Tênis: Luisa Stefani brilha e conquista o WTA 1000 de Montreal
Menu & Busca
Tênis: Luisa Stefani brilha e conquista o WTA 1000 de Montreal

Tênis: Luisa Stefani brilha e conquista o WTA 1000 de Montreal

Home > Notícias > Esporte > Tênis: Luisa Stefani brilha e conquista o WTA 1000 de Montreal

Em 15 dias, a paulistana Luisa Stefani foi ao pódio em três competições e subiu no ranking mundial

Luisa Stefani
Luisa Stefani e sua parceira, a canadense Gabriela Dabrowski, comemorando o título do WTA 1000 de Montreal. | Foto: Reprodução/Sport Buzz.

Nesse último final de semana, mais um marco da história do tênis brasileiro foi escrito. Luisa Stefani, ao lado da canadense Gabriela Dabrowski, conquistou o torneio de duplas do WTA 1000 de Montreal, contra a eslovena Andreja Klepač e a croata Darija Jurak por 2×0. Esse foi o terceiro pódio de Luisa em pouquíssimo tempo, após o bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio e o vice-campeonato no WTA 500 de San Jose, nos Estados Unidos.

Caminho até o título

O primeiro confronto da dupla foi contra a alemã Julia Wachaczyk e a checa Renata Voráčová, na fase de 32 avos de final. Em um jogo difícil, Luisa e Gabriel venceram por 2×1 com as parciais 6–4, 4–6 e 10–4. Depois, elas enfrentaram a norte-americana Emina Bektas e a inglesa Tara Moore e saíram vitoriosas por 2×0 (7×5 e 6×2).

Nas quartas de final, uma disputa dura estava por vir. As adversárias eram a bielorrussa Aryna Sabalenka, atual 3ª colocada no ranking mundial de simples e 4ª no de duplas, e a belga Elise Mertens, líder disparada no ranking mundial de duplas e que possui três títulos de Grand Slams na carreira. Porém, o que se viu foi uma atuação excelente de Luisa e Gabriela, que venceram a partida por 2×0 (6–2 e 6–2), em um jogo que durou menos de uma hora.

Na fase seguinte, mais uma vitória tranquila de 2×0 (6–2 e 6–3), agora contra a cazaque Elena Rybakina e a russa Veronika Kudermetova (uma das integrantes da dupla que perdeu o bronze para o Brasil em Tóquio). Além da disputa pelo título da competição, a final ficou marcada por uma chance de Luisa Stefani e Gabriela Dabrowski se vingarem da eslovena Andreja Klepač e da croata Darija Jurak, já que foram elas que venceram o WTA 500 de San Jose há poucos dias. E foi exatamente isso que aconteceu. Luisa e Gabriela venceram a decisão por 2×0, com as parciais de 6–3 e 6–4 e conquistaram o WTA 1000 de Montreal.

A carreira de Luisa Stefani

tênis
Luisa Stefani jogando em uma competição. | Foto: Reprodução/Esportelândia.

Luisa Stefani estreou no Circuito Internacional da WTA em 2015, na Copa Brasil de Tênis. Nessa época, aos 18 anos, ela estudava na Universidade de Pepperdine, localizada em Malibu, nos Estados Unidos, onde chegou a alcançar o 2º lugar no ranking universitário do país. Depois, até 2019, Luisa disputou diversos torneios organizados pela ITF, uma espécie de segundo escalão do cenário mundial. No total, ela venceu 14 competições, todos já jogando como duplas.

Sua estreia em um Grand Slam aconteceu no Roland Garros de 2019, jogando com a australiana Astra Sharma. Depois, ela começou uma grande parceria com a americana Hayley Carter. No total, elas disputaram sete finais de torneios da WTA, vencendo dois deles. Agora, Luisa joga ao lado da canadense Gabriela Dabrowski, já mostrando muito sucesso com o título da WTA 1000 de Montreal.

Atualmente, Luisa Stefani está no 22º lugar no ranking mundial de duplas (com a expectativa de subir para o 19º lugar na próxima atualização), o que coloca ela como a mulher brasileira mais bem ranqueada na história do tênis, mesmo só tendo apenas 24 anos de idade.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

_______________________
Por Victor Fardin – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas