Fase Vermelha SP: Dória anuncia novo 'toque de recolher' às 20h
Menu & Busca
Fase Vermelha SP: Doria anuncia novo ‘toque de recolher’ às 20h

Fase Vermelha SP: Doria anuncia novo ‘toque de recolher’ às 20h

Home > Notícias > Fase Vermelha SP: Doria anuncia novo ‘toque de recolher’ às 20h

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou regressão do estado de SP para a fase vermelha, com novo ‘toque de recolher’ às 20h

Toque de recolher
Toque de recolher em São Paulo. | Foto: Montagem/ Reprodução.

Fase Vermelha SP: João Doria antecipa ‘toque de recolher’ para 20h

Em anúncio público feito esta quarta-feira, a gestão do governador do estado de SP, João Doria, antecipou o ‘toque de recolher’ para 20h. No mesmo comunicado, Doria anunciou a regressão do estado para a fase vermelha. A medida terá duração de duas semanas e proibirá com que serviços não essenciais funcionem durante este período.

Há uma medida complementar que é o toque de restrição a partir das 20h. Então, quem não precisa circular, precisa ficar em casa entre 20h e 5h da manhã. Os serviços essenciais podem funcionar.

Afirmou Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico.

O ‘toque de recolher’ como medida para manter os paulistas seguros foi primordialmente anunciado no final de fevereiro para todo o estado SP. A medida impunha sobre os cidadãos do estado uma restrição de horário, tendo a intenção de fazer com que a população permanecesse em suas casas no período das 23h às 5h, tendo como objetivo cessar aglomerações e festas noturnas. No entanto, o Plano SP já encerrou o funcionamento de serviços não essenciais após as 22h.

Caso estabelecimentos ou pessoas físicas descumpram as regras impostas pela fase vermelha e permaneçam nas ruas sem autorização, poderão sujeitar-se a uma multa. Para comércios e empresas, o valor da indenização pode chegar a 290 mil reais. As pessoas físicas que estiverem sem máscara em espaços coletivos podem ser multadas em mais de 550 reais.

Na última semana, o Brasil bateu o recorde de óbitos diários em decorrência do novo coronavírus, atingindo o número de 1910 mortes registradas na última quarta-feira (03/03). A vacinação já começou em todo País e, atualmente, estão sendo vacinados em primeira instância os profissionais da saúde, indígenas, quilombolas e idosos acima de 77 anos.

Tags mais acessadas