Saiba como lidar com o fim do relacionamento em tempos de pandemia
Menu & Busca
Saiba como lidar com o fim do relacionamento em tempos de pandemia

Saiba como lidar com o fim do relacionamento em tempos de pandemia

Home > Lifestyle > Saiba como lidar com o fim do relacionamento em tempos de pandemia

A dor de um término pode ser superada, desde que as etapas não sejam puladas

“Acabou, e agora?”. Se você nunca fez essa pergunta e, logo depois, saíram algumas lágrimas, você é privilegiado, sim! Afinal, qual o ser humano que nunca passou por isso? A gente sabe que a situação em si é complicada, afinal, havia uma pessoa constante na sua vida e, de repente, ela se vai, você se priva e o sentimento de perda vem.

O que já é complicado pode se tornar um pouco pior, quando em tempos de pandemia, é comum as pessoas se sentirem ansiosas. Se você está por causa do término, essa matéria é para você. Veja algumas dicas:

término de um relacionamento
Veja como lidar com o término de um relacionamento na pandemia. | Foto: Reprodução.

Como lidar com o fim do relacionamento na pandemia

1° passo: Não pule etapas

O sentimento é parecido com o luto (quando você perde fisicamente alguém). Aliás, o sofrimento também é físico, uma vez que sua imunidade e seus hormônios diminuem de quantidade, afetando diretamente o seu organismo.

Mas, para que isso passe, você precisa enfrentar a situação, e a melhor maneira é vivendo a sua tristeza do jeito que melhor lhe convém: chore, coma seu chocolate, coma sua comida preferida, fique largado no sofá, deixe o cabelo crescer, ouça a playlist triste e assim por diante.

É importante que esse momento seja vivido e cada pessoa tem o seu tempo, podendo demorar um pouco mais nesse processo.

2° passo: Ressignifique

Depois de ficar se martirizando, onde procura-se definir vítima e culpado, chega o momento de encarar menos como perda e mais como um aprendizado.

A melhor maneira é entender que a relação teve início, meio e fim e, a partir de agora, começa um novo ciclo. Lembre-se dos momentos bons, do que será levado na sua vida e encare tudo como um aprendizado.

3° passo: Conheça-se

Como as pessoas estão mais em suas casas, você pode fazer várias atividades ou investir em conhecer algo novo no seu tempo livre. Faça um curso on-line, estude suas matérias pendentes, aprenda a fazer um bolo, faça atividades físicas, pinte o seu quarto, conheça uma nova série, faça faxina, arranje um novo hobby, aprenda a dançar com as aulas no YouTube, ou seja, tem uma infinidade de ocupações.

O passo mais importante é você focar em si mesmo, seja na sua saúde ou nos seus projetos, exercitando sempre o autoconhecimento e praticando o amor próprio.

O exercício do autoconhecimento faz a gente se reafirmar, fazendo nós percebermos até que ponto algo é favorável ou não para a nossa vida. Se autoconhecer ajudará a guiar a ressignificação desse momento difícil e uma forma de obtê-la é exercitando a meditação.

4° passo: Proibido tristeza

Essa fase ficou para trás, por isso, coloque uma música animada e faça coisas que te joguem para cima. A playlist triste deve ser apagada porque não é mais necessário utilizar a memória do seu celular.

Se, na sua cidade, o isolamento está mais flexível, faça caminhadas ou corridas ao ar livre.

5° passo: Rede de apoio

Cerque-se da família, dos amigos e das outras pessoas que te fazem bem. Livros de autoajuda e vídeos de superação também são bem-vindos.

Atualmente, aplicativos como o WhatsApp e Zoom permitem videochamadas em grupo para que você se sinta mais próximo de quem está ao seu lado.

Videochamadas
Videochamadas são opções viáveis de conversar com amigos e familiares. | Foto: Reprodução.

Atenção!

Essas são algumas dicas para você superar o fim de um relacionamento, mas essa matéria não substitui o atendimento psicológico. O psicólogo é o único profissional gabaritado para ajudar a enfrentar tais situações, principalmente quando podem ser desenvolvidos sintomas graves, como a depressão.

________________________________
Por João Meireles – Fala! UFMA

Tags mais acessadas