Menu & Busca
Por que sentimos mais fome no inverno? Confira dicas e receitas

Por que sentimos mais fome no inverno? Confira dicas e receitas


Dicas para driblar a fome no inverno sem colocar a saúde em risco

fome no inverno
fome no inverno

Você já reparou que a chegada do inverno é quase sempre acompanhada por um aumento do nosso apetite? É comum sentirmos que a fome aumenta nessa época do ano e diminui no verão. Além disso, com o frio, parece que temos vontade de comer alimentos mais calóricos e gordurosos, não é mesmo? Por que será que sentimos mais fome no inverno?

RECEITAS DE BEBIDAS QUENTES PARA AQUECER O CORPO NESTE INVERNO

Sentimos mais fome no inverno

No inverno, o nosso corpo gasta mais energia para manter a temperatura estável e, para compensar essa perda energética, precisamos consumir mais calorias. Porém, se não tomarmos cuidado, corremos o risco de exagerar e, como consequência, terminar o inverno com alguns quilos extras.

Durante o inverno, o nosso corpo precisa manter-se aquecido para garantir o desempenho das funções básicas. Para manter a temperatura alta, o nosso corpo gasta mais energia.

IDENTIDADE SOLIDÁRIA – CONHEÇA O PROJETO SOCIAL DO “SOPÃO”

Uma explicação para o aumento do nosso apetite é que as reservas de energia do fígado e músculo são esgotadas mais rapidamente para produção de calor, por isso nosso apetite aumenta”

esclarece a gerente de Nutrição Assistencial do HCor, Rosana Perim.

Nesta época do ano ocorre, também, uma diminuição na produção de serotonina, um neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar. E, para suprir esta sensação de tristeza e desânimo, as pessoas compensam com os alimentos.

Com esse aumento da fome ficamos mais propensos a ingerir alimentos ricos em gorduras e açúcares, o que pode acarretar no aumento do peso, glicemia, colesterol e triglicérides”

explica Rosana Perim.

Cuidado com os alimentos calóricos:

Chocolate quente, queijos derretidos, sopas cremosas, tudo isso parece chamar ainda mais a atenção quando a temperatura despenca.

Ótima opção para esquentar nos dias de muito frio, as sopas conquistaram o paladar dos brasileiros. Leves, nutritivas, saborosas e econômicas, são excelente pedida na hora das refeições. Porém precisamos tomar cuidado com as sopas mais calóricas dependendo dos ingredientes.

GRUPO DA SOPA ESPALHA AMOR POR SÃO PAULO
PROJETO ‘’SOPÃO’’ BENEFICIA MAIS DE 300 MORADORES DE RUA

“As sopas preparadas com cereais integrais, legumes, arroz, macarrão ou batata, carnes magras ou aves sem pele e grãos como: feijão, ervilha, lentilha, grão de bico são de fácil digestão e boas fontes de vitaminas, minerais e fibras. No entanto, as sopas cremosas com queijos, creme de leite, manteiga, bacon e linguiças, devem ser evitadas, pois além de muito calóricas são de difícil digestão e ricas em gorduras saturadas e colesterol”

pondera Perim

Alternativas saudáveis para cessar a fome no inverno

no caso de não resistir ao fondue de queijo, prefira os queijos mais magros e opte pelos pães integrais ou multigrãos para acompanhar. O fondue de carne é uma boa opção, mas atenção ao molhos para acompanhar. Prefira os molhos de mostarda, chimichurri, madeira, pesto, chutney manga.

Quando for impossível resistir a uma feijoada, não se esqueça da combinação arroz + feijão preto, couve sem bacon e prefira as carnes menos gordurosas. Frutas assadas, no forno ou, simplesmente, aquecidas no micro-ondas, no lugar dos doces industrializados ficam deliciosas. Opte por maçã, banana, pêssego ou abacaxi, com uma pitada de canela por cima” sugere

sugere ele

Já o chocolate quente pode ser preparado com leite desnatado e achocolatado com mais cacau e alternado com chá de ervas, frutas, gengibre, canela e chá-verde, que são termogênicos, elevam a temperatura corporal e promovem um maior gasto energético.

CRÔNICA: COMIDA DE BOLSA
AGROTÓXICOS E COMIDA ORGÂNICA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Não abuse! Cuidado com a fome no inverno

O clima frio é mais favorável ao consumo de vinho. Rico em polifenóis, componentes presentes na casca da uva, eles possuem ação antioxidante e ajudam a reduzir o colesterol ruim (LDL). Em excesso podem aumentar a pressão arterial, glicemia e triglicérides.

A recomendação diária de consumo é até duas taças para homens e até uma taça para mulheres, segundo os consensos da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

É preciso vencer a preguiça e manter a rotina de exercícios com atividades que ajudam a relaxar. No final do inverno, você se sentirá feliz por ter cuidado do corpo e da saúde, e os resultados vão aparecer na balança.

Para se aquecer neste inverno, a equipe de Gastronomia do HCor elaborou uma sopa de legumes ao pesto de ervas. Confira abaixo a receita:

Sopa de legumes ao pesto de ervas:

Tempo: 40 minutos

Grau de dificuldade: Fácil

Porção: 1 prato fundo ou 250ml

Rendimento: oito porções

Ingredientes:

3 colheres de sopa de azeite

1 cebola média cortada em cubos pequenos

1 dente de alho grande picado

1 cenoura grande cortada em rodelas finas

4 xícaras de chá de água

1 colher de chá rasa de sal

150 gramas de vagem palito

1 abobrinha (tipo italiana) com casca cortada em rodelas finas

Pesto de ervas:

1 colher de sobremesa de azeite

1 colher de sobremesa de tomilho picado

1 colher de sobremesa de manjericão

1 colher de sobremesa de sálvia

Modo de preparo: em uma panela aqueça o azeite, refogue a cebola e em seguida acrescente o alho. Assim que estiver dourado acrescente as rodelas de cenoura, refogue nos temperos e adicione a água e o sal. Deixe ferver. Acrescente a vagem e por último as rodelas de abobrinha.

Deixe cozinhar até que os legumes estejam macios, mas sem desmanchar. No liquidificador bata a metade da quantidade de legumes cozidos com a água do cozimento. Volte para panela e deixe ferver. Para o pesto de ervas misture o azeite e as ervas e adicione à sopa antes de servir.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas