Home / Colunas / Resumo e Propostas dos Candidatos à Presidência 2018

Resumo e Propostas dos Candidatos à Presidência 2018

O perfil e as propostas divulgadas até agora dos principais candidatos à Presidência nas eleições 2018:

Marina Silva – Foto: Marcos Michael/VEJA

Presidente: Marina Silva – REDE
Vice: Eduardo Jorge – PV
Coligação: REDE e PV
Antigos Partidos: PT, PV, PSB
Nascimento: 08/02/1958
Cidade onde nasceu: Rio Branco – Acre
Histórico e feitos: Vereadora, Deputada, Senadora e Ministra do Meio Ambiente no governo Lula.
Formação Acadêmica: Formada em História pela Federal do Acre, com especialização em teoria psicanalítica na Universidade de Brasília (UnB), e outra em psicopedagogia na Universidade Católica de Brasília (UCB).
Escândalos: —
Principais propostas: Plano de retomada econômica centrado nos pilares de superávit primário, câmbio flutuante e regime de metas para inflação, além de autonomia operacional do Banco Central, e investimentos intensivos em inovação, ciência e tecnologia. Reinvenção da educação, “com ensino dinâmico, que atraia os estudantes com metodologias inovadoras e novas tecnologias”.  Revisão do sistema tributário sob as diretrizes: não-aumento da carga tributária; simplificação dos tributos; eliminação da regressividade; redução da taxação dos investimentos; justiça tributária; transparência e melhor repartição das receitas entre os entes federados. Fortalecimento do SUS, com abertura a uma prestação de serviços que combine órgãos públicos, privados e filantrópicos.
Patrimônio declarado: —

 

Jair Bolsonaro – Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Presidente: Jair Bolsonaro – PSL
Vice: Hamilton Mourão – PRTB
Coligação: PSL – PRTB
Antigos Partidos: PSL, PSC, PP, PFL, PTB , PPB, PPR, PP, PDC
Nascimento: 21/03/1955
Cidade onde nasceu: CAMPINAS / SP
Histórico e feitos: Capitão da Reserva do Exército e 7 vezes Deputado.
Formação Acadêmica: Formado na Academia Militar das Agulhas Negras, integrou a Brigada de Infantaria Paraquedista, onde se especializou em paraquedismo, e formou-se em educação física na Escola de Educação Física do Exército.
Escândalos: Em 2003, a parlamentar Maria do Rosário chamou Bolsonaro de estuprador, ao que ele respondeu que não a estupraria porque ela “não merece”, em uma discussão sobre maioridade penal durante entrevistas sobre o Caso Liana Friedenbach e Felipe Caffé, vulgo “Champinha”. Pela declaração, Bolsonaro foi condenado em primeira instância por danos morais em setembro de 2015.
Em abril de 2017, em um discurso no Clube Hebraica, na zona sul do Rio de Janeiro, o deputado federal disse que irá acabar com todas as terras indígenas e comunidades quilombolas do Brasil caso seja eleito em 2018. Ele também afirmou: “Eu fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem pra procriador ele serve mais. Mais de 1 bilhão de reais por ano é gastado com eles.” Por essa declaração, o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro moveu ação civil pública por danos morais coletivos a comunidades quilombolas e à população negra contra Bolsonaro.
Principais propostas: Acabar com o Ministério das Cidades e dar dinheiro direto para as prefeituras, para reduzir riscos de corrupção. Fusão dos ministérios da agricultura com o meio ambiente e fim do ministério da Segurança Pública, que voltaria a ter status de secretaria, no âmbito do Ministério da Justiça. “Redefinição” dos direitos humanos, em que o ministério funcionaria como secretaria, e agiria com uma orientação mais voltada à defesa de policiais. Endurecimento com as relações comerciais com a China e, aumento da parceria com Israel. Esforço para aprovar no Congresso o dispositivo do “excludente de ilicitude”, que daria cobertura legal a ações de militares em combate contra o crime. Esforço para aprovar no congresso a redução da maioridade penal para 16 anos. Flexibilizar o Estatuto do Desarmamento e facilitar o porte de arma para o cidadão. Levar o modelo de escolas militares de sucesso no Brasil para toda a rede de educação pública do País.  Manutenção do tripé macroeconômico (com regime de meta fiscal e de inflação, com câmbio flutuante) e simplificação tributária rumo a um imposto único federal.
Patrimônio declarado:  R$ 2,3 milhões

 

Geraldo Alckmin – Foto: Adriana Spaca /Brasil Press Photo / LatinContent/Getty Images


Presidente: Geraldo Alckmin – PSDB
Vice: Ana Amélia – PP
Coligação: PSDB – PP – PTB – PSD – SD – PRB – DEM – PPS – PR
Antigos Partidos: PMDB
Nascimento:  07/11/1952
Cidade onde nasceu: Pindamonhangaba SP
Histórico e feitos: Prefeito, Deputado, 3x Governador
Formação Acadêmica: Formado em Medicina pela Universidade de Taubaté, com especialização em anestesiologia pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual.
Escândalos: Seu governo em São Paulo é investigado pelo “merendão”, um esquema de desvio de recursos da merenda escolar para financiar campanhas políticas do PSDB. Alckmin também foi acusado por delatores da Operação Lava-Jato de ter recebido contribuição de campanha não contabilizada por meio do cunhado, além de ter dado, em seus mandatos em São Paulo, sustentação ao modelo de aliança com empreiteiras que resultou na Lava Jato.
Principais propostas: Pretende criar uma Guarda Nacional, formada por homens que encerrarem o serviço militar obrigatório e não seguirem a carreira, e uma central de inteligência que reúna informações de todos os órgãos públicos. Propõe aumentar o tempo máximo de internação de menores infratores de três para até oito anos. Defende flexibilizar o Estatuto do Desarmamento, para pedir a posse de armas em áreas rurais. Promete incrementar o Bolsa Família e adotar políticas voltadas para os negros e índios, além de estabelecer um pacto nacional voltado para a redução da violência contra idosos, mulheres e o público LGBTI. Também promete zerar o déficit primário até 2020, atraindo capital externo, reduzindo isenções tributárias e aumentando os impostos sobre os mais ricos. Investimento nas regiões Norte e Nordeste do país, abertura do País ao comércio exterior e prioridade nos investimentos em infraestrutura através de parcerias com o setor privado.
Patrimônio declarado: R$ 1,4 milhão

 

Henrique Meirelles – Foto: Gabriel Reis

Presidente: Henrique Meirelles – MDB
Vice: Germano Rigotto – MDB
Coligação: MDB – PHS
Antigos Partidos: PSDB, PSD
Nascimento: 31/08/1945
Cidade onde nasceu: Anápolis – GO
Histórico e feitos: Foi presidente mundial do BankBoston na década de 90. Presidente do Banco Central no Governo Lula e Ministro da Fazenda no Governo Temer.
Formação Acadêmica: Cursou engenharia civil na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Concluiu um MBA pelo Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro(COPPEAD).
Escândalos: Tem um passado de ligação muito forte a banqueiros e empresários como Joesley Batista, investigado pela Lava Jato.
Principais propostas: Investidas variadas em uma economia forte, como aprovar a Reforma da Previdência, reduzir gastos públicos e controlar a inflação. Capitalizar a Caixa sem recursos do FGTS, criação do “cartão da família” para complementar o Bolsa Família. Cartão com recurso e crédito para os beneficiários do programa; Criação de um programa de infraestrutura chamado “Brasil Integrado” para reduzir distâncias e melhorar o transporte no país; Programa “Pró-Infância” para destinar vagas em creches particulares para famílias que recebem o Bolsa Família; Programa “Brasil Seguro e Forte” na área de segurança pública, com “cooperação intensiva de inteligência” com os estados.
Patrimônio declarado: —

 

