'Paternidade': conheça a nova comédia da Netflix estrelada por Kevin Hart
Menu & Busca
‘Paternidade’: conheça a nova comédia da Netflix estrelada por Kevin Hart

‘Paternidade’: conheça a nova comédia da Netflix estrelada por Kevin Hart

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘Paternidade’: conheça a nova comédia da Netflix estrelada por Kevin Hart

Na história do cinema, muitos pais se tornaram memoráveis. Como esquecer da família administrada por Don Corleone, o Poderoso Chefão? Ou quando se fala sobre amor de pai, como não pensar em Marlin na busca incansável por Nemo? Aliás, “Eu sou seu pai” é uma das declarações mais marcantes da sétima arte. E agora, em Paternidade, nova comédia dramática da Netflix, Kevin Hart é responsável por representar mais vez uma figura tão marcante no cinema.

O enredo acompanha a jornada de Matt (Hart), um homem que decide tomar a responsabilidade de cuidar de sua filha após a morte da esposa. Além ter que lidar com os desafios da paternidade, ele precisa enfrentar o luto que, por vezes, provoca desânimo. Assim, Matt vivencia uma experiência de autodescoberta enquanto aprende lições marcantes sobre o que significa ser pai. Por isso, Paternidade, produção original da Netflix, fala sobre as dificuldades em criar filhos, a dor do luto e quão importante é ter pessoas ao lado durante os caminhos da vida.

Paternidade Netflix
Kevin protagoniza a nova comédia dramática da Netflix. | Foto: Montagem/Reprodução.

O longa-metragem é baseado no livro Dois Beijos para Maddy: Uma história real de amor e perda, escrito por Matthew Logelin. Na obra literária, o autor narra os desafios que enfrentou para cuidar de sua filha no primeiro ano após a morte da esposa. Ela faleceu um dia depois do parto. Paternidade estreou no final de semana em que foi comemorado o Dia dos Pais nos Estados Unidos. Desde o lançamento, o filme está no TOP 10 da Netflix.

A direção fica sob a responsabilidade de Paul Weitz (Um Grande Garoto). Já o roteiro é escrito por Dana Stevens (Um Porto Seguro). O elenco é formado por Anthony Carrigan (Gotham), Deborah Ayorinde (Girls Trip), Melody Hurd (Battle at Big Work) e Paul Reiser (Aliens, o Resgate) e Lil Rel Howery (Corra!).

Em Paternidade, um novo olhar sobre pais negros é apresentado

Matthew Logelin, autor do livro que inspirou o filme, declarou em entrevista ao Today, a alegria que sentiu quando soube que Kevin Hart seria escalado para o papel principal em Paternidade. “Ele é o cara engraçado! Acho que muitas pessoas verão esse homem assumindo esse papel e sendo pai nas piores circunstâncias, e assim, muitas pessoas vão se identificar com ele”, contou.

Logelin, que é branco, também ressalta que muitas histórias de pais negros não foram apresentadas da maneira correta, e já outras tão relevantes nem sequer aparecem nas grandes telas. “Esta é uma narrativa incrivelmente positiva sobre a paternidade solteira, especificamente sobre paternidade negra solteira. Isso que eu acho tão legal porque que não vemos em muitos filmes”, disse ele. “E eu acho, honestamente, que Hollywood fez um trabalho realmente terrível ao longo dos anos, apenas encobrindo as histórias. Por isso, é bom e revigorante assistir a um filme em que esses estigmas não são reproduzidos.”

Netflix
Após o falecimento de sua esposa, Matt toma a responsabilidade de criar sua filha Maddy. | Foto: Montagem/Reprodução.

Kevin Hart é conhecido no cinema por suas excelentes performances na comédia. O ator se destacou em filmes como  Jumanji (2017), Operação Supletivo (2018) e Policial em Apuros (2014). E em Paternidade, não é diferente. Ele interpreta um pai que não sabe muito bem como reagir a situações que todo pai precisa enfrentar. Hart carrega a trama com um personagem carismático e humano.

Durante uma entrevista a Collider, o ator contou sobre a satisfação que teve em fazer o papel. “É uma história baseada em fatos. Ser capaz de retratar a vida desse homem na atuação, fazia sentido para mim. Parei e pensei: ‘Eu ainda tenho que fazer isso’. Acho que este é o meu melhor trabalho que pude fazer na minha carreira.”

Além disso, Kevin Hart disse que o filme buscou criar uma narrativa sem preconceitos contra homens negros que exercem a paternidade. “Normalmente, na tela grande, os pais negros são viciados em drogas, vão para a cadeia, saem da cadeia, estão desaparecidos. É a mesma história e já faz algum tempo. Fazer parte de uma narrativa com uma influência positiva, me fez sentir bem”, conclui.

Sinopse e trailer oficiais 

Neste filme inspirado em uma história real, um pai viúvo lida com dúvidas, medos, decepções e mamadeiras ao assumir a tarefa de criar sua filha sozinho.

Ficha técnica de Paternidade (Netflix, 2021)

Título original: Fatherhood 
Lançamento: 18 de junho 
Duração: 1h49
Direção: Paul Weitz
Gênero: Comédia/Drama
Classificação: 12 anos 
Origem: Estados Unidos

Assim, não deixe de assistir a Paternidade, que já está disponível no catálogo da Netflix.

_____________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!

Tags mais acessadas