Olimpíadas 2021: Conheça as modalidades que o Brasil irá participar
Menu & Busca
Olimpíadas 2021: Conheça as modalidades que o Brasil irá participar

Olimpíadas 2021: Conheça as modalidades que o Brasil irá participar

Home > Notícias > Esporte > Olimpíadas 2021: Conheça as modalidades que o Brasil irá participar

As Olimpíadas 2021 estão prestes a acontecer e o Brasil é um dos países que disputará algumas modalidades. O País, no entanto, não irá participar de todos os Jogos Olímpicos, mas é um dos países com o maior número de competidores em Tóquio.

As Olimpíadas 2021 possuem 46 modalidades esportivas e o Brasil está participando de algumas delas.
As Olimpíadas 2021 possuem 46 modalidades esportivas e o Brasil está participando de algumas delas. | Foto: Reprodução.

Disso isso, conheça todas as modalidades em que o Brasil irá participar nas Olimpíadas de 2021 e seus representantes.

Quais modalidades o Brasil vai participar das Olimpíadas 2021?

As Olimpíadas 2021 em Tóquio estão prestes a começar oficialmente e o Brasil irá participar de 34 das 46 modalidades dos jogos. O País conta com 302 atletas que competirão por medalhas e uma oportunidade de mostrar ao mundo a qualidade do nosso esporte.

A abertura dos Jogos Olímpicos acontecerá na sexta-feira (23), mas até lá, algumas modalidades já terão sido disputadas. Sob olhar dos mascotes das Olimpíadas 2021 e do povo japonês, o Brasil entrará em campo pela primeira vez nos dias 21 e 22 de julho, com a seleção de futebol masculino e feminino.

Atletismo

Uma das modalidades que o Brasil irá participar nos Jogos Olímpicos de Tóquio foi o Atletismo. Esse esporte possui inúmeras vertentes e o País tem um representante em cada uma das modalidades, contando com homens e mulheres para nos representarem.

Entre as competições do Atletismo estão os 100m rasos, salto com vara, arremesso de peso e salto triplo. Os representantes dessa modalidades são:

100m rasos

  • Paulo André Camilo de Oliveira
  • Felipe Bardi
  • Rodrigo do Nascimento
  • Rosângela Santos

100m com barreiras

  • Ketiley Batista

110m com barreiras

  • Gabriel Constantino
  • Eduardo de Deus
  • Rafael Pereira

200m rasos

  • Aldemir Gomes Junior
  • Jorge Vides
  • Lucas Vilar
  • Ana Carolina Azevedo
  • Vitória Rosa

400m com barreiras

  • Alison Brendom dos Santos
  • Marcio Telles
  • Lucas Carvalho
  • Chayenne da Silva
  • Tiffani Marinho

800m

  • Thiago André

3000m com obstáculos

  • Altobeli da Silva
  • Tatiane Raquel
  • Simone Ferraz

4x100m rasos

  • Paulo André Camilo de Oliveira
  • Felipe Bardi
  • Derick de Souza
  • Rodrigo do Nascimento
  • Jorge Vides
  • Rosângela Santos
  • Ana Carolina Azevedo
  • Ana Claudia Lemos
  • Bruna Farias

4x400m misto

  • Pedro Burmann de Oliveira
  • Anderson Henriques 
  • Tiffani Marinho
  • Tabata Vitorino

20km marcha atlética

  • Caio Bonfim
  • Matheus Gabriel de Liz Correia
  • Lucas Mazzo
  • Érica Rocha de Sena

Maratona

  • Daniel Chaves
  • Paulo Roberto de Almeida Paula
  • Daniel Nascimento

Salto com vara

  • Thiago Braz
  • Augusto Dutra

Salto triplo

  • Alexsandro Melo
  • Almir Cunha dos Santos
  • Mateus Sá
  • Núbia Soares

Salto em distância

  • Samory Uiki
  • Eliane Martins 

 Salto em altura

  • Fernando Ferreira
  • Thiago Moura

Arremesso de peso

  • Darlan Romani
  • Geisa Arcanjo

Lançamento de disco

  • Andresa Oliveira de Moraes
  • Izabela da Silva 

Lançamento de dardo

  • Laila Ferreira
  • Jucilene de Lima

Decatlo

  • Felipe dos Santos

Badminton

O badminton é um dos esportes praticados nas Olimpíadas e em 2021 ele estará presente. O Brasil tem dois representantes nesse jogo, Ygor Coelho e Fabiana Silva. Coelho está participando dos Jogos Olímpicos pela segunda vez, enquanto Silva terá sua grande estreia.

