Startup criada por colegas de infância ajuda caminhoneiros a se digitalizarem
Menu & Busca
Startup criada por colegas de infância ajuda caminhoneiros a se digitalizarem

Startup criada por colegas de infância ajuda caminhoneiros a se digitalizarem

Home > Notícias > Urbano > Startup criada por colegas de infância ajuda caminhoneiros a se digitalizarem

Fundadores do Rodoclube, Matheus Chiquito e Rodrigo Schnor, unificaram a comunicação entre caminhoneiros e o setor de transporte

O setor de transporte no Brasil é um dos mais importantes e promissores nos mais diversos segmentos da indústria: vestuário, alimentício, farmacêutico e outros. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a frota brasileira de caminhões é de 1,941 milhão de unidades. Do total, cerca de 703 mil veículos são de caminhoneiros autônomos.

Rodoclube
Matheus Chiquito e Rodrigo Schnor, fundadores do Rodoclube. | Foto: Acervo Pessoal .

Atentos às necessidades do mercado atual, os amigos Matheus Chiquito e Rodrigo Schnor fundaram um aplicativo para caminhoneiros. Por meio da startup Rodoclube, unificaram a comunicação entre o caminhoneiro e o ecossistema de transporte em um só canal. Com o aplicativo, é possível fazer o controle de documentação, carga e descarga, roteirização de destinos e muito mais.

Amigos de infância, sócios nos negócios

A amizade entre Matheus e Rodrigo começou cedo, ainda na infância, na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo. Ambos cultivaram o interesse em criar algo importante para o mercado, que trouxesse facilitações e soluções para as necessidades das pessoas.

Matheus Chiquito formou-se em Ciências Econômicas pela Faculdade de Campinas (FACAMP) e especializou-se em Mercado Financeiro pela Saint Paul de São Paulo. “Economia é útil porque independente de exercer ou não a profissão, é uma conhecimento válido para múltiplas áreas. Desde pequeno tenho facilidade com números e ao mesmo tempo sou um curioso da história. Foi essa união entre humanas e exatas que me fez escolher o curso”, diz Chiquito.

Rodrigo Schnor trilhou caminho na área criativa e concluiu o curso de Publicidade pela FACAMP e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Sou apaixonado por marcas que conseguem formar clientes defensores da marca, como Harley Davidson, Apple e Mcdonalds. e No Rodoclube não é diferente. Em nossa startup, o caminhoneiro é o protagonista da história. Nosso objetivo é tornar esse estilo de vida digno e fazer com que o dinheiro do motorista de caminhão valha mais”, afirma Schnor.

startup Rodoclube
Matheus Chiquito e Rodrigo Schnor, desenvolvedores do Rodoclube. | Foto: Acervo Pessoal,

Os amigos Chiquito e Schnor tornaram-se sócios após a faculdade. Antes, tentaram seguir carreira solo em outras áreas, mas juntos perceberam que tinham potencial para unificar a comunicação entre os caminhoneiros e o setor de transportes. “O mercado de transportes e o setor de logística estão em processo de transformação digital, e nós queremos ser o vetor dessa mudança dentro do caminhão, auxiliando o caminhoneiro a não ser apenas o motorista, mas dono de um negócio lucrativo e com boas condições de trabalho”, diz Chiquito.

O início da startup Rodoclube

Devido à infância vivida no interior, os sócios Matheus Chiquito e Rodrigo Schnor perceberam que tinham um envolvimento com o setor de transportes que poderia servir de inspiração para suas vidas profissionais. O bisavô de Rodrigo Schnor era caminhoneiro, e o avô foi precursor de uma logística pequena de frigorífico que, com o tempo, cresceu e virou uma transportadora.

Depois de especializar-se em gestão empresarial, Schnor sentiu-se confiante para empreender na área. “Chamei o Matheus para atendermos uma necessidade dos caminhoneiros por meio da tecnologia. Foi uma maneira de seguir os passos de nossas famílias, porém em outra linguagem. Daí nasceu o Rodoclube”, conta Schnor.

Quando a ideia surgiu, Chiquito estava trabalhando no gerenciamento financeiro de diversas empresas, administrando o fluxo de caixa e elaborando estratégias para reduzir custos. Dentre seus clientes, havia uma grande transportadora. “A partir dessa oportunidade no setor de transportes, pude entender melhor sobre a profissão de motorista de caminhão e a importância para a geração de valor para o mercado”, diz Chiquito.

O aplicativo para caminhoneiros

A startup Rodoclube foi fundada no início de 2020 e possui um aplicativo especializado em motoristas de caminhão e transporte. Ele funciona como um canal unificado de comunicação, que visa ser a ponte entre os caminhoneiros e o ecossistema de transporte.

O aplicativo para caminhoneiros e o portal on-line de serviços para as transportadores está na fase de lançamento. “Passamos os últimos meses conhecendo mais sobre a vida dos caminhoneiros e das transportadoras e temos uma solução que traz benefícios financeiros e eficiência operacional para os dois lados”, diz Chiquito.

Para não perderem nenhum detalhe da dinâmica que ocorre no mercado de transportes, os fundadores da startup Rodoclube, Chiquito e Schnor, convidaram o empresário Sergio Costa Faria, Co-Founder e atual CEO da startup Rodoclube. “Nosso conhecimento do mercado de transportes e nossa vivência do setor precisavam de uma pessoa forte e com conquistas relevantes no setor de tecnologia. Alguém capacitado para coordenar nosso projeto no âmbito tecnológico”, conta Chiquito. Foi assim que surgiu a ideia de convidar um nome importante da área.

Sergio Costa Faria é um dos fundadores da BRPlay, startup que foi vendida para o UOL, atualmente conhecida como PagSeguro, uma das líderes nacionais em máquinas de cartão, vendas on-line e conta digital. Além de Faria, os jovens empreendedores receberam mentoria de João Risoleo, Co-Founder da U.Mode.

A startup Rodoclube está em fase de captação de recursos com o intuito de acelerar o processo de desenvolvimento comercial e tecnológico. “Estamos vivendo intensamente nosso MVP (produto mínimo viável). Superamos as expectativas no interesse dos caminhoneiros diante das soluções”, diz Schnor. “Já tivemos muitas conversas com fundos interessados e temos investidores anjo relevantes dentro do mercado de tecnologia e de transportes, que são também nossos mentores e participam positivamente para o crescimento da startup” completa Chiquito.

Tags mais acessadas