Como saber mais sobre a saúde do seu intestino?
Menu & Busca
Como saber mais sobre a saúde do seu intestino?

Como saber mais sobre a saúde do seu intestino?

Home > Lifestyle > Saúde > Como saber mais sobre a saúde do seu intestino?

O corpo humano funciona corretamente por meio do equilíbrio entre os diferentes sistemas existentes. Ou seja, para se ter boa saúde, é necessário que essas estruturas estejam funcionando bem e cumprindo, cada uma, sua função primordial. 

E é no intestino que ocorrem etapas importantíssimas do processo de digestão dos alimentos e na absorção de nutrientes. Além disso, o intestino abriga de 80% a 90% da serotonina do nosso organismo, que é o neurotransmissor responsável pela movimentação dos músculos do órgão e também pela regulação do humor e sensação de felicidade. 

Tudo isso quer dizer que se a sua saúde intestinal for comprometida, as consequências vão além de má digestão. Mudanças nos hábitos do intestino, acompanhadas de alguns sintomas listados a seguir, podem ser alertas do corpo sobre problemas de saúde. Fique atento e, se você sentir algum desses desconfortos, procure ajuda médica.

Veja alguns sinais de que a saúde do intestino não vai bem e é preciso procurar ajuda.

Conheça os principais sinais de que a saúde de seu intestino pode estar prejudicada.
Conheça os principais sinais de que a saúde de seu intestino pode estar prejudicada. | Foto: Reprodução.

8 sinais sobre a saúde de seu intestino que você não pode ignorar

1. Você está constipado

A constipação é um sintoma que varia muito de pessoa para pessoa. Baixa frequência de idas ao banheiro, sensação de esvaziamento incompleto, inchaço e prisão de ventre são alguns sinais da constipação.

O desequilíbrio pode ser consequência do uso de certos medicamentos, mudança no cardápio, estresse ou mesmo problemas mais importantes, como síndrome do intestino irritável, câncer colorretal e problemas na glândula tireoide.

2. Você tem desconforto no intestino

Dor abdominal, inchaço, gases e diarreia são sinais de que algo não vai bem, principalmente se esses sintomas estiverem presentes a longo prazo. 

A maioria deles é comum e grande parte da população lida com algum tipo de desconforto intestinal, mas isso não quer dizer que seja normal sentir esses sintomas.

Observe a sua dieta e avalie se você anda consumindo muitos alimentos que podem irritar o intestino, como frituras, cafeína, bebida alcoólica, bebida gaseificada, derivados do leite, glúten e até mesmo adoçantes artificiais.

3. Você sente inchaço e gases depois de comer certos alimentos

Se você sente desconforto depois de comer tipos específicos de alimentos, este pode ser um sinal de intolerância ou sensibilidade alimentar. 

As mais comuns são ao leite e seus derivados (intolerância à lactose) ou glúten, e algumas pessoas apresentam quadros mais sérios do que outras, então vale a pena ficar atento aos sinais.

Vale ressaltar também que a intolerância acontece quando o organismo se mostra incapaz, de forma parcial ou total, de digerir a lactose ou glúten.

4. Você sente que não esvaziou o intestino completamente

Na hora de ir ao banheiro, você sente que não conseguiu evacuar completamente, como se o intestino ainda estivesse com fezes?

Isso se chama tenesmo, e pode ser um sintoma de diversos problemas intestinais. Então vale a pena marcar uma consulta com um especialista e investigar melhor o caso em questão.

5. Você tem diarréia crônica

Quando a diarreia aparece, nem sempre é sinal de virose. Persistente por mais de uma semana, o desequilíbrio do intestino pode indicar síndrome do intestino irritável, infecção ou uma doença inflamatória intestinal. No entanto, não se deve esperar tanto para procurar o médico.

Muitas vezes as pessoas subestimam a diarreia e deixam que o problema se arraste por muito tempo, sem pensar que ele pode estar relacionado a infecções, intolerâncias alimentares, inflamação intestinal ou algum medicamento que está causando efeitos colaterais. 

Além disso, a diarreia em si traz uma série de outros problemas, como desequilíbrio da flora intestinal e desidratação.

6. Você tem fadiga inexplicada 

Apesar de dormir uma boa quantidade de horas, você continua cansado? Os motivos podem ser diversos, e podem estar atrelados ao seu intestino.

A fadiga é um sintoma comum em pessoas com Doenças Inflamatórias Intestinais, como a doença de Crohn e a colite ulcerativa. Se o cansaço está acompanhado de sintomas intestinais, marque uma consulta com o seu médico.

7. Seu humor sofreu uma alteração para pior 

É normal ter dias ruins, mas se você notar que ficou deprimido, desanimado ou triste por um longo período de tempo, pode haver algum problema na produção de serotonina no seu intestino. 

Geralmente, isso é relacionado a quadros de constipação e outros desconfortos intestinais, e vale ressaltar que as nossas emoções estão muito associadas ao cólon. Isso quer dizer que a saúde mental está, também, atrelada à saúde intestinal.

8. Você fica doente constantemente 

O sistema imunológico está muito atrelado ao nosso intestino, que abriga trilhões de bactérias benéficas, responsáveis por eliminar toxinas dos alimentos, produzir moléculas ativas e educar as nossas células de defesa para combater microorganismos patogênicos. 

Ou seja, manter o equilíbrio da microbiota intestinal é um excelente meio de evitar ser derrubado por doenças como a gripe, por exemplo. Alimentos fermentados como iogurte são probióticos que ajudam a repor as bactérias benéficas e que fazem muito bem à saúde como um todo. 

É importante a observação do próprio corpo para avaliar se o intestino está funcionando corretamente. Qualquer fuga de padrão pode indicar que algo está errado e precisa ser investigado, afinal, diferentes fatores podem colaborar para o aparecimento do quadro. Maus hábitos alimentares, por exemplo, podem atrapalhar o bom funcionamento do intestino.

Além disso, uma alimentação pobre em fibras e rica em alimentos industrializados, a desidratação e até mesmo uma viagem são capazes de fazer com que o intestino fique preguiçoso, espaçando a visita ao banheiro.

Por essa razão, caprichar em uma alimentação equilibrada com frutas, legumes, verduras e cereais integrais é fundamental para fornecer a quantidade necessária de fibras para que o intestino consiga fazer o seu trabalho.

Outro ponto fundamental é beber água com regularidade, pois isso faz com que as fezes fiquem hidratadas, afastando o incômodo da prisão de ventre. A prática de atividade física, aliás, também colabora para evitar o desconforto.

Por fim, observe como está o ritmo do seu intestino e converse com seu médico caso note algo diferente do padrão.

A mudança de um padrão deve sempre servir de alerta! Não deixe de procurar um médico caso passe a notar, sem motivos, diarreia, cólicas abdominais, fezes afiladas, sangramento retal de cor viva ou fezes muito escuras – o que pode indicar sangramento oculto – além de sintomas como fadiga, fraqueza ou perda de peso sem razão específica.

_____________________________________________________

Por Sabrina Ferreira – Fala! Centro Universitário Brasileiro de Pernambuco

Tags mais acessadas