Além do Brasil, a China participa dessa competição e o país é um dos favoritos para vencer essa prova, pois são conhecidos por sua eficiência nesse esporte.

Boxe

Outra das modalidades disputadas pelo Brasil nas Olimpíadas 2021 é o boxe. Esse esporte é uma modalidade olímpica desde 1904 e desde então é uma das categorias clássicas da competição. Nesta edição, o País conseguiu classificar 7 competidores.

O Wanderson Oliveira é o representante de boxe brasileiro.
O Wanderson Oliveira é o representante de boxe brasileiro. | Foto: Reprodução.

Os nomes do boxe, feminino e masculino, do Brasil são:

  • Wanderson Oliveira 
  • Abner Teixeira 
  • Hebert Conceição 
  • Beatriz Ferreira 
  • Keno Machado 
  • Graziele de Jesus 
  • Jucielen Romeu

Canoagem Slalom

Nesta modalidade o Brasil conquistou duas vagas, que foram preenchidas pelos atletas Ana Sátila e Pedro Henrique Gonçalves. A atleta irá competir pelas categorias C1 e K1 feminino, enquanto Pedro competirá pela K1 masculina.

A canoagem Slalom entrou para as Olimpíadas em 1968, na competição que aconteceu na Cidade do México. Os maiores nomes desse esporte são os irmãos gêmeos Peter Hochschorner e Pavol Hochschorner, que nasceram na Eslovênia.

Canoagem Velocidade (Sprint)

Como representantes brasileiros na canoagem velocidade, também conhecida como sprint, estão a dupla Isaquias Queiroz e Jacky Godman. A princípio, a competição seria realizada por Queiroz e Erlon de Souza, no entanto, o rapaz se machucou e teve que deixar os Jogos Olímpicos de Tóquio.

O primeiro dia da competição de canoagem acontecerá no dia 25 de julho, à 1 hora da manhã no horário de Brasília.

Ciclismo BMX

O ciclismo BMX surgiu entre as décadas de 60 e 70, mas esse esporte só entrou nas Olimpíadas em 2008. Essa está entre as modalidades que o Brasil se classificou para as Olimpíadas 2021. A disputa ficará nas mãos de Renato Rezende e Priscilla Stevaux.

Rezende já disputou dois Jogos Olímpicos, Pequim 2008 e Rio 2016, além de ter participado de dois Jogos Pan Americanos. Stevaux, por sua vez, participou das Olimpíadas 2016 e de dois Pan Americanos.

Ciclismo Mountain Bike

Para o ciclismo mountain bike o Brasil conseguiu três vagas. No ranking de classificação, o País ficou em quarto lugar na categoria masculina, garantindo 2 vagas. Na categoria feminina, ficou em décimo oitavo lugar e conseguiu uma vaga pelo sistema de cotas dos Jogos.

Os atletas que irão disputar são Henrique Avancini, Luiz Henrique Cocuzzi e Jaqueline Mourão. O primeiro dia de competição será no dia 28 de julho.

Esgrima

A esgrima é um esporte muito antigo, pois há relatos de competições com espadas desde a Antiguidade. A primeira vez que foi disputada em uma Olimpíadas foi em 1896, na cidade de Atenas.

Moellhausen é a representante de uma das modalidades que o Brasil irá participar nas Olimpíadas 2021.
Moellhausen é a representante de uma das modalidades que o Brasil irá participar nas Olimpíadas 2021. | Foto: Reprodução.

O Brasil conquistou uma vaga para participar dessa modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio e a representante é Nathalie Moellhausen, uma italiana naturalizada brasileira quando jovem. A atleta conquistou seu espaço na competição após a Copa do Mundo de Esgrima.

Futebol

A seleção masculina e feminina de futebol brasileiro se classificou para as Olimpíadas 2021 em Tóquio. Ambas as equipes estreiam antes da abertura oficial dos Jogos, contudo, aguardasse outros jogos no decorrer da competição.

Esta é uma das modalidades olímpicas mais populares e ocorre desde 1900, quando esse esporte foi introduzido para os Jogos Olímpicos na França. Ao todo, essa modalidade esteve presente em 26 edições, sendo que o futebol feminino só aconteceu em 6 edições.

Ginástica artística

Outra das modalidades que o Brasil irá competir nas Olimpíadas 2021 é a ginástica artística. Ao todo, foram 7 atletas brasileiros classificados para a competição, sendo duas mulheres e cinco homens.

As mulheres competirão na modalidade individual e são elas Flávia Saraiva e Rebeca Andrade. Os homens em equipe e na categoria individual. A equipe é formada por Arthur Nory, Chico Barreto, Caio Souza e Diogo Soares. O atleta Arthur Zanetti competirá sozinho nas argolas.

Ginástica rítmica

O Brasil se classificou para a ginástica rítmica após o Conjunto Brasileiro de Ginástica Rítmica ganhar a modalidade nos Jogos Pan Americanos. As atletas Beatriz Linhares, Deborah Medrado, Geovanna Santos, Maria Eduarda Arakaki e Nicole Pírcio serão as representantes.

Nessa modalidade, apenas mulheres podem competir, enquanto os homens podem participar de outras modalidades relacionadas à ginástica.

Handebol

O handebol, assim como o futebol, conquistou espaço para a seleção feminina e masculina nas Olimpíadas 2021. Os times irão competir a partir do dia 23 de julho e o primeiro jogo é entre Brasil e Noruega, na categoria masculina do esporte.

A seleção brasileira de handebol masculina conta com:

  • Rangel da Rosa e Leonardo Terçariol, como goleiros;
  • Gustavo Rodrigues e José Guilherme Toledo, laterais-direitos;
  • Leonardo Dutra, Thiagus Petrus, Thiago Ponciano e Haniel Langaro, laterais-esquerdos;
  • Rudolph Hackbarth, como pontas-direita;
  • Felipe Borges e Guilherme Torriani, pontas-esquerdas;
  • João Pedro da Silva, como central;
  • Rogério Moraes e Vinicius Teixeira, pivôs.

O time feminino tem nomes como:

  • Bárbara Arenhart e Renata Arruda, goleiras;
  • Gabi Bitolo e Bruna de Paula, laterais direitas;
  • Duda Amorim e Samara VIeira, como laterais esquerdas;
  • Adriana Cardoso de Castro e Alexandra do Nascimento, pontas-direitas;
  • Larissa Araújo e Dayane Pires, pontas-esquerdas;
  • Ana Paula Rodrigues e Patrícia Matieli, como centrais;
  • Tamires Morena e Lívia Martins, como pivôs.

Hipismo

O Brasil conseguiu classificar equipes para todas as modalidades de hipismo nas Olimpíadas 2021. Essas vagas foram conquistadas após os atletas brasileiros ganharem medalhas de bronze, prata e ouro nos Jogos Pan Americanos, nas modalidades hipismo de adestramento, de CCE e de saltos, respectivamente.

João Oliva é um dos atletas do hipismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio.
João Oliva é um dos atletas do hipismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio. | Foto: Reprodução.

No hipismo de adestramento, João Victor Oliva será o representante, enquanto na categoria CCE, os atletas são Carlos Parro, Marcelo Tosi e Rafael Losano. Na modalidade saltos os competidores são Pedro Veniss, Marlon Zanotelli, Rodrigo Pessoa e Yuri Mansur.

