Rodada do Brasileirão termina com prisão em flagrante de lateral
Menu & Busca
Rodada do Brasileirão termina com prisão em flagrante de lateral

Rodada do Brasileirão termina com prisão em flagrante de lateral

Home > Notícias > Esporte > Rodada do Brasileirão termina com prisão em flagrante de lateral

O jogador Rafael Ramos, lateral do Corinthians, foi preso em flagrante no início da madrugada deste sábado (16), no estádio Beira – Rio em Porto Alegre, após ser acusado de cometer injúria racial contra o volante do Internacional, Edenílson. O lateral foi liberado após o Corinthians pagar a fiança de 10 mil reais, e responderá ao processo em liberdade. Saiba mais sobre a prisão que ocorreu durante jogo do Brasileirão.

Brasileirão
Rafael Ramos foi acusado de injúria racial contra Edenílson. | Foto/ Reprodução: Silvio Avila/ Getty Imagem

O jogo do Brasileirão

O jogo do Brasileirão, que estava empatado com dois gols de cada lado, foi paralisado aos 30 minutos do segundo tempo, por causa de uma confusão entre Edenílson e Rafael, quando o volante do colorado acusou o lateral de tê-lo chamado de “macaco”. Após cinco minutos, o jogo recomeçou e em segundos, Rafael foi substituído. 

No final da partida, que terminou empatada, nenhum jogador do Internacional quis se manifestar. O atacante do alvinegro, Jô, foi o único a ceder uma entrevista e confirmou o que teria gerado a confusão “Ele (Edenílson) acusou o Rafa de racismo, mas o Rafa diz que não disse. Eu não sei qual foi a palavra, mas o Rafa diz que não teve ofensa racista”, declarou o atacante ao Premiere.

O volante do colorado que já jogou pelo Corinthians, conquistando Libertadores e Mundial de Clubes em 2012, decidiu fazer um boletim de ocorrência e prestou depoimento para a Polícia Civil. 

A prisão

Mediante a acusação, Rafael Ramos foi preso em flagrante. Ramos prestou depoimento e após o pagamento da fiança foi liberado. Antes de deixar o local, o lateral se pronunciou negando a injúria:

Eu estou aqui com a consciência e cabeça limpas para explicar o que aconteceu. Foi puramente um mal-entendido entre mim e o Edenílson. No fim do jogo estive com ele e tivemos uma conversa tranquila, onde expliquei o que tinha acontecido. Ele explicou o que realmente entendeu, que não é verdade. Eu expliquei a verdade daquilo que eu tinha dito. Foi isso que aconteceu. Tivemos uma conversa tranquila. Ele mostrou um receio de se passar por mentiroso, e aí eu falei que ele não é um mentiroso, apenas entendeu as palavras erradas. Apertamos a mão e desejei ele boa sorte

Mais tarde tanto Edenílson como Rafael manifestaram-se em suas redes sociais defendendo o que falaram para a Polícia. O volante segue afirmando “que sabe o que ouviu”. E Rafael afirmou “Não fui, não sou e nunca serei racista. Graças a Deus me educaram com a plena consciência de que todos somos iguais nesta vida…”:

Diante da acusação, tanto o time Paulista como o time de Porto Alegre emitiram notas. Acompanhe abaixo as declarações das equipes:

Internacional:

Mais uma vez, um lamentável caso de racismo é registrado no futebol nacional. Desta vez, em nossa casa, contra um jogador do Internacional. Na partida deste sábado (14/05), pelo Campeonato Brasileiro, Edenílson relata ter sofrido injúria racial por parte de Rafael Ramos, atleta do Corinthians

Corinthians:

O Corinthians reafirma que, coerente com seus 111 anos de história, repudia e não compactua com o racismo. O atleta Rafael Ramos foi ouvido pelo clube e deu versão diferente do incidente no Beira-Rio, durante a partida contra o Internacional pelo Brasileirão 2022.

Logo depois, seguro de que não proferiu injúria racial, fez questão de se explicar a Edenilson, no vestiário do Internacional

Em decorrência da denúncia feita pelo atleta colorado, a lei obriga que se trate o caso como flagrante, seguido de detenção. O pagamento de fiança não implica admissão de culpa, permitindo ao atleta que se defenda em liberdade no inquérito.

Clube e atleta continuarão a colaborar com as autoridades, certos de que tudo será esclarecido o mais rapidamente possível

O Corinthians, que é o atual líder do Campeonato Brasileiro, viajou na tarde deste domingo (15) para a Argentina, em preparação para a próxima partida na terça-feira (17) contra o Boca Juniors, em disputa pela Copa Libertadores.  Mesmo não podendo jogar pela Copa Libertadores, por não ter sido inscrito, Rafael Ramos viajou junto com o elenco alvinegro. Já o time do Internacional jogará em casa e também entrará em campo na terça, mas jogará pela Copa Sul-Americana contra o Independiente Medellín.

___________________________________________
Por Ana Carolina Porgette – Fala! Universidade de Franca

Tags mais acessadas