Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Hoot: a moda das cuecas com estampas criativas

Hoot: a moda das cuecas com estampas criativas

Com uma venda média de 400 unidades por mês, a Hoot Cuequeria, grife carioca fundada pelo advogado Raphael Bravo, tem como propósito mudar o perfil de consumo de underwear no Brasil

Aos 28 anos, com cinco mil reais de investimento inicial e muita coragem para mudar de carreira e iniciar um negócio em pleno calor da crise econômica no Brasil, o advogado carioca Raphael Bravo, hoje com 29, vislumbra um mar de possibilidades para a sua empresa, a Hoot Cuequeria, que se tornou queridinha entre famosos e influenciadores como Hugo Gloss e os atores Wagner Santiago e Ágatha Moreira.

“Quando me formei em direito, sempre achei que estava certo da minha escolha profissional, assim como qualquer um. Me tornei advogado, e, à medida em que fui conhecendo a carreira que escolhi, vi que aquilo não me pertencia, eu não me identificava com a profissão”, relembra o empresário.

Na época, alguns testes vocacionais o ajudaram a enxergar novas oportunidades. Todos o direcionavam ao empreendedorismo. Inquieto e com sede de entender o que estava por vir, o advogado passou a ler livros, ouvir histórias e conversar com todos que ousaram empreender, do camelô de rua ao dono de loja. Mas foi do bate-papo com amigos que ele teve o insight de explorar o universo das cuecas. “Vamos vender cuecas”, dizia Bravo.

Muitas pesquisas e conversas foram realizadas até chegar à concepção do negócio e ao produto final. “Nossa ideia era reforçada quando meus amigos me diziam que tinham que comprar cuecas legais fora do país, ou que eram muito “over” as que existiam aqui no Brasil”, revela Raphael. Foi a motivação que faltava para materializar a ideia e fundar a Hoot Cuequeria que fecha o primeiro ano com faturamento em torno de R$ 200 mil, o equivalente a três mil itens vendidos.

Ao todo, foram seis meses de pesquisa de mercado e estruturação da empresa para startar o negócio. Fizemos muitos estudos de matéria-prima até o produto acabado de concorrentes e também de outros países, processos de desenvolvimento das embalagens e a produção do estoque inicial. Isso porque toda a parte de confecção das peças é feita internamente, e não terceirizada. O negócio conta hoje com quatro funcionários diretos, sendo duas costureiras, uma pessoa na equipe comercial da loja física e outra na web, além dos colaboradores indiretos como a contabilidade, suporte técnico do site, relações públicas e assessoria de imprensa. Tudo sob a batuta e o olhar atento do fundador da Hoot, que além da parte administrativa é o responsável pela direção criativa.

O resultado, são cuecas samba canção modelo flex, que podem ser usadas também como short, com estampas divertidas e nada óbvias. “No primeiro ano de negócio chegamos a vender 400 unidades de Hoot em um mês, entre site, eventos e uma charmosa loja física, localizada no centro do Rio de Janeiro”, conta Bravo. A marca oferece além das cuecas para adultos que vai do PP ao XGG, a linha infantil que atende crianças de 1 a 12 anos. O preço é fixo R$ 89 os modelos da linha adulto e R$ 59 a infantil. As edições de estampas se renovam conforme a saída de cada uma. As que mais saem vão permanecendo. “A nossa ideia é sempre inovar, por isso buscamos lançar pelo menos quatro estampas novas todo mês”, completa.

Além das inovações, a marca investe na qualidade de seus produtos de forma sustentável buscando minimizar ao máximo o impacto ambiental com o uso de vidro nas embalagens, por exemplo. Através do nosso produto, tentamos poluir o menos possível, para poder contribuir com o meio ambiente e assim surgiu a ideia da nossa embalagem “eco friendly”. “Além de ser reutilizada, ela também é feita com material 100% reciclável”, fala Bravo. E sobre o futuro da Hoot, Raphael não poupa uma bela avaliação e projeção. “Tudo tem sido muito novo, o tempo todo, e bem desafiador”. Apesar de tudo, ele se considera satisfeito com o projeto e disposto a evoluir, ampliando parcerias e conquistando novos mercados. “A nossa meta é dobrar o faturamento para o próximo ano”, finaliza. 

1 Comentário

  1. Anidia
    8 meses ago

    Parabéns pela qualidade e atendimento, são produtos maravilhosos !!!! A embalagens feita no pote de vidro c a rolha de cortiça ficou fantástico!!!!!!

Tags mais acessadas