Qual a importância do feminismo para educação de crianças?
Menu & Busca
Qual a importância do feminismo para educação de crianças?

Qual a importância do feminismo para educação de crianças?

Home > Entretenimento > Cultura > Qual a importância do feminismo para educação de crianças?

Entenda como e por que uma educação feminista pode contribuir para um futuro menos machista

educação
A importância de uma educação feminista. | Foto: Getty Images.

O feminismo tem se tornado, cada vez mais, pauta de debates nas mais diferentes esferas da sociedade. Essas discussões são muito importantes, afinal, o maior desafio do movimento feminista é a micropolítica, ou seja, aquilo que nos afeta quase que intimamente. Por exemplo, é preciso rever nossos relacionamentos amorosos e até mesmo a educação de nossos filhos. Pensando nisso, o Fala! resolveu convidar você, leitor, para refletir a importância do feminismo na educação das crianças.

Importância do feminismo na educação infantil

Em primeiro lugar, o principal motivo da educação feminista ser tão importante é justamente a luta por um mundo mais igualitário. Afinal, o machismo está enraizado na nossa sociedade e a educação dos filhos é a nossa chance de passar para eles novos valores, para que, no futuro, a disparidade entre homens e mulheres não seja mais uma preocupação.

Claro que, para chegar lá, o processo é muito mais complexo do que aparenta. A criação de um filho é uma luta diária e injusta, pois os pais ou guardiões legais da criança não são os únicos responsáveis pela formação de uma criança: a escola, a família e os amigos também exercem um papel fundamental na criação de uma criança baseada no feminismo. 

Então, como de fato educar uma criança pensando em um futuro mais igualitário? Bom, uma educação feminista pressupõe a reeducação dos pais ou responsáveis. A partir disso, é necessário pensar em não reforçar os estereótipos de gênero e isso vai desde coisas muito simples, como não restringir brincadeiras, até coisas mais profundas, como ensinar meninos a identificar seus sentimentos e expressá-los, consentimento e a questionar a linguagem utilizada pelas pessoas ao seu redor. Em suma: é preciso empoderar meninas e educar meninos para não perpetuar o machismo. 

Depois dessa reflexão, fica bem fácil entender que o feminismo é muito importante na educação das crianças. Não só contribui para uma sociedade mais igualitária, como também ajuda as crianças a terem uma fase adulta mais plena, pois o machismo afeta todos na sociedade, e não somente as mulheres.

Ademais, gostaria de deixar como indicação o livro, Para educar crianças feministas: um manifesto, escrito por Chimamanda Ngozi Adichie, o qual me baseei para a escrita deste artigo. A leitura é leve e rápida e nos deixa a mensagem de que a liberdade e a igualdade surgem do aprendizado. 

educação feminista
Livro Para educar crianças feministas: um manifesto, de Chimamanda. | Foto: Reprodução.

__________________________________
Por Fabiane Rebelo – Fala! UFG

Tags mais acessadas