Judô

O judô foi uma das modalidades que o País conseguiu o maior número de vagas, ficando atrás do atletismo. Ao todo, são 13 atletas brasileiros que estão competindo por uma medalha e uma oportunidade de tornar popular esse esporte no Brasil.

Os atletas convocados foram:

Masculino

  • Eric Takabatake 
  • Daniel Cargnin
  • Eduardo Barbosa 
  • Eduardo Yudi Santos 
  • Rafael Macedo 
  • Rafael Buzacarini 
  • Rafael Silva “Baby” 

Feminino

  • Gabriela Chibana
  • Larissa Pimenta 
  • Ketleyn Quadros 
  • Maria Portela 
  • Mayra Aguiar 
  • Maria Suelen Altheman 

Levantamento de peso

Nesta modalidade, uma das mais antigas dos Jogos Olímpicos, o Brasil conquistou 3 vagas. Duas mulheres e um homem compõem a equipe, cada um competindo em uma categoria de peso diferente.

Jaqueline Ferreira, que competirá na categoria 87kg, já participou de duas olimpíadas, enquanto Nathasha Rosa, que competirá na categoria 49kg, faz sua estreia nas Olimpíadas de Tóquio. O terceiro atleta, Fernando Reis, estava confirmado para os Jogos, contudo, foi pego no exame antidoping e cortado da delegação.

Maratona aquática

Uma das modalidades aquáticas mais difíceis das Olimpíadas 2021, a maratona aquática tem competidores brasileiros. Ou melhor, essa modalidade conta com uma campeã brasileira. Ana Marcela Cunha foi campeã de nado em águas abertas por seis vezes, sendo considerada uma das melhores maratonistas do mundo. Ela perdeu apenas para a russa Larisa Ilchenko.

Ana Marcela é uma das representantes brasileiras nas Olimpíadas de Tóquio.
Ana Marcela é uma das representantes brasileiras nas Olimpíadas de Tóquio. | Foto: Satiro Sodré/rededoesporte.

Ana Marcela já competiu em três Pan Americanos e em duas Olimpíadas, e é uma das apostas brasileiras para medalha de ouro nos Jogos Olímpicos.

Natação

A natação é a segunda modalidade olímpica em que o Brasil mais conquistou vagas. Ao todo, são 26 atletas representando o País e em diversas categorias que são elas: 50m livres, 200m livres, 400m livres, 800m livres, 1500m livres, 100m peito e revezamento, 4x100m, 100m peito, 100m borboleta, 100m costas e revezamento.

Os atletas que estarão nessas modalidades são:

  • Bruno Fratus 
  • Guilherme Costa 
  • Felipe Lima 
  • Murilo Sartori 
  • Fernando Scheffer 
  • Breno Correia 
  • Luiz Altamir 
  • Marcelo Chierighini 
  • Gabriel Santos 
  • Pedro Spajari 
  • Guilherme Basseto 
  • Guilherme Guido
  • Matheus Gonche 
  • Leonardo de Deus 
  • Vinícius Lanza 
  • Caio Pumputis 
  • Giovanna Diamante 
  • Ana Vieira 
  • Etiene Medeiros 
  • Stephanie Balduccini 
  • Larissa Oliveira 
  • Gabrielle Roncatto
  • Naná Almeida 
  • Aline Rodrigues 
  • Beatriz Dizotti 
  • Viviane Jungblut

Pentatlo Moderno

O pentatlo moderno é outra das modalidades que o Brasil se classificou para as Olimpíadas 2021 devido a vitórias nos Jogos Pan Americanos. A atleta Maria Ieda Guimarães ganhou o pentatlo moderno nos últimos jogos e conseguiu uma vaga para as competições de Tóquio.

Para quem não conhece, o pentatlo moderno é um desporto olímpico que consiste na realização de cinco modalidades: hipismo, esgrima, natação, tiro e corrida. Esse esporte pode ser feito de forma individual ou em equipes.

