Denúncia: Leo Dias desvenda máfia digital no Instagram
Menu & Busca
Denúncia: Leo Dias desvenda máfia digital no Instagram

Denúncia: Leo Dias desvenda máfia digital no Instagram

Home > Entretenimento > Famosos e TV > Denúncia: Leo Dias desvenda máfia digital no Instagram

No domingo (4), o colunista do Metrópoles, Leo Dias publicou uma reportagem denunciando a atuação de uma máfia digital no Instagram. Segundo a matéria, há na rede social uma série de perfis de fofoca que pode fazer com que um @ seja cancelado ou receba mais visualizações e aumente o número de seguidores.

 O colunista apontou que essa máfia, como ele define, cobra para falar bem de celebridades, mas realizam as publicações no Instagram como se fossem notícias, e assim, manipulam os internautas.

Dessa forma, um famoso que, aparentemente, está em alta nas redes sociais, na verdade, pagou estes perfis de fofoca ligados a esse grupo para serem mais vistos pelos usuários.

Leo Dias expôs o nome destes perfis: Subcelebrities, Gossip do dia, MigaSuaLoca, Nazaré Amarga, Choquei, Fofoquei, Garotx do Blog, Central da Fama, Tricotei, Cutucadas, XuxaNaNave, Babados e Alfinetei.

Máfia digital Instagram
Leo Dias denuncia máfia digital no Instagram. | Foto: Montagem/Reprodução.

Saiba mais sobre a máfia digital no Instagram

Na reportagem, o colunista relatou que quando a parceria com a máfia digital é realizada, a publicidade pode chegar ao valor de até R$ 200 mil. Quando uma celebridade cria um acordo com estes perfis de fofoca, o resultado é o “aumento estrondoso do número de seguidores”.

Por isso, o jornalista aponta que quando um artista ou até mesmo uma música está sendo divulgada repetidas vezes em um mesmo perfil, é necessária a desconfiança, porque, possivelmente, as publicações estão financiadas.  Segundo a coluna, Murilo Henare é responsável pela organização das negociações desses perfis.

O colunista publicou no Twitter que outros jornalistas já haviam tentado fazer a denúncia, mas não conseguiram em razão de ameaças e ataques. No entanto, Leo Dias escreveu: “Estou preparado para o que vem por aí”.

Em uma sequência de tweets, o jornalista de 46 anos deu mais detalhes sobre a importância de usuários do Instagram entenderem a existência deste cartel de perfis de fofoca.

“Vale ressaltar que não há crime algum em fazer tais postagens. O que não é certo é fantasiar uma publicidade como se fosse notícia ou algo realmente relevante. E mais: criam uma ficção na cabeça do público de que tal artista está estourado e passa uma imagem irreal para o público. Isso é manipulação. Eles inserem fofocas para manipular o objetivo final: a venda do espaço publicitário”, publicou.

Além disso, Leo Dias disse que a cantora Ludmilla foi uma das artistas prejudicadas pela máfia digital do Instagram.

Famosos comentam sobre a máfia digital

Bruno Rocha, criador do site de entretenimento Hugo Gloss, se manifestou após o exposed de Leo Dias. “Eu e minha equipe nunca fizemos parte disso. Nunca recebemos dinheiro por nada. A gente até perde dinheiro por isso”. 

A atriz Lívia Andrade também comentou sobre a atuação destes perfis. “A maneira que escrevem as manchetes, as palavras usadas. Falam algumas coisas para provocar sua raiva e o seu ódio. Para que você continue o trabalho sujo nos comentários. E é assim, vocês acabam a vida e a carreira de alguém”, desabafou.

Após a denúncia de Leo Dias, nenhum dos perfis citados se pronunciou sobre a participação na máfia digital no Instagram.

_____________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

Tags mais acessadas