País de Gales: veja cinco curiosidades sobre o local europeu
Menu & Busca
País de Gales: veja cinco curiosidades sobre o local europeu

País de Gales: veja cinco curiosidades sobre o local europeu

Home > Lifestyle > Viagens > País de Gales: veja cinco curiosidades sobre o local europeu

O País de Gales situa-se no continente europeu, constituinte do Reino Unido, composto por Escócia, Inglaterra e Irlanda do Norte, e faz fronteira com a Inglaterra a leste, com o Mar da Irlanda ao norte e com o Canal de Bristol ao sul, cujas línguas oficiais são o galês e o inglês, regido pela Monarquia Constitucional e a Rainha Elizabeth II como monarca.

Cardiff, a capital do País de Gales é a mais nova da Europa. Foi declarada em 20 de dezembro de 1955, onde há um século era o porto mais ocupado de carvão no mundo. Hoje, as antigas docas têm sido transformadas em um complexo de restaurantes e atrações a quem visita. Os museus, teatros e lojas significam o ano todo diversão e entretenimento. Além disso, seus 330 parques e jardins colocam Cardiff entre as cidades mais verdes do Reino Unido. Em 2017, sediou a final da Champions League, o maior campeonato europeu de futebol. 

Acompanhe, a seguir, as curiosidades culturais e turísticas que o País de Gales possui.

País de Gales
Veja cinco curiosidades sobre o país europeu. | Foto: Reprodução.

Curiosidades sobre o País de Gales

1 – Idioma Galês 

A primeira curiosidade desta matéria é o idioma. No País de Gales, além do inglês, os galeses também falam a chamada língua Cymraeg, presente na cultura e costumes do país, podendo ser vista em todas as placas da cidade e faz parte do currículo escolar.   

Um exemplo é o nome da cidade de Llanfairpwllgwngyllgogerychwyrndobwllllantysiliogogoch (não, gente! Não bati com a cabeça no teclado, nem é um erro na tela do seu vídeo), que foi abreviada por Llanfair PG, é a localidade com o nome mais comprido do Reino Unido e um dos mais longos do mundo, contendo 58 letras. Sua tradução para o português, significa “Igreja de Santa Maria no vale da avelaneira branca próximo a um redemoinho rápido e da igreja de São Tisílio da gruta vermelha”.         

2 – Llanfair PG: a cidade com o nome mais longo do Reino Unido 

Apesar do nome da cidade de Llanfairpwllgwngyllgogerychwyrndobwllllantysiliogogoch ser semelhante a um indicador de localização, trata-se de uma região situada na Ilha de Anglesey, ao noroeste do País de Gales. Porém, esta localidade nem sempre teve um nome assim tão longo. Segundo historiadores, originalmente chamava-se apenas Llanfair Pwllgwyngyll.  

No século XIX, em uma tentativa de desenvolver o comércio e o turismo local, decidiu-se alterar o nome ao que se é chamado atualmente e tornou-se relativamente conhecida devido ao seu longo nome. Atrações, como o Anglesey Walking Holidays, Rib Ride e o Plas Cadnant Hidden Gardens, compõem o turismo local.   

A cidade também possui um time de futebol, cujo nome também soa peculiar. Se você achou o nome da cidade extenso, imagina descobrir que o time de futebol chama-se Clwb Pel Droed Llanfairpwllgwyngyllgogerychwyrndrobwllllantysiliogogogoch Football Club. 

Ficou curioso para saber a pronúncia do nome da cidade? Escute abaixo: 

Mas, calma! Continue acompanhando as demais curiosidades e turismo no País de Gales, prometo que será muito mais fácil quanto tentar pronunciar o nome da cidade acima. 

3 – Castelos  

O País de Gales possui a maior concentração de castelos por metro quadrado do mundo. São mais de 600 castelos espalhados por pouco mais de 20 mil quilômetros quadrados. Veja, abaixo, os castelos mais famosos e que acompanham a história nórdica do país.  

  • Cardiff Castle: um palácio neogótico vitoriano erguido a partir de uma torre de menagem normando construído sobre um forte romano.
  • Conwy Castle: localizado na costa norte do País de Gales e está classificado como Patrimônio Mundial da humanidade, integrado ao sítio de castelos e muralhas do Rei Eduardo em Venedócia.  
  • Ruperra Castle: castelo atualmente em ruínas localizado em Caerphilly, e encontra-se classificado no grau II do “listed building”, ou seja, toda a estrutura é protegida por lei pelo sistema de tombamento do Reino Unido.  

4 – Dragão como símbolo do País de Gales     

A bandeira do País de Gales consiste em um grande dragão vermelho caminhando em um campo verde e branco. O animal é associado ao país há séculos.  

Dentre tantas teorias que se perdem entre história e mito, a mais aceita é a de que os romanos tinham trazido o emblema durante sua ocupação da Grã-Bretanha, mas não conseguiram dominar o País de Gales nas suas campanhas entre 48 e 79 d.C. Os galeses construíram vários fortes e possuíam estratégias de guerrilha poderosa de defesa territorial.  

Embora não reconhecida pelo Reino Unido, a bandeira foi oficializada em 1959, cujo significado traz branco como a representação da Família Real britânica Tudor, de origem galesa, o verde faz referência ao alho-porro (ou poró), vegetal símbolo do País de Gales e o dragão vermelho simboliza a proteção. Sua proporção oficial é de 3:5. Portanto, se produzido com três metros de largura, deverá ter cinco metros de comprimento.  

5 – Museu a céu aberto 

Os Jardins do Museu Nacional de História de St. Fagans ficam situados em Cardiff, localizado nos terrenos do Castelo de St. Fagans, uma esplêndida casa senhorial de 400 anos que possui belos jardins. Além de estar entre os melhores museus ao ar livre do mundo, as histórias das pessoas do País de Gales são remontadas a partir de sua colonização: como elas viviam, trabalhavam e passavam seu tempo livre. 

Atualmente, é o lar de mais de 40 edificações originais que mudaram pedra por pedra de diferentes partes do País de Gales. Essas edificações incluem uma fileira de casas de ferreiros, algumas casas de fazenda, uma sala para a escola e uma igreja medieval e abriga várias oficinas, onde artesãos como o ferreiro e o fabricante de tamancos demonstram suas habilidades diariamente, e os campos do museu abrigam uma grande variedade de animais de fazenda. As galerias do interior contêm amostras de trajes galeses e implementos agrícolas, bem como uma galeria prática que mostra o que significa ser galês e viver no País de Gales hoje. 

O projeto de urbanização proporcionou muitos benefícios, incluindo três novas galerias mostrando a história do País de Gales, melhorias em prédios como a fazenda da Idade do Ferro, Bryn Eryr e a corte medieval Príncipe e Llys Llywelyn, além de um renovado prédio da entrada principal, um novo restaurante, área de jogo e espaços de aprendizagem. Um dos novos edifícios, a oficina de Gweithdy apresenta ferramentas de idade da pedra. Em junho de 2019, St Fagans foi nomeado o Museu do Ano de 2019 do Reino Unido pelo Art Fund, que citou a “imaginação excepcional, inovação e realização” da instalação. O Art Fund é uma instituição de caridade que ajuda a apoiar museus e galerias.

Há visitas guiadas no local, que podem ser agendadas junto à sua administração e também são oferecidos alimentos de boa qualidade, que são preparados no local com produtos da região e galeses, sempre que possível. Também tem a opção de estabelecimentos comerciais que servem lanches e/ou refeições no ambiente do País de Gales.

________________________
Por Érica Silva – Fala! Anhembi 

Tags mais acessadas