Covid-19: Brasil bate recorde e tem 1910 mortes registradas em um dia
Menu & Busca
Covid-19: Brasil bate recorde e tem 1910 mortes registradas em um dia

Covid-19: Brasil bate recorde e tem 1910 mortes registradas em um dia

Home > Notícias > Covid-19: Brasil bate recorde e tem 1910 mortes registradas em um dia

Brasil registrou 1910 mortes na última quarta-feira (3/3), batendo recorde de maior número de óbitos por coronavírus em um dia desde o início da pandemia

Coronavírus: Brasil registra 1910 mortes em um dia. | Foto: Montagem/ Reprodução.
Coronavírus: Brasil registra 1910 mortes em um dia. | Foto: Montagem/ Reprodução.

Coronavírus: Brasil registra 1910 mortes em um dia, maior número desde o início da pandemia

João Doria, governador do estado de São Paulo, anunciou na última quarta-feira (03/3) que todos os municípios do SP retornarão para a fase vermelha a partir do dia 19 de março. De acordo com o plano do governo, as cidades permanecerão em lockdown durante 14 dias, com a paralisação dos comércios e funcionamento apenas dos serviços essenciais.

Os dias datados entre a última semana de fevereiro e primeira semana de março caracterizaram a pior semana da pandemia do novo coronavírus no Brasil. Na última terça-feira (02/3), o estado de São Paulo registrou o maior número de mortes por Covid-19 em 24h desde o início da pandemia. Segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde, foram 468 óbitos em um dia. No total, desde o começo da crise de saúde, o estado de SP já contabilizou o falecimento de 60.014 cidadãos em decorrência do novo coronavírus.

A média diária de pessoas que faleceram no Brasil após contrair Covid-19 na última semana foi 1331, número que quadriplicou desde o início de novembro de 2020, quando a apuração média de óbitos diários registrado pelo JHU CSSE COVID-19 DATA foi de 300 a 350 pessoas por dia.

A última quarta-feira (3/3) bateu o recorde de pessoas morrendo por Covid-19 no país em um período de 24h, contabilizando 1910 pessoas mortas registradas em um dia só. O Brasil tem sofrido um grande colapso no sistema de saúde nos últimos meses: após a crise em Manaus, diversas outras cidades das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste tiveram hospitais com 100% de leitos de UTI ocupados.

As vacinações no Brasil já começaram e os primeiros a receberem a imunização estão sendo os profissionais da saúde, indígenas, quilombolas e idosos acima de 77 anos. A CoronaVac, vacina adotada pelo Ministério da Saúde brasileiro, mostrou ter 100% de eficácia na prevenção de casos mais graves (como os que necessitam de internação e levam a morte), 78% de prevenção em casos que apresentam sintomas mais leves e 50,38% de prevenção geral.

Tags mais acessadas