Veja 5 momentos marcantes do esporte
Menu & Busca
Veja 5 momentos marcantes do esporte

Veja 5 momentos marcantes do esporte

Home > Notícias > Esporte > Veja 5 momentos marcantes do esporte

Não é novidade que o esporte mexe com o coração de muitas pessoas, seja desde o mais novo que sonha em ser jogador de futebol, ou do senhor mais velho que ama automobilismo. Então, vamos contar um pouco sobre 5 momentos marcantes da historia do esporte.

esporte
A morte de Ayrton Senna foi um dos momentos mais marcantes e tristes do esporte. | Foto: Reprodução.

Momentos marcantes do esporte

1 – O penta da Copa do Mundo 

Este foi um dia marcante, não só para mim, mas para muitos amantes do futebol. Trata-se do último título da seleção mais vitoriosa da copa, ironia ou não, batendo os alemães. Quem diria que, 12 anos depois, viria o fatídico 7 a 1.

Com um time racheado de estrelas, como Ronaldo, Ronaldinho, Kaká, Roberto Carlos, Adriano, Cafú e companhia, se daria o último campeonato de grande expressão da nossa seleção. Na época, com 4 anos, só ouvia falar da seleção do tetra, mas a de 2002, por muitos, é até hoje a seleção do futebol da arte, da resenha, da alegria e das jogadas plásticas.

A seleção que marcou até hoje por suas jogadas de efeito, números de craques em um só time e, é claro, o tão esperado título, mas, acima disso, o título que nos deu o rótulo de país do futebol.

2 – Maradona e “Las Manos de Dios”

Um ícone para muitos, o maior argentino de todos os tempos, o jogador mais midiático de sua época, entre altos e baixos e extracampo envolvendo dependência química, acusação de estupro e diversas outras situações. Não podemos negar que Diego Armando Maradona era um gênio quando se tratava de rolar “la pelota”. 

Então, vamos para o ano de 1986. No auge de sua carreira, Maradona foi visto por muitos como o homem que ganhou sozinho uma copa do mundo. A partida aconteceu pelas quartas de final da Copa do Mundo em 1986, no México. 

Logo no inicio do segundo tempo, Maradona saiu em disparada, driblando os zagueiro da seleção Inglesa quando a bola sobrou no alto. Apesar da enorme diferença de altura a dividida foi um tanto quanto estranha, exatamente naquele momento aconteceu a tão histórica “Las Manos de Dios”! Por conta das rivalidades, muitos não colocam “Las Manos de Dios” como algo histórico no futebol, porém esse lance vai muito além de um simples campeonato de futebol.

Ao final da partida, Maradona polemizou ao falar sobre o ocorrido: “marquei um pouco com a cabeça e um pouco com a mão de Deus”, polemizou o craque. Mas o que poucos sabem é que, para os argentinos, isso se tratou de uma redenção sobre os ingleses, mas o que tem de ligação entre os ingleses e os argentinos?

Acontece que, no ano de 1982, ocorreu um conflito armado denominado Guerra das Malvinas, conflito que teve início no dia 2 de abril de 1982 e se encerrou em 14 de junho do mesmo ano, guerra que ocorreu entre Reino Unido e Argentina na Ilha das Malvinas e teve como vencedor o Reino Unido. Este decretou, assim, a vitória dos Europeus sobre os sul-americanos. Quatro anos depois, Maradona eliminou os ingleses e se tornaria campeão da Copa do Mundo com essa tão sonhada redenção.

3 – A morte de Ayrton Senna 

Ayrton Senna começou sua carreira em meados de 1973, ganhando 3 títulos, sendo considerado o melhor piloto de todos os tempos por muitos, embora não tenha o mesmo número de títulos que Frost e Schumacher. O fato é que, na época, Pelé e Senna eram visto como heróis para o povo brasileiro, ambos vitoriosos e conhecidos mundialmente. Mas o que ninguém jamais imaginaria acontecer aconteceu. 

No dia 1º de maio de 1994, na Itália, no grande prêmio, a tão famosa curva do “S” fez com que Senna perdesse o controle e se chocasse diretamente contra uma parede de concreto, onde a velocidade era tão alta que o carro só parou metros do local. E, assim, ocorreu, naquele dia infeliz, a morte do maior piloto de Fórmula 1 da história.

4 – Muhammad Ali e o ” Golpe Fantasma” 

Considerado por muitos o maior lutador da história, dono do bordão “Voe como uma borboleta e ferroe como uma abelha”, Cassius Clay ou Muhammad Ali precisou de apenas 2 minutos e 12 segundos para bater Sony Liston em pleno ringue dos Estados Unidos, no dia 25 de maio de 1965, na frente de 2.434 espectadores. Ali nocauteou Liston com um golpe, que muitos juraram não terem visto. 

Conhecido por ser provocador, Ali chegou a declarar a uma repórter: “Vai ser uma luta curta. Só vou recuar e Liston vai me perseguir. De repente, vou soltar um contragolpe e BAM! A luta vai acabar”. O que de fato ocorreu, porém a luta foi disputada em um clima tenso, já que o líder Malcon X foi assassinado 3 meses antes, e alguns integrantes do grupo Nação Islã, o qual Ali fazia parte, acabaram presos por serem supostos assassinos ou terem ligações com o crime.

5 – O tetracampeonato

Em 1994, nos Estados Unidos, a seleção montada por Parreira contava com craques como Tafarel, Cafú, Dunga, Raí, Zetti, Ronaldo Fenômeno, porém a dupla que encantou foi Romário e Bebeto. Inspirados e no auge de suas carreiras, os dois dividiram o protagonismo da conquista, tendo Romário como o melhor jogador da copa, com 5 gols, e Bebeto com 3, totalizando 8 gols.

Ao todo, a seleção de Parreira marcou 11 gols nessa edição, os dois com o número de 72% dos gols anotados pela seleção na Copa. Fazendo com que Galvão Bueno e Pelé, nada mais que o maior jogador que já existiu, protagonizassem abraçados, ao vivo e em rede nacional, os icônicos gritos “Acabou! Acabou! É tetra, é tetra” – narração histórica de Galvão Bueno. Sem dúvidas, dois dos momentos mais marcantes da história do futebol e do esporte.

_________________________
Por Artur Takeda – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas