O que explica a sequência de vitórias do Manchester City, de Pep Guardiola
Menu & Busca
O que explica a sequência de vitórias do Manchester City, de Pep Guardiola

O que explica a sequência de vitórias do Manchester City, de Pep Guardiola

Home > Notícias > Esporte > O que explica a sequência de vitórias do Manchester City, de Pep Guardiola

O Manchester City, de Pep Guardiola, vem vivendo uma fase histórica, após a vitória sobre o Wolverhampton por 4×1, válido pela 29ª rodada da Premier League, os Sky Blues chegaram a incríveis 21 vitórias seguidas, sendo assim o 4º  time que mais conquistou triunfos consecutivos na história do futebol, estando atrás apenas de Real Madrid (22 vitórias na temporada 2014/2015); Bayern de Munique (23 vitórias na temporada 2019/2020); e Coritiba (24 vitórias na temporada 2011).

Além de uma marca coletiva com o time de Manchester, o técnico Catalão também chegou a uma grande marca individual no dia 27/02. Ao vencer o West Ham pelo placar de 2×1, obteve 500 vitórias como treinador na carreira e 200 vitórias pelo Manchester City.

Manchester City
Pep Guardiola comemora vitória com time. | Foto: Getty Images.

Estamos longe, só olhar a tabela. São muitos pontos. Liverpool está em uma fase positiva, 7 a 0 no Crystal Palace fora de casa. Eu vi o Palace ir tão bem contra o Tottenham. Então isso não deixa dúvidas do quanto o Liverpool é bom. E eu já disse aos rapazes para esquecer isso (briga pelo título) e pensar em outras coisas.

Disse Guardiola após vitória contra o Southampton (19/12/2020), depois de dois jogos sem vencer.

“Estamos em 9ª lugar. Por isso, nosso objetivo tem que ser o 8º lugar, depois o 7º, se classificar para a Europa League, depois pensar na Champions. E se acontecer (de aproximar do Liverpool), vai acontecer” , complementou mais tarde.

O que explica a sequência de vitórias do Manchester City

Muito da arrancada do City pode ter sido pelo fato de que, mesmo com a queda de rendimento da equipe no início da temporada, todos os jogadores juntos com a comissão técnica tiveram um pensamento bem realista da realidade do clube e estavam pensando jogo a jogo. As vitórias vieram como consequência de uma filosofia criada no decorrer dos jogos, pensando apenas em vencer o jogo e depois pensar em maiores conquistas, como o título do Campeonato Inglês.

A fase boa dos Sky Blues também passa muito por uma tática criada por Guardiola depois de alguns resultados ruins no início da Premier League, colocando o lateral esquerdo (João Cancelo ou Oleksandr Zinchenko) para funcionar como mais um volante na saída de bola, ou seja, preencheu o meio de campo do City, fazendo com que a transição entre zaga e o ataque ocorresse de forma fluente e sempre mantendo a posse de bola, uma de suas marcas registradas desde o Barcelona de 2009.

Por último, e não menos importante, é de grande relevância lembrar das atuações de gala de İlkay Gündoğan. Após Kevin De Bruyne, um dos principais jogadores do time se lesionar, surgiu uma incógnita na mente de todos os torcedores de quem seria um substituto à altura. Pep, de prontidão, deu chance a um jogador desacreditado por muitos, Gündoğan.

Sem falar muito, mostrou-se competente para assumir a vaga e respondeu em campo, fazendo gols, dando assistências e sendo peça fundamental para manter a tão tradicional posse de bola dos times comandados por Josep Guardiola. Logo em seguida de grandes jogos, vieram grandes conquistas para Gündoğan. Assim, conquistou a liderança do campeonato com a equipe e ganhou o prêmio de melhor jogador do mês da Premier League, com mais de 70% dos votos.

futebol
Gündoğan com troféu de jogador do mês. | Foto:  Reprodução/ Twitter Ilkay Gundogan.

___________________________________
Por Luis Guilherme Ribeiro Bosco Lima – Fala! Cásper

Tags mais acessadas