Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Transar no frio: Características e dicas para melhorar o momento

Transar no frio: Características e dicas para melhorar o momento

Preguiça de apimentar o clima durante o frio? O sexólogo Fernando Baptista, membro da Associação Brasileira de Terapia Familiar e terapeuta sexual há cinco anos explica quais são as vantagens de transar no inverno e as implicações que o clima pode trazer ao momento.

como transar no frio
Sexo no frio – confira como melhorar o desempenho do casal

Quando a temperatura cai, os órgãos genitais são afetados por essa mudança, o pênis tende a ficar menor e a vagina menos lubrificada. Essas alterações podem fazer com que o homem fique mais inseguro e que a mulher sinta algum desconforto na hora da penetração, o quadro desagradável pode aparecer nas relações hétero ou homossexuais.

Uma em cada duas mulheres brasileiras sente que seu desejo sexual não é tão intenso quanto ela gostaria, não fica tão excitada quanto esperava ou enfrenta dificuldades para chegar ao orgasmo. Conheça  o único produto capaz de regular seu corpo de forma natural, além de trazer à tona o prazer que tanto te falta: Gold Woman pode mudar sua vida sexual e acabar com a dificuldade de atingir orgasmos.

Aumente sua Libido

Embora o corpo dê alguns sinais que podem interferir na relação sexual, o inverno proporciona mais intimidade e proximidade, fatores de extrema importância para satisfação na cama. O sexo melhora a autoestima, humor e o empenho em outras atividades do dia a dia. Por isso é bem-vindo para aquecer o corpo e a relação. A maior intimidade pode aumentar ainda mais a satisfação em estar com o parceiro (a).

Um levantamento sobre transtorno afetivo sazonal, realizado pela Universidade de Harvard, apontou que no clima frio as pessoas tendem a ficar desestimuladas nos mais diversos aspectos, inclusive sexualmente. Para amenizar as reações nesse sentido, indica-se a prática de esportes, que podem até mesmo aumentar a libido, meditação e, em alguns casos, realização de viagens onde as temperaturas estejam um pouco mais altas.

Por fim, o sexólogo indicou que como a atividade sexual exige um gasto energético considerável e o frio diminui o metabolismo, recomenda-se um consumo de água maior que o comum para manter o corpo em equilíbrio hídrico.

_____________________
Por Gabrielle Souza

0 Comentários

Tags mais acessadas