sábado, 13 julho, 24
HomeEsporteGuanyu Zhou: O primeiro chinês na história da Fórmula 1

Guanyu Zhou: O primeiro chinês na história da Fórmula 1

Novo piloto da Alfa Romeo, Zhou será companheiro de Bottas na equipe suíça

Guanyu Zhou será o primeiro chinês na história da F1.
Guanyu Zhou será o primeiro chinês na história da Fórmula 1. | Foto: Joe Portlock.

Com todas as equipes anunciando seus dois pilotos para a próxima temporada da Fórmula 1, restava apenas uma vaga na Alfa Romeo para ser companheiro de Valtteri Bottas. Há cerca de duas semanas, essa posição foi preenchida por Guanyu Zhou, o primeiro piloto chinês da história da competição, que vem para substituir Antonio Giovinazzi na equipe suíça.

Conheça Guanyu Zhou, novo piloto da Alfa Romeo para a Fórmula 1 2022

Com 22 anos de idade, o chinês fez parte da Ferrari Driver Academy entre 2014 e 2019, quando mudou para a Renault Sport Academy, atual Alpine Academy. Durante essa última temporada, ele atuou como piloto de testes da equipe francesa, que tem Fernando Alonso e Esteban Ocon como seus corredores na pista.

Provavelmente, Guanyu Zhou fará sua estreia no Bahrein, corrida que abre o calendário da Fórmula 1 em 2022. Segundo o diário Blick, da Suíça, o chinês trará patrocínios que acumularão cerca de 25 milhões de dólares, e nitidamente, isso pesou na decisão da Alfa Romeo, que estava entre ele e Oscar Piastri, que também se destaca na Fórmula 2.

O jovem correu pela Uni-Virtuosi na Fórmula 2.
O jovem correu pela Uni-Virtuosi na Fórmula 2. | Foto: STR.

Mais um fator que pesou na decisão da equipe italiana, foi a FIA ter estendido o contrato com o Grande Prêmio da China, que ocorre em Shanghai, local de nascimento de Zhou, até 2025. Isso certamente irá contribuir com a visibilidade do automobilismo no país mais populoso do mundo.

Na atual temporada da Fórmula 2, Guanyu Zhou está na segunda posição no campeonato de pilotos, com 142 pontos, atrás apenas de Oscar Piastri, da Prema Racing, que tem 178 pontos. O piloto chinês conseguiu vencer duas vezes a corrida principal do fim de semana, em Sakhir e em Silverstone, além de também vencer a Corrida Sprint 1, em Mônaco.

Com a mudança de regulamento para a próxima temporada da F1, colocando uma limitação de gastos de até 145 milhões de dólares, esse dinheiro de patrocínio que chegará com Guanyu Zhou pode ser importante demais para a Alfa Romeo, que pretende se sair melhor que atual temporada, onde somou apenas 11 pontos, sendo 10 deles com Kimi Raikkonen, campeão da F1 em 2007.

__________________________________________________

Por Leonardo Pignatari – Fala! PUC-SP

ARTIGOS RECOMENDADOS