O Bayern de Munique é campeão da Champions League pela sexta vez O Bayern de Munique é campeão da Champions League pela sexta vez
Menu & Busca
O Bayern de Munique é campeão da Champions League pela sexta vez

O Bayern de Munique é campeão da Champions League pela sexta vez

Home > Notícias > Esporte > O Bayern de Munique é campeão da Champions League pela sexta vez

Pela primeira vez na história, um time conquistou a Champions League com 100% de aproveitamento, 11 vitórias em 11 jogos, com 43 gols marcados e apenas 8 gols sofridos. Vamos relembrar um pouco dessa campanha histórica do time alemão Bayern de Munique, desde a fase de grupos até a grande final contra o Paris Saint-Germain.

Bayern de Munique
Neuer erguendo a “Orelhuda”. | Foto: Matthew Childs/AFP.

Fase de grupos — Grupo B com Tottenham, Olympiacos e Estrela Vermelha

Bayern 3×0 Estrela Vermelha — 18/09/2019

Na sua estreia na Champions League, o Bayern de Munique enfrentou o tradicional time sérvio do Estrela Vermelha, a partida foi realizada na Allianz Arena, em Munique. E ainda com Niko Kovac no comando, venceu a partida de forma tranquila, por 3×0, com gols de Kingsley Coman, Robert Lewandowski e Thomas Muller, mas esse era apenas o começo da sua campanha histórica.

Tottenham 2×7 Bayern — 01/10/2019

Uma das maiores goleadas dessa edição da Champions League aconteceu logo na segunda rodada da fase de grupos, e foi bem em cima do time que era o atual vice-campeão. Uma goleada sem dó nem piedade, mas que começou com o Tottenham na frente com um gol do coreano Heung-Min Son, aos 12 minutos, mas ainda no primeiro tempo, com gols de Kimmich e Lewandowski, o Bayern já virou o jogo.

Aí, no segundo tempo, tudo desandou, antes dos 10 minutos, Gnabry marcou duas vezes, aos 16, Kane diminuiu para 4×2. Mas entre os 37 e os 43 minutos, o time alemão marcou mais 3 vezes, com Lewandowski e Gnabry duas vezes, assim, aplicando uma das maiores goleadas da história da Liga dos Campeões, um sonoro 7×2, mas como todo mundo sabe, ainda tinha muita coisa pela frente.

Olympiacos 2×3 Bayern — 22/10/2019

Talvez jogo mais complicado para o Bayern nessa fase de grupos aconteceu na Grécia, o último dessa Champions League, com Niko Kovac no comando. E mais uma vez, o time alemão saiu atrás, com um gol Youssef El Arabi aos 23 minutos. Mas, logo aos 34, Lewandowski fez o gol de empate para o time bávaro.

No segundo tempo, aos 17 minutos, Lewandowski marcou novamente e colocou o Bayern na frente, fazendo o quinto gol em três jogos. E, aos 30 minutos, Tolisso fez o gol que decretou a vitória do time alemão. O brasileiro Guilherme ainda conseguiu diminuir para o time grego, mas ficou nisso mesmo, 3×2 para o Bayern de Munique.

Bayern 2×0 Olympiacos — 06/11/2019

A estreia do técnico Hans Flick no comando do time alemão foi logo num jogo de Champions League, mais uma vez contra o Olympiacos, agora em Munique. O primeiro tempo não foi tão movimentado e os dois times foram para o vestiário com o zero no placar. Mas, na segunda etapa, com Lewandowski, aos 24, e Perisic, aos 44, o Bayern conseguiu a vitória e já se consolidava como um dos principais favoritos ao título da Champions League.

Hans Flick
Hans Flick, treinador do Bayern desde novembro. | Foto: Reprodução.

Estrela Vermelha 0x6 Bayern — 26/11/2019

Na penúltima partida da fase de grupos, o Bayern reencontrou o Estrela Vermelha, agora jogando na Sérvia, e conseguiu uma vitória tranquila, principalmente na segunda etapa. O volante Goreztka marcou o único gol do primeiro tempo, logo aos 14 minutos de jogo.

Mas, na segunda etapa, um show de Lewandowski, que marcou 4 gols em um espaço de 15 minutos, o primeiro de pênalti, aos 8 minutos, e mais 3 com bola rolando, entre os 15 e 22 minutos, uma verdadeira atuação genial para o melhor centroavante do mundo. E ainda deu tempo de Tolisso fazer o sexto da equipe bávara, aos 44 minutos.

Bayern 3×1 Tottenham — 11/12/2019

E, por fim, na última rodada da fase de grupos, enfrentou novamente o Tottenham, adversário que já tinha goleado e novamente conseguiu uma vitória tranquila, por 3×1, com gols de Coman, Muller e um do brasileiro Philippe Coutinho. Quem marcou o gol do time inglês foi o jovem ala esquerdo Ryan Sessegnon.

Com isso, a classificação final do Grupo B ficou assim:

Champions League
Classificação Grupo B. | Foto: Site Oficial Champions League.

Fase eliminatória

No mata-mata, o time de Munique enfrentou dois times que já haviam sido campeões da Champions (Chelsea e Barcelona) e dois times que tentavam uma conquista inédita (Lyon e PSG). Mas ninguém foi páreo para derrotar o time alemão, que ficou conhecido como “O rolo compressor”, vamos retomar cada jogo:

Bayern 7×1 Chelsea (placar agregado) — Oitavas de final

Bayern
Disputa de bola entre Mount (Chelsea) e Thiago (Bayern). | Foto: Reprodução.

Na partida de ida, realizada em Londres, no dia 25 de fevereiro, o Bayern de Munique já encaminhou muito bem a classificação, uma vitória muito boa por 3×0, com dois gols de Gnabry e mais um gol de Lewandowski, o polonês também deu as duas assistências para ambos os gols do ponta alemão. Aí, veio a pandemia.

No jogo de volta em Munique, quase 6 meses depois, mais uma vitória tranquila do Bayern de Munique em cima do Chelsea e mais um show de Robert Lewandowski. O polonês teve mais uma atuação “masterclass”, com dois gols e duas assistências para os gols de Tolisso e Perisic, o rolo compressor fez mais uma vítima.

Bayern 8×2 Barcelona — Quartas de final

Elenco do Bayern
Elenco do Bayern comemorando um dos 8 gols contra o Barcelona. | Foto: M. Donatto/Getty Images.

Agora, a partida que surpreendeu muita gente, um jogo que mostra muito bem o que foi o Bayern durante essa temporada, um time mortal, um time que não perde chances e que domina seu adversário do começo até o final do jogo. Logo no primeiro tempo, o time alemão já abriu 4×1, com dois gols de Thomas Muller, um de Perisic e um de Gnabry.

Na segunda etapa, mais uma atuação dominante do melhor time do mundo, com uma atuação de gala do brasileiro Philippe Coutinho e também do polivalente Joshua Kimmich. Ao final do jogo, um sonoro 8×2, com um gol do alemão Kimmich, mais um gol de Lewandowski e também dois gols do brasileiro Coutinho, que está voltando para o Barcelona. Essa ficou marcada como uma das goleadas mais marcantes da história da Champions League, se não foi a maior.

Bayern 3×0 Lyon — Semifinal

Lewandowski
Lewandowski, Muller e Gnabry comemorando um dos gols. | Foto: Franck Fife.

Na semifinal, todo mundo esperava um confronto entre Bayern e Manchester City, mas não foi o que aconteceu. O time alemão enfrentou a surpresa Lyon, e também não perdoou, mais uma atuação muito boa e muito dominante do rolo compressor, que fez mais uma vítima. O time alemão venceu a partida por 3×0, com dois gols de Gnabry, que chegou a nove na Champions League.

Quem fez o terceiro gol foi Robert Lewandowski, que deve ser eleito o melhor jogador do mundo na premiação da Fifa. O polonês chegou a 15 gols nesta Champions League, além de 5 assistências, liderando a competição nas duas estatísticas, uma temporada espetacular do melhor centroavante do mundo.

Bayern 1×0 Paris Saint-Germain — Final

Bayern de Munique
Coman, autor do único gol do jogo. | Foto: UCL/Divulgação.

A grande final da Liga dos Campeões aconteceu no domingo, 23 de agosto, e foi disputada entre os dois melhores times da Europa atualmente, Bayern de Munique e PSG, um time liderado por Lewandowski e outro liderado pelo brasileiro Neymar Jr, ambos jogadores eram favoritos para o prêmio The Best da Fifa, que simboliza o melhor jogador da temporada europeia.

O único gol do jogo saiu apenas no segundo tempo, aos 14 minutos, após belo cruzamento de Joshua Kimmich, que achou o francês Coman sozinho no segundo pau, que cabeceou muito bem no canto direito do goleiro Keylor Navas. O time bávaro também contou com uma atuação espetacular de Manuel Neuer, o alemão é considerado um dos maiores goleiros da história do futebol.

Números dos jogadores do Bayern

Robert Lewandowski — 15 gols e 5 assistências; Serge Gnabry — 9 gols e 2 assistências; Thomas Muller — 4 gols e 2 assistências; Philippe Coutinho — 3 gols e 3 assistências; Joshua Kimmich — 2 gols e 4 assistências; Alphonso Davies — 3 assistências.

O Bayern conquistou a Champions League pela sexta vez em sua história (1974, 1975, 1976, 2001, 2013 e 2020) e se igualou ao Liverpool como o terceiro maior campeão da história da competição, ficando atrás apenas de Milan, com 7 títulos, e Real Madrid, com 13 títulos.

Então, parabéns ao Bayern de Munique pelo título merecidíssimo, o melhor futebol da Europa foi recompensado e, após uma temporada fantástica (principalmente após a chegada de Hans Flick), e a tríplice coroa se repetir, o time conquistou a Champions League, a Bundesliga e a DFB Pokal (Copa da Alemanha).

__________________________________
Por Leonardo Pignatari – Fala! PUC

Tags mais acessadas