Protestos ocorrem em Belarus após reeleição de presidente
Menu & Busca
Protestos ocorrem em Belarus após reeleição de presidente

Protestos ocorrem em Belarus após reeleição de presidente

Home > Notícias > Protestos ocorrem em Belarus após reeleição de presidente

De acordo com comissão eleitoral, Lukashenko venceu as eleições presidenciais concluídas na noite de ontem (9) com 80, 23% dos votos. Oposição garante que resultado é fraudado e respondeu com protestos.

Imagem: Dmitry Brushko/ Tut.By via Reuters
Nos protestos. Homem arrastado pelas ruas de Minsk por oficiais. FOTO: Dmitry Brushko/ Tut.By via Reuters

Belarus, também chamada Bielorrússia, não tem uma votação considerada livre desde 1995, tendo Lukashenko como presidente há 26 anos. Além disso, ele é conhecido como o último ditador da Europa e é apoiado por chefes de Estado também conhecidos por suas tendências autoritárias, como Vladmir Putin e Xi Jinping, mandantes das Rússia e China respectivamente. 

Milhares foram aos protestos nas ruas quando os resultados saíram. Aleksandr Lukashenko venceu com 80,23% dos votos, enquanto a opositora mais próxima, Svetlana Tikhanovskaya, obteve 9,9% mesmo com a sua campanha dando novo gás à população contra o regime antidemocrático.

Usuário @hobixkoo escreve: “a primeira imagem é uma foto de um comício de Lukashenko esse ano. a segunda foto é do comício da Tikhanovskaya, a opositora principal. isso meio que mostra a verdadeira reputação deles.”

A reação das autoridades foi reprimir o movimento, realizado por observadores pacíficos, jornalistas e estudantes em sua maioria. A polícia lançou gás lacrimogênio, disparou balas de borracha e usou canhões de água contra os manifestantes, além de prendê-los.

Em Minsk, capital do país, uma pessoa morreu e dezenas ficaram feridas de acordo com ONG de defesa dos direitos humanos Viasna. Já de acordo com o Ministério do Interior do país, não houve nenhuma morte.

Abaixo, imagens da violência contra os cidadãos bielorrusos por parte da polícia.

“Aviso de gatilho: conteúdo gráfico. Esse é um vídeo de um carro da polícia passando por cima de um manifestante. Ele morreu depois.” Ocorrido durante os protestos.
Fotos dos protestos por usuário @HannaLiubakova, que escreve: “#Belarus é difícil imaginar como as autoridades vão explicar essas imagens, e nem estou postando as mais sensíveis. Esses eram manifestantes pacíficos, a maioria jovem, muito jovem. Pelo menos uma pessoa morreu depois de uma van da polícia intencionalmente bater nele. As autoridades estão negando.”

A reeleição e a repreensão violenta aos protestos geraram reações internacionais mistas. O presidente da Rússia e o presidente da República Popular da China parabenizaram Lukashenko, enquanto a Polônia pediu a realização de uma cúpula extraordinária na União Europeia sobre a situação da Bielorrúsia com a intenção de apoiar o povo em busca de sua liberdade.

Charles Michel, presidente do Conselho Europeu que define a agenda política do continente, reforçou que violência contra os protestantes não é a resposta e que direitos humanos básicos devem ser defendidos.

Charles Michel tweetou: “Violência contra os protestantes não é a resposta #Belarus
Liberdade de expressão, liberdade de reunião e direitos humanos básicos devem ser apoiados.”

_________________________________________
Por Domitilla Mariotti – Redação Fala!

Tags mais acessadas