Tudo sobre o coronel Thomas Moore, o mais novo cavaleiro inglês
Menu & Busca
Tudo sobre o coronel Thomas Moore, o mais novo cavaleiro inglês

Tudo sobre o coronel Thomas Moore, o mais novo cavaleiro inglês

Home > Notícias > Urbano > Tudo sobre o coronel Thomas Moore, o mais novo cavaleiro inglês

No último dia 17 (sexta-feira), a rainha Elizabeth II nomeou o mais novo cavaleiro inglês, o centenário Thomas “Tom” Moore, em uma cerimônia no Castelo Windsor.

Ele ganhou destaque durante a pandemia após arrecadar 33 milhões de libras (o equivalente a 220 milhões de reais) para o sistema de saúde pública de seu país, o National Health Service (NHS), por meio de um desafio inusitado que conquistou o coração do Reino Unido.

Thomas Moore
Rainha Elizabeth II nomeando o novo cavaleiro inglês, Thomas Moore. | Foto: Reprodução.

Thomas Moore e o combate ao coronavírus

Tudo começou quando, em abril deste ano, Thomas estabeleceu a meta de caminhar, com seu andador, cem vezes os vinte e cinco metros de seu quintal a fim de levantar fundos para apoiar o sistema de saúde pública no combate ao coronavírus.

Há dois anos, Tom sofreu um acidente e fraturou o quadril, mas depois recebeu um “magnífico” tratamento do NHS, o qual é “eternamente grato”, conforme descreveu, e esse esforço seria uma oportunidade para retribuir aos profissionais de saúde.

Sua filha divulgou a campanha nos jornais locais e não demorou muito até que o esforço de Tom chamasse atenção por todas as redes sociais. O objetivo inicial da arrecadação era de mil libras. Ele disse a BBC News que os médicos e enfermeiros “merecem cada centavo” e, mesmo depois de atingir a meta, não parou de caminhar.

O primeiro ministro britânico, Boris Johnson, reconheceu seus esforços e recomendou à rainha de Inglaterra que nomeasse Thomas cavaleiro. “A fantástica arrecadação de fundos do Coronel Tom quebrou recordes, trouxe uma inspiração para o país inteiro e nos deu uma luz em meio ao nevoeiro do coronavírus”, ele pronunciou em uma coletiva de imprensa.

Quem é o mais novo cavaleiro inglês?

Thomas Moore nasceu em Keithley, um vilarejo em Yorkshire, na Inglaterra, e completou 100 anos no dia 30 de abril. Entre 1939 e 1946, trabalhou para o serviço militar britânico e serviu na 2ª Guerra Mundial, atuando na Guerra da Birmânia, na Ásia. Hoje, Tom vive em Bedfordshire com sua filha, genro e netos.

“Na minha época, as pessoas da minha idade estavam lutando na linha de frente e a população nos dava todo o apoio”, ele lembrou do período em que serviu na Guerra em uma entrevista ao The New York Times. “Nessa situação, os doutores, enfermeiros e toda a equipe médica são a linha de frente. Cabe à minha geração apoiá-los, assim como nós fomos.”.

Tom definitivamente é uma das pessoas mais populares na Inglaterra no momento. Em seu aniversário, ele recebeu mais de 200.000 cartões e foi homenageado com um voo especial da Força Aérea Real, além de ser nomeado coronel honorário pela Army Foundation College.

O serviço postal britânico criou um selo em sua homenagem também. No rádio, Thomas regravou a música You’ll Never Walk Alone, de Rodgers & Hammerstein, junto ao cantor inglês Michael Ball e o coral do NHS para impulsionar as doações e alcançou o topo das paradas britânicas.

Para o futuro, ele pretende lançar dois livros: uma autobiografia chamada Tomorrow Will Be a Good Day (Amanhã Será um Bom Dia) e um livro infantil com imagens. Os lucros serão destinados para a recentemente formada Captain Tom Foundation, fundo de arrecadações em nome do cavaleiro com o objetivo de combater a solidão e apoiar clínicas de tratamento para doentes terminais, causas que a família de Thomas declarou se identificar.

___________________________
Por Luana Reis – Fala! UFRJ

Tags mais acessadas