Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
São Paulo: O Penúltimo dia de Bienal

São Paulo: O Penúltimo dia de Bienal

Por: Daniel Fabra – Fala!Mack

Fernanda Montenegro, Ziraldo e Mário Sérgio Cortella marcaram presença na feira

Foto: Divulgação

O segundo sábado da 25ª Bienal do livro foi marcado pela presença de grandes autores e celebridades.  Às 11h, Mário Sérgio Cortella e Maurício de Sousa tiveram um bate papo sobre a troca de ideias e experiências que a coletividade proporciona, divulgando o livro “Vamos Pensar + Um Pouco?”.

Imagem: Divulgação

Com seu novo livro, Perguntas e Respostas, a atriz Larissa Manoela marcou presença no evento. Popular entre os mais jovens , Larissa tirou foto com seus fãs e fez uma sessão de autógrafos.

Foto: Amauri Nehn/Brazil News

A feira também contou com a presença de Ziraldo, que participou de uma sessão de autógrafos, divulgando sua nova coleção “Os meninos dos Planetas”.  O autor também divulgou, com Maurício de Sousa, a nova HQ da Turma da Mônica, com o Menino Maluquinho; “Mônica e Menino Maluquinho na Montanha Mágica”.

Ziraldo autografando livros de fãs. Foto: Daniel Fabra

A atriz Fernanda Montenegro também marcou presença na feira, conversando sobre sua vida e carreira. Com o livro Fernanda Montenegro – Itinerário Fotobiográfico, a atriz relembrou episódios marcantes de sua carreira, como sua indicação ao Oscar. A renomeada atriz esteve com um tom de despedida no bate-papo: “Não tem doença, mas é uma forma de despedida estar aqui hoje. Até quando eu vou ter fôlego? É uma plateia imensa, e, de repente, me vejo nela. Também não estou fazendo despedidas mórbidas. Mas é uma realidade”, diz.

Fernanda ainda compartilhou seus sentimentos no evento: “É um momento muito especial na minha vida. Tem gente da idade dos meus filhos, dos meus netos e até da minha idade. Jovens e meus velhinhos queridos”.

Fernanda Montenegro na Bienal. Foto: Eduardo Martins / AGNEWS

Rafael Cortez divulgou seu novo livro: “Rafael Cortez – Memórias de Zarabatanas”, que conta com textos escritos entre 2003 e 2018. O apresentador reuniu, em seu livro, textos escritos durante o período da infância, adolescência, bem como o período em que foi repórter do CQC. E, com muito bom humor, participou de uma sessão se autógrafos com fãs.

Rafael Cortez. (Foto: Daniel Fabra)

Entrando no ramo dos autores independentes, Gabriel Ferreira, pela Editora Chiado, também participou de uma sessão de autógrafos de seu livro “Aspirando e Expelindo”. A obra, que conta com diversas poesias breves, se aprofunda no existencialismo, remetendo à infância e adolescência do autor. Gabriel comenta sobre o significado de sua participação no evento: “Eu frequento a bienal há doze anos e tem sido muito bom estar aqui. Apesar da crise editorial, as empresas reduziram os preços dos livros, então tá valendo muito a pena!”, diz. “Para nós autores, essa feira é uma vitrine”. Gabriel relata que o contato físico entre o leitor e o autor é um fator primordial para a identificação com a obra. E, para ele, “não tem nada que substitua isso”.

Gabriel Ferreira. Foto: Arquivo Pessoal

 

0 Comentários

Tags mais acessadas