facilmente melhorado em um talento de 19 anos de idade.

Em sua estreia na Ligue 1 defendendo o Rennes, o ganês já mostrou que valeu cada centavo do investimento do time francês. Aos 14 minutos, após um belo passe do meia Flavien Tait, ele encarou a defesa e bateu bonito cruzado, abrindo o placar contra o Lens, que viria a empatar o jogo mais tarde. Ainda é pouco, mas Kamaldeen Sulemana já demonstrou que o pode ser um grande parceiro para os jovens Eduardo Camavinga e Jérémy Doku e ter muito sucesso na atual liga mais badalada do mundo, depois da chegada de Lionel Messi.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

_________________________
Por Victor Fardin – Fala! PUC-SP

ARTIGOS RECOMENDADOS