Fase vermelha SP: O que fecha e o que continuará aberto?
Menu & Busca
Fase vermelha SP: O que fecha e o que continua aberto?

Fase vermelha SP: O que fecha e o que continua aberto?

Home > Notícias > Fase vermelha SP: O que fecha e o que continua aberto?

Governador João Doria anuncia regressão do estado de São Paulo para a Fase Vermelha. Confira o que fecha e o que continua aberto

Fase vermelha SP: O que fecha e o que continuará aberto?
Fase vermelha SP: O que fecha e o que continuará aberto? | Foto: Reprodução.

Coronavírus: estado de São Paulo retorna para a Fase Vermelha

O governador do estado de São Paulo, João Dória, anunciou na última quarta-feira (03/3) que todos os municípios do estado de SP retornarão para a fase vermelha a partir do dia 19 de março. A intenção é que as cidades permaneçam em lockdown durante 14 dias, com a paralisação dos comércios e funcionamento apenas dos serviços essenciais. Ontem (3/3), o Brasil bateu o recorde de número de pessoas mortas em um dia pela Covid-19, atingindo 1910 óbitos em 24h.

Estamos, em São Paulo e no Brasil, à beira de um colapso. [A situação] exige medidas coletivas e urgentes […]. Por este motivo, nós estamos atendendo à recomendação do Centro de Contingência e reclassificando todo o estado de SP para a fase vermelha a partir da 00h de sábado.

Disse João Doria, segundo o G1.

Dentre os serviços que irão prevalecer na ativa durante a fase vermelha estão hospitais, supermercados e transportes públicos e privados. O governo de SP recebeu críticas da população nas redes sociais após ter enquadrado escolas e estabelecimentos religiosos como serviços essenciais. A vacinação no Brasil teve início em janeiro e, até agora, estão sendo vacinados os profissionais da saúde, indígenas, quilombolas e idosos acima de 77 anos.

Nenhum tipo de comércio ou estabelecimento alimentício poderá funcionar nas próximas duas semanas. No entanto, serviços de delivery e drive-thru para bares, lanchonetes e restaurantes serão liberados, podendo ser feito entrega à domicílio. No anúncio feito nesta quarta, Doria também anunciou a antecipação do “toque de recolher” para 20h a partir do próximo sábado.

O que fecha?

  • COMÉRCIO: Shoppings, lojas físicas, galerias e outros tipos de comércios presenciais.
  • LAZER: Parques, clubes, cinemas, casas de show, teatros e academias.
  • ALIMENTAÇÃO: Restaurantes e bares.

O que pode funcionar?

  • EDUCAÇÃO: Escolas e universidades.
  • SAÚDE: Hospitais, farmácias, dentistas, veterinários e clínicas.
  • ALIMENTAÇÃO: Supermercados, açougues, padarias, feiras livres e lojas de suplemento.
  • TRANSPORTE: Metrô, ônibus e CPTM, táxis, uber e outros aplicativos de transporte, oficinas de veículos, estacionamentos e serviços de entrega.
  • SEGURANÇA: Serviços de segurança pública e privada.
  • IMPRENSA: Meios de comunicação, empresas jornalísticas e rádios.
  • LOGÍSTICA E INDUSTRIA: Produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, cadeias de abastecimento e logística, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção, construção civil e indústria.
  • OUTROS SERVIÇOS: Igrejas e estabelecimentos religiosos, lavanderias, serviços de limpeza, serviços de manutenção, hotéis, bancos e lotéricas, serviços de call center, assistência técnica e bancas de jornais.
Tags mais acessadas