Remo

O atleta Lucas Verthein foi o brasileiro que conseguiu a oportunidade de competir nas Olimpíadas 2021 pela modalidade remo. O jovem de 23 anos, que já participou dos Jogos Pan Americanos, se classificou para a categoria single skiff.

A primeira prova de remo, na categoria single skiff ou skiff simples, acontecerá no dia 22 de julho, às 20:30.

Rugby 

A seleção brasileira de rugby feminino se classificou para a Olimpíada 2021 após conquistar o título do Pré-Olímpico sul-americano, disputado em Lima, no Peru, em junho de 2019.

O rugby é uma das modalidades que o Brasil irá participar nas Olimpíadas 2021.
O rugby é uma das modalidades que o Brasil irá participar nas Olimpíadas 2021. | Foto: Reprodução.

Os nomes confirmados para o time de rugby brasileiro foram:

  • Aline Furtado
  • Bianca Silva
  • Haline Scatrut
  • Isadora Cerullo
  • Leila Silva
  • Luiza Campos
  • Marina Costa
  • Mariana Nicolau
  • Rafaela Zanellato
  • Raquel Kochhann
  • Thalia Costa
  • Thalita Costa

Saltos Ornamentais

A modalidade saltos ornamentais foi instituída nos Jogos Olímpicos em 1904 e desde então se tornou uma das mais populares entre o público. O Brasil classificou 4 atletas para esse esporte e os nomes que foram escolhidos são:

  • Ingrid Oliveira 
  • Isaac Souza 
  • Kawan Pereira
  • Luana Lira

Skate

O skate é uma das novas modalidades que entraram para as Olimpíadas 2021 e o Brasil conquistou seu espaço nesse desporto. O País classificou 12 atletas para a competição em Tóquio e o que mais chama atenção é o número de mulheres nessa modalidade.

O Brasil é um dos favoritos tanto na categoria feminina quanto na masculina, para levar a medalha de ouro. Luiz Francisco, Dora Varella, Isadora Pacheco, Yndiara Asp, Pedro Barros, Pedro Quintas, Pamela Rosa, Letícia Bufoni, Rayssa Leal, Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Vianna são os representantes brasileiros.

Surfe

Um esporte muito popular no Brasil e com grandes campeões é o surfe. O País conseguiu 4 vagas para os Jogos Olímpicos, sendo dois homens e duas mulheres os representantes nacionais. Os nomes são: Ítalo Ferreira, Gabriel Medina, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima.

O surfista Gabriel Medina é um dos destaques nos Jogos Olimpícos.
O surfista Gabriel Medina é um dos destaques nos Jogos Olimpícos. | Foto: Reprodução.

Todas as vagas foram conquistadas após esses atletas vencerem os Mundiais de 2019 e se destacarem em suas categorias.

Taekwondo

O taekwondo é uma arte marcial que surgiu na Coréia do Sul. Assim como o karatê na China e no Japão, essa luta é muito popular na Coreia e, em 1988 foi introduzido às Olimpíadas. Em 2021, o Brasil possui três representantes da arte marcial.

Os atletas que irão competir nos Jogos Olímpicos, na categoria Taekwondo são:

  • Edival Pontes
  • Ícaro Miguel
  • Milena Titoneli 

Tênis

Nesta modalidade, o Brasil garantiu 7 vagas para seus atletas. O primeiro foi João Menezes, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos e uma vaga para Tóquio. Em seguida, foi Thiago Monteiro, o número 1 do País, que conseguiu sua vaga após outros tenistas desistirem da competição.

Além dos dois, outros nomes confirmados foram:  Bruno Soares, Marcelo Melo, Marcelo Demoliner, Luisa Stefani e Laura Pigossi.

Tênis de Mesa

O tênis de mesa está entre as modalidades em que o Brasil estará presente. O principal nome da competição é Hugo Calderano, o vencedor da modalidade nos Jogos Pan Americanos, que conquistou sua vitória após uma disputa acirrada.

Além do atleta, Bruna Takahashi, Gustavo Tsuboi, Jessica Yamada, Caroline Kumahara e Vitor Ishiy foram anunciados pela CBTM (Confederação Brasileira de Tênis de Mesa).

Tiro esportivo

Uma das menores modalidades dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o tiro esportivo também foi dominado por um brasileiro. Felipe Wu conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos Rio-2016 e garantiu sua vaga nas competições deste ano após ficar em quarto lugar na Copa do Mundo de tiro esportivo.

Esse esporte, no entanto, é um dos mais antigos da competição, sendo adotado em 1896 nos Jogos Olímpicos de Atenas.

Tiro com arco

Na modalidade tiro com arco, dois brasileiros se destacam: Marcus D’Almeida e Ane Marcelle dos Santos. Marcus garantiu sua vaga ao fazer história, pois foi o primeiro atleta do País a conseguir uma medalha de prata nesse esporte, nos Jogos Pan Americanos. Santos, por sua vez, se classificou em 2020, após realizar os pré-olímpicos, competição paralela aos Jogos Pan Americanos.

Ao todo havia três vagas disponíveis para a competição, contudo, o Brasil preencheu apenas duas. O tiro com arco não é um esporte popular, mas esses dois atletas farão de tudo para que ele fique conhecido no País.

Triatlo 

O triatlo é uma das modalidades mais competitivas das Olimpíadas 2021, contudo, o Brasil tem seus representantes nela. Luisa Baptista, Vittoria Lopes e Manoel Messias garantiram as suas classificações para a disputa de Tóquio por meio do ranking olímpico.

Vittoria Lopes competirá nas Olimpíadas 2021 na modalidade triatlo.
Vittoria Lopes competirá nas Olimpíadas 2021 na modalidade triatlo. | Foto: Reprodução.

Esse ano, o triatlo contará com 55 atletas competindo nos 1500m de natação, em 40km de ciclismo e nos 10km de corrida. Essa competição se tornou uma modalidade olímpica em 2000.

Vela

Nesta modalidade, que ocorre nas Olimpíadas desde 1896, na edição de Atenas, o Brasil garantiu 13 atletas na competição. Ao todo foram 6 mulheres e 7 homens classificados, todos nomes de destaque em outras competições de vela.

Os atletas convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio foram:

  • Jorge Zarif
  •  Martine Grael e Kahena Kunze 
  •  Robert Scheidt
  •  Samuel Albercht e Gabriela Nicolino
  •  Fernanda Oliveira e Ana Barbachan
  • Henrique Haddad e Bruno Benthlem
  • Marco Grael e Gabriel Borges

Volêi

A seleção brasileira de vôlei feminina e masculina conseguiram se classificar para os Jogos Olímpicos 2021. As duas equipes se classificaram nas pré-olimpíadas, vencendo grandes equipes de vôlei.

As mulheres derrotaram o time de Camarões, da República Dominicana e a equipe do Azerbaijão. Os homens venceram a Bulgária, porém, não foi fácil, eles conseguiram os pontos finais pouco antes da partida finalizar.

Volêi de praia

Essa competição muito popular no Brasil conseguiu espaço nas Olimpíadas de Tóquio em 2021. Ao todo, 8 atletas foram convocados para a competição, sendo 2 duplas femininas e duas duplas masculinas. Os nomes que foram chamados para os Jogos Olímpicos foram:

  • Agatha e Duda
  • Ana Patrícia e Rebecca
  • Bruno Schmidt e Evandro
  • Alison e Álvaro Filho

Luta

A luta greco-romana também está sendo representada por brasileiros nas Olimpíadas 2021. Ao todo foram três classificados, Eduard Soghomonyan, Aline Silva e Laís Nunes. Eduard, um armênio naturalizado brasileiro, conseguiu sua vaga após vencer a seletiva que aconteceu no Canadá.

Aline e Laís também conseguiram se classificar no mesmo evento, porém, na categoria feminina que estava acontecendo. Os três irão representar o Brasil em um esporte pouco conhecido, mas todos são favoritos para as medalhas nas Olimpíadas 2021.

_______________________________________________

Por Luiza Nascimento – Redação Fala!

Tags mais acessadas