Tudo sobre os jornalistas vencedores do Prêmio Nobel da Paz de 2021
Menu & Busca
Tudo sobre os jornalistas vencedores do Prêmio Nobel da Paz de 2021

Tudo sobre os jornalistas vencedores do Prêmio Nobel da Paz de 2021

Home > Notícias > Política > Tudo sobre os jornalistas vencedores do Prêmio Nobel da Paz de 2021

Os jornalistas Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia, ganharam o reconhecimento de seus trabalhos em luta pela defesa da liberdade de expressão e foram escolhidos pelo Comitê Norueguês, em Oslo, como os ganhadores do Prêmio Nobel da Paz deste ano. A presidenta da instituição declarou que “o jornalismo livre, independente e baseado em fatos serve para proteger contra o abuso de poder, a mentira e a propaganda de guerra”. 

Este ano, o Prêmio Nobel da Paz vai para dois jornalistas.
Este ano, o Prêmio Nobel da Paz vai para dois jornalistas. | Foto: Reprodução.

Maria Ressa e Dmitry Muratov, ganhadores do Prêmio Nobel da Paz 2021

Como vencedores, entre as 329 candidaturas para a premiação, os jornalistas receberão o valor de 10 milhões de coroas suecas, que são equivalentes a mais de 6 milhões de reais. É a primeira vez que profissionais dessa área são premiados, desde que o jornalista alemão Carl von Ossietzky conquistou o prêmio no ano de 1935, por fazer revelações sobre um sistema secreto de rearmamento na Alemanha após a Primeira Guerra Mundial. 

A senhora Ressa e o senhor Muratov representam todos os jornalistas que defendem estes ideais num mundo onde a democracia e a liberdade de imprensa enfrentam condições cada vez mais adversas.

acrescentou Berit Reiss-Andersen, presidenta do comitê. 

Maria Ressa é uma das fundadoras do site de notícias filipino Rappler, criado em 2012,  que se popularizou por expor denúncias de violações de direitos humanos no governo do presidente do país, Rodrigo Duterte, durante a intitulada “guerra contra às drogas”. 

Já Dmitry Muratov é cofundador e redator-chefe do jornal independente russo Novaya Gazeta, defendendo durante décadas a liberdade de expressão no país, mesmo em condições desafiadoras, realizando matérias investigativas que retratavam os abusos de poder e a corrupção no governo do presidente Vladimir Putin, onde quatro jornalistas que atuavam no jornal foram assassinados após suas participações nessa reportagem.  

O diretor do jornal ainda realizou uma declaração à Agência Tass, na qual dedicou o prêmio aos colegas de profissão que foram mortos: “Não posso me atribuir o mérito deste prêmio. É mérito da Novaya Gazeta. É para aqueles que morreram defendendo o direito das pessoas à liberdade de expressão”.

Prêmio entregue aos ganhadores.
Prêmio entregue aos ganhadores. | Foto: Reprodução.

A cerimônia de entrega dos prêmios será em Oslo no dia 10 de dezembro, data que marca a morte de Alfred Nobel. Os organizadores do evento ainda não divulgaram muitas informações de como será realizada a premiação, devido a possíveis restrições em decorrência da pandemia de Covid-19. O comitê ainda completou dizendo que “sem liberdade de expressão e de imprensa, será difícil promover com sucesso a fraternidade entre as nações, o desarmamento e uma ordem mundial melhor para ter sucesso em nosso tempo”.

___________________________________________________

Por Glícia Santos – Fala! Cásper

Tags mais acessadas