Body Positive: movimento que ganha força nas redes sociais
Menu & Busca
Body Positive: movimento que ganha força nas redes sociais

Body Positive: movimento que ganha força nas redes sociais

Home > Entretenimento > Cultura > Body Positive: movimento que ganha força nas redes sociais

Faz algum tempo que o termo “Body Positive” vem sendo usado nas redes sociais por inúmeros perfis, com o intuito de fazer aceitar o próprio corpo. Mas o que esse movimento realmente é? De onde surgiu? Se todas essas perguntas e outras estão surgindo em sua cabeça neste momento, esse texto é para você, então siga a leitura que vamos contar tudo sobre esse movimento que vem ganhando força na internet. 

O que é Body Positive?

O movimento Body Positive preza pela aceitação do corpo sem a necessidade de se enquadrar em um padrão. Gordo, magro, com celulite, sem celulite, com estrias, sem estrias, com alguma deficiência ou cicatriz, é você gostar do seu corpo do jeito que ele é, e muitas vezes ressalta que amar seu corpo não quer dizer que você não tenha que cuidar dele. É isso que o movimento traz à tona: cuidar da sua saúde e pele não quer dizer que você não se ama, é essencial até mesmo para você poder se aceitar e se amar mais.

Body Positive
Conheça o movimento que ganha força nas redes sociais. | Foto: iStock.

Apesar de ser um movimento que ganhou muita força nos últimos tempos, especialmente nas redes sociais, ele não surgiu agora. O Body Positive teve início em 1967, com o lema “meu corpo, minhas regras”, que é utilizado ainda hoje. Seu objetivo era lutar contra a discriminação de corpos denominados “fora do padrão”.

Ao longo dos anos, os adeptos ao movimento passaram a lutar, também, contra a discriminação de outras características que não são tidas como belas por não atenderem ao corpo padrão imposto pela sociedade, como:

  • Condições de pele (melasmas, vitiligo, albinismo ou sinais de nascença);
  • Nariz grande;
  • Cicatrizes (queimaduras, marcas de acidentes e de cirurgias);
  • Deficiências (paralisias, membros amputados ou má-formação congênita);
  • Rugas, cabelos brancos e demais características do avanço da idade;
  • Celulites e estrias.

O fato é que, com a ajuda das redes sociais, cada vez mais pessoas estão aderindo ao movimento Body Positive e deixando complexos e distúrbios de imagem corporal para trás. E a pandemia, quando muitos de nós ficamos mais tempos nas redes, fez com que esse movimento fosse mais visto e mais relevante para as nossas vidas, até porque dados sobre a realidade apontam que muitos brasileiros desenvolveram algum distúrbio psicológico, que muitas vezes afeta a nossa autoestima.

Ter esse movimento, esse tipo de conteúdo em grande proporção, dá uma grande ajuda para quem está precisando de apoio. Obviamente, sempre é bom ressaltar que caso tenha algum tipo de distúrbio, ou problema psicológico, sempre deve-se buscar uma terapia ou a ajuda de algum profissional. Esse tipo de conteúdo nas redes é, sim, importante para termos um apoio, mas o principal deve ser a busca por uma terapia.    

Aceitar-se não é se conformar 

Um ponto importante do Body Positive é que você aceite e ame o seu corpo, não que você apenas se conforme e viva insatisfeito com ele. O importante é ter em mente que as suas “diferenças” — quando comparadas aos padrões estipulados — são especiais e fazem de você quem você é, ou seja, não são defeitos!

No movimento Body Positive, a proposta é fazer com que as pessoas vejam que há beleza nos perfis que não atendem aos padrões vigentes, e que agora o belo é ser diferente e ter características únicas.

Então, o exercício é passar a amar cada parte do seu corpo. Cada ruga, cada gordurinha, cada traço que faz de você uma pessoa única. Mas nós sabemos que o processo de autoaceitação não é nada fácil, por isso, separamos algumas dicas para você passar a enxergar beleza onde ainda não vê.

E para te ajudar, vamos listar algumas dicas para ajudar sua autoestima, confira! 

  • Não se compare com outras pessoas: cada pessoa tem um corpo diferente do seu, nunca será igual. Você e seu corpo são únicos! 
  • Dê atenção para as suas qualidades: todos nós temos qualidades, e isso nos torna quem nós somos, saber sobre elas, analisar e lembrar delas ajudará. 
  • Evite seguir perfis que não te confortem, ou que tragam esse padrão corporal: seguir perfis de personalidades que exaltam os padrões vigentes pode fazer mal para a sua autoestima. Então, evite essas páginas. Busque por aquelas que dão destaque à diversidade ou que façam com que você se sinta representado nas redes.

​Para deixar mais fácil sua busca por perfis que falem sobre o Body Positive e que podem te ajudar, vamos deixar alguns nomes que você pode buscar no Instagram. Veja! 

  • @Rayneon;
  • @Aclaratesche;
  • @Todebells;
  • @Jessicalopes;
  • @andressaosako; 
  • @Movimentocorpolivre; 
  • @Fluvialacerda.

___________________________
Por Anna Clara Tesche – Fala! Universidade Federal de Santa Maria

Tags mais acessadas