Datena é pré-candidato à presidência da república pelo PSL
Menu & Busca
Datena é pré-candidato à presidência da república pelo PSL

Datena é pré-candidato à presidência da república pelo PSL

Home > Entretenimento > Famosos e TV > Datena é pré-candidato à presidência da república pelo PSL

O apresentador do Brasil Urgente, José Luiz Datena, confirmou sua filiação ao PSL e está como pré-candidato à presidência da República. Na última sexta-feira (8), em um comunicado oficial, o antigo partido de Jair Bolsonaro anunciou a chegada do jornalista de 64 anos.

“A Executiva Nacional do PSL informa que o jornalista José Luiz Datena está devidamente filiado ao Partido e tem total apoio para a pré-candidatura à Presidência da República nas eleições de 2022”, publicou na legenda.

O apresentador da Band chega à disputa eleitoral contra Jair Bolsonaro (sem partido), que busca a reeleição, Ciro Gomes (PDT) e Lula (PT).

Saiba mais sobre a pré-candidatura de Datena a presidente da República

Na Rádio Bandeirantes, Datena falou que sua pré-candidatura a presidente ainda depende de outros fatores. Segundo ele, as coisas podem mudar se as pesquisas apontarem que ele não terá chance. Dessa forma, ele está sujeito a outras questões externas e poderá disputar a outro cargo, se for necessário.

“Hoje, nesse momento, como o partido decidiu, eu sou pré-candidato à presidência da República. Eu não sou um cara burro. Se eu tiver perdendo de 10 a 0, não dá pra empatar. Se passar de dois dígitos e tiver uma boa resposta da avaliação de pesquisa científica, eu vou pro palco contra os caras e não tenho medo de nenhum deles”, explicou. “Tenho possibilidade de Senado e de Governo se a campanha não decolar.”

datena república
Datena entra na disputa como pré-candidato a presidente em 2022, pelo Partido Social Democrático (PSL). | Foto: Montagem/Reprodução.

Durante a exibição do programa, o apresentador contou que já foi chamado por Ciro Gomes para entrar na corrida eleitoral no Senado pelo PDT, mas, no entanto, não se filiou. Além disso, Datena apontou que seria candidato a prefeito de São Paulo.

“Eu já estive em seis partidos e fui saindo à medida em que eu vi a quantidade de picaretas. Eu era pra ser o prefeito de São Paulo. Esse prefeito que está aí (Ricardo Nunes – MDB) porque eu deixei de ser prefeito de São Paulo. Eu fui candidato a vice-presidente do Bruno Covas por pelo menos um mês. Quando eu vi que a coisa estava ruim, eu decidi que não ia correr com aquele cara e dei no pé”, relatou.

Segundo Datena, sua pré-candidatura à presidência não tem relação com o desejo de ter fama ou de “aparecer”, mas sim em participar do debate público para trazer mudanças. Nesse sentido, ele se comparou a Luciano Huck, que também foi convidado para disputar o cargo como chefe do Executivo, porém já divulgou que não participará.

______________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

Tags mais acessadas