Michele Morrone fala sobre álbum de '365 Dni': "espontâneo"
Menu & Busca
Michele Morrone fala sobre álbum de ‘365 Dni’: “espontâneo”

Michele Morrone fala sobre álbum de ‘365 Dni’: “espontâneo”

Home > Entretenimento > Famosos e TV > Michele Morrone fala sobre álbum de ‘365 Dni’: “espontâneo”

Michele Morrone é um ator italiano que vem sendo alvo de destaque na mídia internacional. Além de atuar no filme polêmico 365 Dni, Michele mostra que seu talento não tem limites. Assim, também canta e trabalha como modelo.

Na trama do erótico polonês, Michele dá vida a Massimo Torricelli – um mafioso muito poderoso da Sicília. No entanto, quando seu pai falece em decorrência de uma emboscada inimiga, o gângster se vê sem perspectivas sobre o futuro.

Por outro lado, quando observa Laura Biel (Anna-Maria Sieklucka), percebe nela a chance de mudar seu rumo. Dessa forma, a sequestra para que ela se apaixone por ele em até um ano (365 dias). Mas caso isso não aconteça, ela ficará livre ao final do período.

Por mais que o longa tenha sido foco de polêmicas – a exemplo da romantização do abuso, do sequestro e da Síndrome de Estocolmo -, também ganhou destaque por outro motivo: a trilha sonora. O disco Dark Room foi um grande sucesso e deixou os fãs em choque com o talento de Morrone. Pensando nisso, veja o que o astro revelou sobre ele.

Michele Morrone
Além de ator, Michele Morrone também é cantor. | Foto: Reprodução.

Michele Morrone fala sobre álbum de 365 Dni: “espontâneo”

Michele Morrone não só atuou no filme 365 Dni como também produziu e cantou suas músicas. Sendo assim, em entrevista à Rádio Opole, o artista comentou sobre o período de composição e gravação das canções.

Uma das características de Dark Room, disco do filme, é sua diversidade. Com isso, questionou-se Michele sobre o processo de criação do álbum, se foi espontâneo ou planejado para misturar vários gêneros musicais.

Foi algo realmente espontâneo. Por exemplo, eu não tenho um estilo de música. Não tem um estilo de música que eu prefiro. Geralmente, escuto todo tipo de música.

Avaliou Michele.

Além disso, Morrone fez questão de afirmar que o álbum não levanta uma única “bandeira”. Ou seja, ele não pertence a apenas um estilo musical. Dessa forma, traz dinamicidade e mistura de sons.

Então, basicamente, este álbum não tem um “título”, ele vai para todo lugar. (…) Ele tem rock and roll, jazz, pop. Vamos dizer que tem todo tipo de música dentro dele. Porque a música é como se fosse um arco-íris, e um arco-íris não tem somente uma cor.

Confirmou.

_____________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas