Seleção Brasileira: meias e atacantes que buscarão vencer as Olimpíadas
Menu & Busca
Seleção Brasileira: meias e atacantes que buscarão vencer as Olimpíadas

Seleção Brasileira: meias e atacantes que buscarão vencer as Olimpíadas

Home > Notícias > Esporte > Seleção Brasileira: meias e atacantes que buscarão vencer as Olimpíadas

O primeiro jogo do Brasil nas Olimpíadas acontece dia 22 de julho, contra a Alemanha, no Nissan Stadium, em Yokohama

Olimpíadas
Técnico da Seleção Brasileira Olímpica André Jardine. | Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

Na última quinta-feira (17), o técnico André Jardine anunciou os 18 jogadores que irão representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio em julho. Dentre os convocados, três atletas têm a idade acima do limite: o goleiro Santos (Athletico-PR), o lateral-direito Daniel Alves (São Paulo) e o zagueiro Diego Carlos (Sevilla). A seleção se encontra no grupo D, ao lado de Alemanha, Costa do Marfim e Arábia Saudita, tendo a estreia contra os alemães marcada para o dia 22 de julho, às 5h30 da manhã no horário de Brasília. Confira os meias e os atacantes que irão buscar mais um ouro nas Olimpíadas:

Meias brasileiros nas Olimpíadas

Bruno Guimarães (Lyon) – uma das grandes promessas para as Olimpíadas

futebol
O meia Bruno Guimarães, jogador do Lyon e da Seleção Brasileira. | Foto: Aldo Carneiro/ Pernambuco Press.

Capitão e melhor jogador do Pré-Olímpico, Bruno Guimarães irá viajar para Tóquio como um dos nomes mais experientes deste elenco. Nascido no Rio de Janeiro, ele começou sua carreira nas categorias de base do Audax, onde estreou profissionalmente no Campeonato Paulista de 2015. Depois, transferiu-se para o Athletico-PR, jogando três anos no clube paranaense. Foi campeão estadual, da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil, além de ter sido eleito o melhor volante do Brasileirão de 2019.

Em janeiro do ano passado, Bruno foi comprado pelo Lyon por 20 milhões de euros. Até aqui, ele já atuou em 46 jogos pela equipe francesa, tendo marcado três gols e distribuído duas assistências. Além de suas boas atuações pelo time olímpico, Guimarães já jogou pela seleção principal, em uma partida das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 contra o Uruguai.

Douglas Luiz (Aston Villa)

Único atleta da lista que está jogando a Copa América, Douglas Luiz vive um grande momento. Após um belo início no Vasco, o garoto foi comprado pelo Manchester City em 2017, por 12 milhões de euros. Após um boa passagem pelo Girona, transferiu-se para o Aston Villa, onde deu três assistências na última temporada. 

Douglas estreou na seleção principal em 2019 e já atuou em seis oportunidades sob o comando do técnico Tite.

Gerson (Flamengo/Marseille) – um dos principais jogadores da seleção nas Olimpíadas

Um dos melhores meio-campistas do futebol brasileiro, Gerson impressiona a todos com sua potência física e grande capacidade técnica. Por isso, foi comprado pelo Marseille, da França, por 25 milhões de euros recentemente. Em seus dois anos jogando pelo Flamengo, Gerson foi bicampeão brasileiro, bicampeão da Supercopa do Brasil e vencedor da Libertadores em 2019. 

Apesar de polêmicas recusas em algumas convocações, o carioca ainda é muito preterido pela Seleção Brasileira, por conta de todo seu potencial e enorme talento.

Matheus Henrique (Grêmio)

Formado nas categorias de base do São Caetano, Matheus Henrique chegou ao Grêmio em 2017, onde estreou profissionalmente contra o Atlético-MG no Brasileirão. Com o tempo, foi conquistando seu espaço e assumiu a titularidade do meio-campo do tricolor gaúcho. Em 2019, foi convocado pela primeira vez pelo técnico Tite, para disputar amistosos contra Senegal e Nigéria. Seu atual contrato com o Grêmio vai até o final de 2023.