Fernando Haddad – Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters

Presidente: Fernando Haddad – PT
Vice: Manuela D’Ávila – PCdoB
Coligação:  PT – PCdoB – Pros – PCO.
Antigos Partidos: —
Nascimento: 25/01/1963
Cidade onde nasceu: São Paulo – SP
Histórico e feitos: Ex-prefeito de São Paulo, ex- Ministro dos Governos Lula e Dilma, e professor da Universidade de São Paulo.
Formação Acadêmica:  Formado em direito, fez mestrado em Economia e doutorou-se em Filosofia pela Universidade de São Paulo.
Escândalos: —
Principais propostas: Ampliar o programa de investimentos públicos, fortalecer os bancos e empresas públicas e a exploração de petróleo do pré-sal, e enfrentar um “referendo revogatório” de medidas adotadas pelo governo de Michel Temer (MDB), como a Reforma da Previdência e a Reforma Tributária.
Patrimônio declarado: R$ 452 mil

 

Ciro Gomes – Foto: Reprodução GGN

Presidente: Ciro Gomes – PDT
Vice: Kátia Abreu – PDT
Coligação: PDT e Avante
Antigos Partidos: —
Nascimento: 06/11/1957
Cidade onde nasceu: Pindamonhangaba /SP
Histórico e feitos: Deputado, Prefeito, Governador do Ceará e ministro dos governos de Itamar Franco e Lula.
Formação Acadêmica: Formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará
Escândalos: Ex-marido da atriz Patrícia Pillar, Ciro Gomes protagonizou um episódio controverso na campanha presidencial de 2002. Respondendo a um jornalista que perguntava sobre o papel e a possível exploração da imagem de sua esposa (convalescente de um câncer) na sua campanha, declarou que o papel de sua ex-esposa era dos “mais importantes”, pois seria o de “dormir com ele”. Em 2013, Ciro Gomes bateu boca com manifestantes em frente a casa de seu irmão, Cid Gomes, também político.
Principais propostas: Revisão da Reforma da Previdência, adotando um novo modelo de aposentadorias, baseado em capitalização. Plebiscito para revogar a Reforma Trabalhista. Revogação da medida de Teto de Gastos Públicos. Defende a tributação sobre dividendos e lucros de acionistas, aumento do imposto sobre heranças de 8 para 24% e corte de 15% nas isenções tributárias, com exceção da Zona Franca de Manaus. Pretende criar mecanismos para fortalecer a geração de empregos nas áreas da construção civil, serviços e comércio a fim de alavancar a economia brasileira. Interferência nos juros dos bancos públicos para baixar o custo do investimento no país. Atuação do governo federal em “limpar” o nome dos brasileiros endividados no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).
Patrimônio declarado: R$ 1,7 milhão

 

João  Amoêdo.

Presidente: João Amoêdo – NOVO
Vice: Christian Lohbauer – NOVO
Coligação: NOVO
Antigos Partidos: —
Nascimento: 22/10/ 1962
Cidade onde nasceu: Rio de Janeiro – RJ
Histórico e feitos: Empresário carioca, foi vice-presidente do Unibanco e posteriormente integrou o conselho do Itaú-BBA. Também foi colunista do jornal Folha de S.Paulo.
Formação Acadêmica: Engenharia (UFRJ) e Administração de Empresas (PUC-Rio)
Escândalos: —
Principais propostas: Defende a privatização da Petrobras, Banco do Brasil e Caixa. É simpático ao programa Bolsa Família, a favor da Reforma da Previdência e da Reforma Trabalhista, aprovada pelo governo Temer, apesar de achar que pode ser melhorada. Quando se trata de segurança pública, é a favor da revisão do Estatuto do Desarmamento, visando o direito do cidadão se armar. Vê o congelamento dos gastos públicos de maneira positiva e  defende a simplificação de tributos.
Patrimônio declarado: R$ 425 milhões

 

