Cursos online: demanda cresce durante pandemia e governo Bolsonaro
Menu & Busca
Demanda por cursos online cresce durante pandemia e governo Bolsonaro

Demanda por cursos online cresce durante pandemia e governo Bolsonaro

Home > Notícias > Demanda por cursos online cresce durante pandemia e governo Bolsonaro

Nos últimos anos, a inflação em alta e a falta de empregos formais fez com que os brasileiros fossem atrás de novas formas de fazer dinheiro. Assim, os quatro anos de governo Bolsonaro, bem como o período pandêmico têm sido marcados pela procura crescente de cursos online no Brasil.

Veja!

Governo Bolsonaro e pandemia são marcados por alta na procura por cursos online

Nos últimos 5 anos, o brasileiro perdeu 31,32% do seu poder de compra. De acordo com Juliana Inhasz, professora de economia no Insper, os R$ 50 de hoje valiam mais de R$ 60 em 2017 e quase R$ 90 em 2013.

Essa queda no poder de compra, atrelada aos novos padrões de comportamento gerados pelo recente período de distanciamento social, tem resultado em uma ascensão nos trabalhos sem carteira assinada, especialmente em regime home office, que é mais flexível.

De 2014 até este ano, segundo o IBGE, o número de pessoas trabalhando formalmente diminuiu 2,8 milhões, enquanto o de trabalhadores sem registro ou por conta própria aumentou 6,3 milhões. 

Hoje, o Brasil possui 38,7 milhões de trabalhadores sem carteira e uma taxa de informalidade de 40,1%.

Não é à toa que a busca por cursos online, principalmente voltados para a profissionalização, tenha aumentado.

Pensando em sobreviver à crise, os brasileiros encontraram nos cursos online uma chance de voltarem ao mercado.

cursos online, governo Bolsonaro, Bolsonaro, eleições, Eduzz, Eduardo Bolsonaro, Eduzz Bolsonaro, Eduzz Eduardo Bolsonaro
Brasileiro vê número de empregos formais cair e busca por cursos online crescer durante pandemia e governo Bolsonaro. | Foto: Freepik/montagem.

Em 2021, a ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância) fez um estudo com 51 instituições de ensino e constatou um aumento de pelo menos 50% na busca por cursos online no período de pandemia.

De políticos a novos empresários, diversos brasileiros embarcaram na ideia.

Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, é um exemplo. Pensando em sua reeleição para deputado e na disputa de seu pai contra Lula nestas eleições, o político lançou dois treinamentos voltados para seus apoiadores, o “Prepara Brasil” e o “Guia Definitivo para Posse de Arma”.

Entretanto, os cursos lançados por Eduardo Bolsonaro têm como objetivo atingir o eleitorado, enquanto os cursos mais procurados na atualidade são pensados para a profissionalização, que é uma grande preocupação para os brasileiros hoje.

Cursos online mais procurados durante a crise

Boa parte das pessoas que busca um curso online quer se especializar, por isso os treinamentos mais buscados foram justamente os voltados para a especialização em diferentes áreas. Confira:

Marketing digital

O marketing digital se mostrou uma grande oportunidade para ganhar dinheiro nos últimos anos, isso por conta da ascensão da internet e redes sociais, bem como do crescimento do home office.

Assim, os cursos de marketing digital têm se mostrado uma excelente chance para quem quer gerar renda sem precisar sair de casa.

Existem diversas opções de cursos no segmento, variando desde práticas básicas para as redes sociais até treinamentos mais complexos pensando em promoções pagas e orgânicas.

O marketing digital é bastante amplo e pode funcionar tanto para quem quer trabalhar diretamente na área, quanto para os que desejam divulgar seu produto e crescer na internet.

Edição de imagens

Ainda batendo na tecla da ascensão da internet e redes sociais, os cursos de edição de imagens foram bastante impulsionados por esses fenômenos.

Tanto que hoje existem na internet desde cursos mais complexos voltados para o uso de softwares como o Adobe Photoshop, até treinamentos para aplicativos de edição de celular, como o VSCO e o PicsArt, que são pensados principalmente para edições em fotos para redes sociais.

Idiomas

Estudar idiomas sempre foi importante, mas de um tempo para cá a urgência aumentou, especialmente no mercado de trabalho. O trabalho à distância, bem como a desvalorização do real são os principais motivos.

Beleza e estética

Os cursos de estética sofreram um crescimento na demanda, impulsionado principalmente pelo aumento no uso de redes sociais como o Instagram e o TikTok.

Com os padrões de beleza divulgados pelas redes, a procura e oferta de cursos voltados para procedimentos estéticos como design de sobrancelha, alongamento de unhas e alongamento de cílios tem crescido nos últimos anos.

E, com isso, o número de pessoas que viram nesse mercado uma oportunidade de driblar a crise também cresceu.

Para você ter uma ideia, um levantamento da empresa Quero Educação concluiu que o curso de Estética e Cosmética foi o quinto mais buscado na modalidade semipresencial entre outubro e dezembro de 2021.

Plataformas de cursos online

Assim como as pessoas que buscam uma nova fonte de renda têm impulsionado o crescimento na busca por cursos online, alguns empreendedores descobriram chances de ganhar dinheiro vendendo esses cursos.

Os empreendedores digitais tomaram conta da internet nos últimos anos. Até mesmo no Instagram, Facebook ou TikTok, redes sociais rotineiras, é possível encontrar pessoas tentando vender seus infoprodutos.

Mas, essas redes sociais normalmente funcionam apenas como uma ferramenta de divulgação. Hoje já existem algumas plataformas que oferecem o serviço de hospedagem de cursos e treinamentos. As três principais são Hotmart, Monetizze e Eduzz.

Conheça a Eduzz

A Eduzz é uma plataforma que hospeda cursos de diferentes temas que vão desde culinária até investimentos.

Além de trabalhar com a hospedagem, a empresa também possui um serviço de marketing de afiliados, que são pessoas que recebem uma comissão para divulgar/vender os produtos.

Qualquer pessoa acima de 18 anos pode vender seu curso ou virar um afiliado na Eduzz. Mas, para os afiliados, é importante que os interessados saibam ao menos um pouco de marketing digital, para conseguirem ter mais resultados com as divulgações.

Cursos como “Mamãe faz Grana”, “Minha Primeira Venda” e “Marketing para Empreendedores Online” são alguns dos que é possível encontrar na Eduzz. Os treinamentos vão desde fundamentos do marketing para empreendedores até cursos que ensinam a falar em público.

O CEO da empresa é Eugenio Pachelle, empresário especialista em marketing e tecnologia que se diz um “apaixonado pela vida e pelas pessoas”.

A companhia reflete essa paixão no cuidado que tem com as pessoas, seja com os infoprodutores, os afiliados ou com os próprios internautas que compram cursos intermediados pela plataforma.

Sendo assim, a Eduzz, assim como a HeroSpark e a Hotmart, trabalha na hospedagem e divulgação de cursos online que podem funcionar para diferentes fins, a depender do infoprodutor, seja ele um empresário procurando ganhar mais autoridade, uma pessoa desempregada em busca de uma nova fonte de renda ou um político, como Eduardo Bolsonaro, buscando alcançar seu eleitorado.

__________________________________________

Por Bianca Sousa – Redação Fala!

Tags mais acessadas