Conheça mais sobre Eduardo Camavinga e a nova geração francesa Conheça mais sobre Eduardo Camavinga e a nova geração francesa
Menu & Busca
Conheça mais sobre Eduardo Camavinga e a nova geração francesa

Conheça mais sobre Eduardo Camavinga e a nova geração francesa

Home > Notícias > Esporte > Conheça mais sobre Eduardo Camavinga e a nova geração francesa

Saiba mais sobre as promessas francesas, principalmente o jogador Eduardo Camavinga

Dia 15 de julho de 2018. Com uma vitória tranquila pelo placar de 4×2, a França foi bicampeã do mundo ao derrotar a Croácia no estádio Luzhniki, em Moscou, na Rússia. O título coroou o bom trabalho do técnico Didier Deschamps, que já havia chegado à final da Eurocopa em 2016, porém foi derrotado pela seleção portuguesa em plena Paris.

A Copa do Mundo lançou internacionalmente excelentes jovens jogadores como Kylian Mbappé, Lucas Hernandez e Benjamin Pavard, e provou que a França ainda revela grandes talentos.

Mas quem pensa que a renovação da seleção francesa para com esses nomes está muito enganado. O país europeu é, talvez, o principal revelador de jovens atletas atualmente, tendo jogadores destaques pelos principais times do mundo. Uma promessa que se destaca nesse grupo é o meio-campista Eduardo Camavinga, de apenas 17 anos, que já chama a atenção de gigantes clubes mundialmente famosos.

Eduardo Camavinga

Nascido na pequena cidade de Miconge na província de Cabinda, na Angola, se mudou para a França com apenas 2 anos de idade. Cresceu com seus pais, que são congoleses, e seus 5 irmãos aos arredores da cidade de Rennes, e começou a atuar no pequeno time chamado AGL Drapeau-Fougères desde dos 7 anos. Quando ainda era muito jovem, a casa de sua família pegou fogo e eles perderam todos os seus pertences, o que deixou Camavinga ainda mais determinado a vencer.

Eduardo Camavinga
Eduardo Camavinga ainda criança atuando nas categorias de base. | Foto: Le Parisien.

Eduardo se destacou no pequeno clube e logo se juntou às categorias de base do Stade Rennais, com 11 anos de idade. Desenvolveu-se bastante atuando pela equipe francesa e se juntou ao time B do clube em 2018, para disputar a quarta divisão da França.

No fim daquela temporada, subiu para o elenco principal e estreou profissionalmente aos 16 anos contra o Angers, em um empate por 3×3 na Ligue 1, tornando-se o atleta mais jovem a atuar pelo clube na história. Seu primeiro gol saiu apenas 8 meses depois, em uma vitória por 1×0 contra o Lyon, onde, aos 44 minutos do 2º tempo, a promessa francesa fez uma linda jogada e colocou a bola no canto do goleiro português Anthony Lopes.

Na temporada 2019–2020, Camavinga logo assumiu a titularidade na posição de volante da equipe por conta de todo o seu talento e rápido desenvolvimento. No mês de agosto, ele teve atuações bastante consistentes, inclusive com uma assistência contra o Paris Saint-Germain em um belo cruzamento para o ponta Romain Del Castillo, e foi eleito o melhor jogador da Ligue 1 naquele período.

No restante da temporada, Eduardo ainda deu mais uma assistência na goleada por 5×0 contra o Montpellier na última rodada da liga francesa, antes do encerramento por conta da Covid-19. Mesmo atuando em um número menor de jogos, o 1º ano como profissional de Camavinga despertou interesse de gigantes clubes europeus como Real Madrid, Bayern de Munique e Manchester United.

Pela seleção francesa, o talentoso jogador foi convocado para a equipe sub-21, após o volante Matteo Guendouzi ter subido para o time principal, e poucos dias depois de ter conseguido a cidadania francesa. O jovem atuou em um amistoso contra a seleção da Geórgia durante 90 minutos, que terminou com o placar de 3×2 para os franceses em novembro de 2019. Porém, o melhor ainda estava por vir. Hoje, dia 27 de agosto, Camavinga foi convocado para a seleção principal da França para disputar duas partidas pela Liga das Nações contra Croácia e Suécia.

futebol europeu
Eduardo Camavinga nos treinos pela seleção da França. | Foto: Franck Fife/AFP via Getty Images.

Principais características

Camavinga é um volante canhoto de muita explosão e intensidade. O jovem possui uma excelente marcação, bons dribles curtos e muita agilidade. Se trabalhar mais sua perna direita e começar a aparecer mais vezes na área adversária para concluir as jogadas, seu potencial poderá ser ainda maior.

Na temporada 2020-2021 do Campeonato Francês, que se iniciou na última sexta-feira (21), Eduardo entrou no 2º tempo, agora vestindo camisa de número 10 do Rennes, e deu uma assistência ao zagueiro Damien Da Silva empatar a partida em 1×1.

Agora, com os holofotes virados para o jovem, principalmente após a convocação pela seleção principal da França, Camavinga terá que provar que suporta o peso de ser uma das maiores joias do seu país e consegue continuar o seu desenvolvimento. A expectativa é que, em breve, o jovem talento saia da França e apresente o seu grande futebol nos gramados dos maiores clubes do mundo, mesmo sem ter 18 anos de idade.

________________________________
Por Victor Franco – Fala! PUC

Tags mais acessadas