'Round 6' supera 'Bridgerton' e se torna a série mais assistida da Netflix
Menu & Busca
‘Round 6’ supera ‘Bridgerton’ e se torna a série mais assistida da Netflix

‘Round 6’ supera ‘Bridgerton’ e se torna a série mais assistida da Netflix

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘Round 6’ supera ‘Bridgerton’ e se torna a série mais assistida da Netflix

Um fenômeno mundial! A Netflix anunciou, nesta terça-feira (12), que Round 6 (Squid Game) se tornou a série mais assistida da plataforma, com 111 milhões de visualizações em apenas 25 dias no catálogo. Por isso, a produção tomou o lugar de Bridgerton, que possuía 82 milhões. No Instagram, a Netflix divulgou um vídeo com a voz de um dos trabalhadores mascarados para celebrar a conquista do sucesso coreano.

Além disso, Round 6 conseguiu alcançar o primeiro lugar no Top 10 em 83 países pelo menos uma vez. Atualmente, no Brasil, a série permanece na posição.

É importante destacar que, para a Netflix, se um usuário assiste a pelo menos dois minutos de um título já é considerada uma visualização. Por isso, mesmo que o assinante não veja o conteúdo por completo, o número é contabilizado.

Como Round 6 virou o fenômeno da Netflix?

Desde o lançamento no dia 17 de setembro, Round 6 bombou na Netflix e ganhou espaço nas redes sociais. Não tinha outro assunto. Vários espectadores utilizaram suas páginas para expor o que acharam da série. Sendo assim, o que levou a produção coreana ao sucesso?

Elementos memoráveis

Certamente, se você já assistiu a Round 6, alguns elementos ficaram presos em sua memória. Como esquecer da boneca assassina do primeiro jogo? Ou dos trabalhadores mascarados tão cruéis? Como não se lembrar das escadas coloridas por onde os participantes precisavam passar? Por isso, a série possui identidade. São vários elementos que te levam a guardar a produção. Além disso, não há como deixa de mencionar a semelhança dos uniformes com as roupas de La Casa de Papel, outro grande sucesso da Netflix.

round 6 netflix
Os uniformes dos personagens e os cenários se destacam em Round 6. | Foto: Montagem/Reprodução.

Episódios bem construídos

Um dos maiores fatores que contribuiu para o sucesso da criação de Hwang Dong-hyuk é a construção dos episódios. Ao final de cada capítulo, algo acontece que te faz continuar assistindo. Os episódios acabam no momento certo e o espectador precisa saber o que virá depois. Além disso, Round 6 tem várias reviravoltas na história. Imprevistos surgem e cada vez mais quem está assistindo, não consegue descobrir como tudo terminará.

Violência

Nem toda brincadeira é para crianças. A crueldade dos jogos e dos personagens se destaca na trama da série e surpreende do início ao fim. Aliás, as sequências com violência foram as que mais repercutiram na web. As brigas entre os competidores e as provas que participam exploram como o ser humano pode se tornar tão irracional.

round 6 netflix
Devido a tantas cenas sangrentas, a série não é recomendada para menores de 16 anos. | Foto: Montagem/Reprodução.

Crítica social

Round 6 tira o fôlego, mas também levanta questionamentos importantes. O sucesso coreano faz críticas à desigualdade social. Aqueles que detêm o poder criam “brincadeiras” para os mais pobres. Eles assistem ao sofrimento de 456 pessoas para ter entretenimento. Nesse sentido, semelhante a Jogos Vorazes, os vulneráveis colocam suas vidas em risco, já que realmente carecem do prêmio que oferecem. Além disso, a série sangrenta da Netflix traz reflexões sobre a moralidade. Isso porque os participantes abandonam qualquer tipo de vínculo emocional para sobreviver.

Apesar do enorme sucesso, a Netflix ainda anunciou se Round 6 ganhará uma segunda temporada.

____________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

Tags mais acessadas