Time Brasil tem ajustes finais para as Olimpíadas Tóquio 2021
Menu & Busca
Time Brasil tem ajustes finais para as Olimpíadas Tóquio 2021

Time Brasil tem ajustes finais para as Olimpíadas Tóquio 2021

Home > Notícias > Esporte > Time Brasil tem ajustes finais para as Olimpíadas Tóquio 2021

Depois de mais um ano de espera por conta da pandemia, atletas brasileiros se preparam para as Olimpíadas em julho

Depois de ser adiada por um ano por conta da pandemia do coronavírus, as Olimpíadas de Tóquio 2021 finalmente estão com contagem regressiva para começar. Faltando pouco menos de um mês, a cerimônia de abertura será no dia 23 de julho na capital do Japão e irá até 8 de agosto.

Os jogos olímpicos envolvem cerca de 11 mil atletas de 205 países, e o país sede já tem adotado medidas de segurança contra a Covid-19. As fronteiras serão fechadas para o público do exterior, enquanto, a princípio, os torcedores locais serão permitidos a assistir aos jogos. Além disso, os atletas serão testados para o vírus quando chegarem ao Japão e diariamente durante os jogos, e serão mantidos em bolhas, evitando aglomerações maiores.

olimpíadas
Time Brasil tem ajustes finais para as Olimpíadas Tóquio 2021. | Foto: Alexandre Loureiro.

Time brasileiro nas Olimpíadas

Até então, o Brasil já tem 278 atletas classificados e confirmados para disputar as modalidades inclusas nas Olimpíadas. A expectativa é que o Time Brasil tenha entre 280 e 300 atletas e quase 700 pessoas delegadas. As vagas das categorias em questão vêm sendo preenchidas desde 2019, quando o evento ainda estava previsto para ser realizado em 2020, e serão concluídas até a primeira semana de julho. O prazo de obtenção de índices olímpicos no atletismo, por exemplo, terminará ainda nesta última semana de junho, enquanto já estão sendo divulgadas as últimas listas com os participantes das categorias faltantes, como a lista oficial da seleção masculina de futebol e a seleção feminina de vôlei.

A pandemia, certamente, foi um impasse para os atletas brasileiros que tiveram seus treinos afetados devido às circunstâncias do vírus. De acordo com uma pesquisa feita pelo UOL com 100 atletas das diversas modalidades que irão participar das Olimpíadas, mais de 60% afirmam que ficou sem treinar durante a pandemia desde março do ano passado, e alguns acreditam que isso alterou seu nível técnico. Muitos tiveram que improvisar seus treinos e aparelhos dentro de casa por conta do isolamento social.

Outro dado coletado diz que um em cada três atletas já teve a Covid. Toda essa situação fez com que o rendimento da maioria caísse e o preparo não tenha sido o esperado para a competição, entretanto, grande parte dos atletas entrevistados defende que o evento ainda deve acontecer em julho deste ano, sem novos adiamentos.

Nesses momentos finais, os que já foram classificados para competir cada um em sua modalidade estão se preparando fisicamente, e se organizam para viajar para Tóquio já nas próximas semanas. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) já enviou representantes brasileiros para a montagem das estruturas de bases de apoio ao Time Brasil nos próximos dias, além de encaminhar os materiais e equipamentos necessários para todas as categorias esportivas participantes das Olimpíadas. A primeira equipe que viajará para o Japão será a canoagem slalom, no dia 6 de julho.

____________________________________
Por Giovanna Carvalho – Fala! Mack

Tags mais acessadas