Brasil confirma primeira morte por coronavírus em São Paulo
Menu & Busca
Brasil confirma primeira morte por coronavírus em São Paulo

Brasil confirma primeira morte por coronavírus em São Paulo

Home > Lifestyle > Saúde > Brasil confirma primeira morte por coronavírus em São Paulo

O Governo do Estado de São Paulo confirmou hoje (17) a primeira morte no Brasil ocasionada pelo vírus Covid-19. O novo coronavírus atingiu proporção global e foi declarado uma pandemia pela OMS (Organização Mundial da Saúde)

1ª morte causada pelo Covid-19 no Brasil
1ª morte causada pelo Covid-19 no Brasil.

CORONAVÍRUS: ÁLCOOL GEL CASEIRO FUNCIONA? SAIBA COMO FAZER

Coronavírus: 1ª morte confirmada no Brasil

Diversos países já entraram em situação de emergência como China, Itália e os Estados Unidos. Em São Paulo, o prefeito Bruno Covas também decretou um estado de emergência.

Assim, faculdades, escolas, cursos técnicos já suspenderam as aulas. Empresas estão optando por home office e diversos eventos como o Lollapalooza e o Fashion Week foram adiados. Além dessas medidas, o rodízio de veículos também foi suspenso.

A primeira primeira morte em decorrência do novo coronavírus no Brasil, trata-se de um homem de 62 anos, que residia em São Paulo, capital. O nome da vítima não foi revelado. Detalhes sobre o caso serão revelados pela Secretária do Estado de Saúde de São Paulo em uma coletiva que ocorrerá hoje (17), às 13h.

CORONAVÍRUS: FERRAMENTA MOSTRA O AVANÇO DA DOENÇA EM TEMPO REAL

Em entrevista à CBN, o prefeito de São Paulo lamentou a morte, fazendo um apelo para alertar a população da gravidade da situação.

Isso mostra a gravidade da pandemia, que não é uma marolinha como muitos querem fazer crer.

Disse o prefeito à CBN

IMPRENSA AMERICANA DIZ QUE BOLSONARO ESTÁ COM CORONAVÍRUS

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil registra 234 casos positivos de coronavírus distribuídos em 16 estados diferentes, sendo que 152 deles se encontram em São Paulo, capital. Apesar do alto contágio, o coronavírus apresenta letalidade de apenas 3,2%.

Tags mais acessadas