Claudinho (RB Bragantino)

Natural de São Vicente, Claudinho integrou as categorias de base do Santos em 2003, com apenas seis anos de idade. Depois, esteve presente no time sub-20 do Corinthians, onde alcançou a equipe profissional. Após passar por alguns empréstimos e uma passagem pela Ponte Preta, ele chegou ao Red Bull Bragantino, clube que Claudinho finalmente deslanchou. Em 2019, foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro, sendo eleito o melhor jogador da competição.

No ano passado, ele voltou a se destacar. Com 18 gols marcados, Claudinho foi artilheiro do Brasileirão, sendo eleito o melhor jogador do torneio, além de melhor meia e atleta revelação. Seu grande desempenho chamou a atenção da Seleção Brasileira, que o convocou para o time olímpico nos amistosos preparatórios contra Cabo Verde e Sérvia sub-21. Claudinho é o único meia-atacante de ofício da lista.

Atacantes brasileiros nas Olimpíadas

Pedro (Flamengo) – jogador que tende a ser um dos maiores destaques nas Olimpíadas

Olimpíadas 2021
Atacante Pedro, um dos principais destaques do futebol brasileiro. | Foto: Divulgação/CBF.

32 gols em 68 jogos. Esses são os números do atacante Pedro atuando com a camisa do Flamengo. Com esse desempenho, é quase impossível a Seleção Brasileira não desejar a presença do carioca em seu elenco. Em 2018, ele foi convocado pela primeira vez pelo técnico Tite, mas sofreu uma lesão e não conseguiu jogar pelo Brasil. Depois, em novembro do ano passado, Pedro estreou contra a Venezuela, em uma partida válida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Nos amistosos preparatórios da seleção olímpica, o centroavante esteve presente e marcou três gols, praticamente carimbando a sua vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Malcom (Zenit)

Revelado pelo Corinthians, Malcom teve uma trajetória um pouco conturbada em sua carreira. Após se destacar no Timão, ele foi vendido ao Bordeaux por apenas cinco milhões de euros. Teve atuações brilhantes na França, o que rendeu uma transferência para o Barcelona em julho de 2018. Lá, Malcom não conseguiu render o mesmo que no time anterior, sendo vendido ao Zenit um ano depois. Na última temporada, ele marcou três gols e distribuiu quatro assistências em 21 partidas do Campeonato Russo.

Antony (Ajax)

Com apenas 21 anos, Antony já se apresenta como um dos melhores jogadores do ataque do Ajax. Formado pelo São Paulo, o garoto chegou à Holanda em julho do ano passado e já assumiu a titularidade da equipe. Marcou 10 gols e deu 10 assistências na última temporada, contribuindo para os títulos da liga e da copa nacional. Antony foi convocado pelo técnico André Jardine durante todo o ciclo olímpico, tendo participado do Torneio de Toulon e do Pré-Olímpico em 2020.

Paulinho (Bayer Leverkusen)

Depois de ter surgido muito jovem no Vasco, Paulinho foi vendido ao Bayer Leverkusen em julho de 2018, por 18, 5 milhões de euros. No clube alemão, o garoto demorou a receber oportunidades, ficando no banco de reservas em muitas oportunidades. Até aqui, ele jogou 41 jogos, tendo marcado apenas quatro gols e distribuído duas assistências. Infelizmente, na última temporada, Paulinho rompeu os ligamento cruzados do joelho e passou muitos meses sem entrar em campo.

Matheus Cunha (Hertha Berlin) 

Por fim, o atacante Matheus Cunha fecha a lista de convocados pelo técnico André Jardine. Pouco conhecido pela torcida brasileira, ele começou sua carreira profissional atuando pelo Sion, da Suíça, marcando 10 gols na liga local. Depois, transferiu-se para o RB Leipzig, onde enfrentou muita concorrência no ataque do time alemão. Em janeiro do ano passado, Matheus foi vendido ao Hertha Berlin, também da Alemanha, clube em em que o paraibano iria ter mais espaço para jogar. Na última temporada, ele marcou sete gols e distribuiu seis assistências na Bundesliga, ajudando sua equipe a escapar do rebaixamento. 


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

____________________________
Por Victor Fardin – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas