Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso falam sobre caso de racismo
Menu & Busca
Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso falam sobre caso de racismo

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso falam sobre caso de racismo

Home > Notícias > Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso falam sobre caso de racismo

Neste sábado (30), um vídeo de Giovanna Ewbank discutindo com mulher após ataques racistas sofridos por seus filhos repercutiu nas redes sociais. O caso ocorreu em um restaurante em Portugal e a mulher proferiu xingamentos contra os filhos de Giovanna Ewbank e Bruna Gagliasso, Titi (9) e Bless (7), e também contra um grupo de turistas angolanos.

A assessoria de imprensa da atriz informou que a mulher pediu que eles deixassem o restaurante e “voltassem para a África”. Além disso, ela xingou as crianças de “pretos imundos”.

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso - racismo - portugal
Giovanna Ewbank reagiu após ataques racistas contra seus filhos em Portugal. | Foto: Montagem/ Twitter

Giovanna Ewbank reagiu aos ataques racistas e Bruno Gagliasso chamou a polícia.

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso falaram sobre o caso no Fantástico

Em entrevista ao Fantástico, neste domingo (31), o casal falou sobre o caso de racismo em Portugal.

Foi a primeira vez que a minha filha me viu combatendo o racismo de frente, porque a gente fala muito sobre isso com eles, mas ela nunca tinha me visto combatendo de frente como foi feito. Ela ficou muito assustada. O Bless não percebeu muita coisa porque ele estava brincando. Mas a Titi entendeu tudo

contou a atriz

Durante a entrevista, a jornalista Maju Coutinho questionou se realmente houve um confronto físico. O casal confirmou e Bruno saiu em defesa da esposa: “Na verdade, ela não agrediu. A minha mulher reagiu. Não confunda a reação do oprimido com a ação do opressor”.

Giovanna ainda falou que sabe que episódios como esse, infelizmente, acontecerão novamente. “A gente sabe que a vai acontecer muitas outras vezes. Eu acho que agora a gente não tem mais como proteger tanto os nossos filhos do que eles vão ouvir, do que eles vão ver. Eles estão crescendo, né”.

A atriz ainda aproveitou para refletir sobre como seu posicionamento foi validado por ser uma mulher branca. “Eu acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui daquela maneira. Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada”, afirmou.

“Eu não vou sair como a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas que são leoas todos os dias, assim como eu fui neste episódio, mas que são invalidadas, são taxadas como loucas, como racismo não existe, você está inventando”, finalizou.

Bruno completou a fala da esposa: “O que será que teria acontecido se fôssemos pretos?”

“Será que ela teria sido retirada do restaurante”, indagou Giovanna.

________________________________
Por Giovana Rodrigues – Redação Fala!

Tags mais acessadas