Guilherme Boulos – Foto: Reprodução

Presidente: Guilherme Boulos – PSOL
Vice: Sônia Guajajara – PSOL
Coligação: Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e PCB
Antigos Partidos: —
Nascimento: 19/06/1982 (36 anos)
Cidade onde nasceu: São Paulo – São Paulo
Histórico e feitos: Líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), é o candidato à Presidência mais jovem da história.
Formação Acadêmica:  Graduação em filosofia, na Universidade de São Paulo, especialização em psicologia clínica pela PUC/SP e mestrado em psiquiatria pela USP.
Escândalos: Em janeiro de 2017, Boulos foi preso acusado de cometer desobediência judicial, incitação à violência, e por ter lançado rojões contra a Polícia Militar durante a ação de reintegração de posse de um terreno no distrito de São Mateus. Foi solto na noite do mesmo dia.
Principais propostas: Pacote de medidas emergenciais para recuperar o emprego e a renda, em que o governo usaria suas reservas internacionais e o compulsório dos bancos (dinheiro, na verdade, dos correntistas) para fazer investimentos públicos que movimentem a economia. Redução drástica da taxa de juros e controle estatal de câmbio e capitais. Ampliação do crédito para a população com menor renda e pequenos empreendedores, possivelmente por meio de bancos públicos. Reestatização de “setores estratégicos” (telefonia, energia, abastecimento de água e mineração). E a revogação de todas as reformas do governo Temer: a PEC do Teto de Gastos Públicos, a reforma trabalhista, a lei das terceirizações e a reforma da Previdência (caso venha a ser aprovada). Fortes investimentos sociais. A Lei de Responsabilidade Fiscal também seria revogada para permitir que o Estado fizesse mais investimentos.
Patrimônio declarado: R$ 15 mil

 

Confira também

Unicórnios: onde começou essa moda?

Os Unicórnios dominaram tudo, deixando para trás os flamingos e os abacaxis. Hoje em dia ...

2 Coment.

  1. Vera Lúcia Alves Martins

    REVOGAR A LRF?!? Boulos já disse a que veio… lamentável!

  2. Cristina Jensen

    Todos pintam muito mal a imagem de Bolsonaro..,a vdd sobre o escândalo entre Bolsonaro e Maria do Rosário é que ele se referiu a ela dizendo que ;não a estupraria pq ela não merece.
    Ele disse isso pq realmente nenhuma mulher merece!,e tb pq ela estava defendendo um estuprador,só pq ele é de menor!!tb acho q independente da idade um crime é um crime!!e até msm uma criança tem consciência de suas ações. Em fim,na minha opinião ele seria estuprador se dissesse q ela merece,ou se estivesse defendendo o estuprador.
    E sobre as propostas de educação dele,eu moro no Japão e o sistema das escolas aqui são bem disciplinado,como td aqui é!
    E por isso as coisas funcionam aqui,apesar de claro nada ser perfeito…pq infelizmente nada é perfeito,o custo d vida aqui é bem caro e os impostos são altos muita coisa p pagar,seguro obrigatório aposentadoria q é em média de 17%do nosso salário entre outros seguros,d carro etc…q é d 400 a 500reais…cigarro caro tb,20reais e cada vez sobe mais os juros,e hoje em dia não é nada fácil guardar dinheiro aqui… mas msm assim tds temos condições de ter uma vida de classe média,e pelo menos ninguém passa fome e nem vontade!!claro contanto que trabalhe direito,só não trabalha quem não que!pq emprego tem!
    Ou seja o que o Brasil precisa é de disciplina ordem e progresso!e ele é capaz de colocar ordem nesse país!
    Não fica com hipocrisia fazendo promessas e promessas que não vai poder cumprir,ele fala a real doa a quem doer…e é por isso que ele deveria ganhar! Todos políticos até hoje fizeram 1000 promessas e ninguém cumpriu até hoje,só bagunçaram o Brasil e pioraram a situação do país! Tá na hora de botar ordem nesse país!! E a ajuda do governo, Proteção social aqui no Japão é para as pessoas que não tem condições de trabalhar por causas de doenças, mães solteiras etc… no caso de doenças e não ter condições e precisar de tratamentos caros ou cirurgia e etc,a ajuda cobre tds as dispesas hospitalares! Para isso tem td um processo é claro,eles faz visita em casa p ver se vc não tem bens valiosos ,tem que fzr declarações de bens é claro q não pode ter bens,além do necessário é claro! Coisas pessoais não conta,como tv som móveis e carro!!coisas q não dá para desfazer pq são útil no dia dia, e tds temos. Enfim é isso!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *