Menu & Busca
Priapismo: Músico Inglês está internado a duas semanas devido a ereção

Priapismo: Músico Inglês está internado a duas semanas devido a ereção


O músico inglês Danny Polaris está internado desde o dia 26 de julho por conta de uma ereção constante, condição que leva o nome de Priapismo. Por não conseguir revertê-la, Danny sente muitas dores e, caso o problema persista, pode levar a necrose do órgão, além de dificultar a ereção no futuro.

5 PRÁTICAS E FETICHES SEXUAIS EM UM GUIA EXPLICATIVO
FICAR MUITO TEMPO SEM SEXO FAZ MAL À SAÚDE? ENTENDA

Danny Polaris priapismo

A ereção de duas semanas de Danny Polaris

O músico já havia tido o problema antes e fez uso de dois estimulantes sexuais, o Viagra e o Alprostadil, além de tomar um antirretroviral. Danny Polaris está compartilhando em seu Instagram os processos cirúrgicos pelos quais tem passado e pediu ajuda e doações de seus seguidores para cobrir os custos do hospital.

KAMA SUTRA: AS POSIÇÕES SEXUAIS MAIS PRAZEROSAS DO GUIA

Eu posso nunca ter uma ereção novamente. É complicado e os médicos realmente não sabem o que vai acontecer. Eu estou sendo corajoso, mas preciso da sua ajuda […] O pênis é um órgão muito complicado.

Desabafou Danny em seu Instagram

O Priapismo relacionado ao uso de medicamentos para estimular a ereção é comum. Outras causas pertinentes para a doença também são o uso de álcool, cocaína, anemia falciforme, leucemia, doenças neurológicas, doenças penianas e até mesmo o câncer de próstata.

DIA DO ORGASMO: CONHEÇA FORMAS CURIOSAS PARA ATINGI-LO

O que é Priapismo?

O Priapismo é uma ereção constante por mais de três horas que não ocorre por conta do estímulo sexual e é considerada uma situação de emergência.

Existem dois tipos de Priapismo: o isquêmico, que ocorre porque os vasos sanguíneos penianos ficam cheios de sangue e sem circulação, e o não-isquêmico, que se da por conta do alto fluxo sanguíneo no pênis, tendo entrada frequente de sangue no órgão genital. Esse tipo de Priapismo não ocasiona dores, necrose ou disfunção erétil posteriormente.

Para reverter o Priapismo em casos como o de Danny Polaris, onde foi feito o uso de medicamentos é possível realizar uma punção do pênis, fazendo com que o medicamento saia por ali.

Caso não resolva, é possível utilizar a adrenalina para tentar resolver a ereção. Se o problema ainda persistir, o urologista afirma que podem recorrer a uma injeção de soro fisiológico para “limpar” os remédios que ficaram lá dentro.

Em casos mais graves é necessário fazer uma cirurgia para drenar o sangue e se nada disso resolver, o paciente precisará amputar o órgão genital e colocar uma prótese. A medida, que é adotada apenas em última instância, ainda permite que o paciente possua vida sexual ativa.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas