Fórmula 1: o início da temporada neste fim de semana
Menu & Busca
Fórmula 1: o início da temporada neste fim de semana

Fórmula 1: o início da temporada neste fim de semana

Home > Notícias > Esporte > Fórmula 1: o início da temporada neste fim de semana

Após meses de espera, a Fórmula 1 está de volta; a primeira etapa será no Bahrein 

fórmula 1
O GP do Bahrein em 2020. | Foto: Motorsport Images.

Desde que Max Verstappen cruzou a linha de chegada para vencer o Grande Prêmio de Abu Dhabi em dezembro de 2020, a principal categoria do automobilismo não se encontrava com as pistas e os fãs. Porém, após tanta espera, a Fórmula 1 está finalmente de volta, tendo o GP do Bahrein como a corrida de abertura dessa temporada que promete muita emoção do começo ao fim.

Volta da Fórmula 1

No ano passado, a Mercedes e Lewis Hamilton reinaram novamente, sem sequer serem ameaçados pela sua principal adversária, a Red Bull. A RBR sofreu com um carro instável e complicado de controlar e não contou com a ajuda de seu segundo piloto, Alex Albon, que não foi capaz de andar nem próximo à Max Verstappen, e a equipe por mais que tenha conquistado o segundo lugar com uma certa folga, não conseguiu disputar o Campeonato de Construtores com a Mercedes.

Considerada a “Melhor equipe do resto”, em 2019, após conquistar um 4º lugar, a McLaren evoluiu ainda mais, e demonstrou na pista que o projeto de reconstrução da equipe inglesa, comandada por Zak Brown e Andreas Seidl, está dando certo. Com a Ferrari fora da disputa, a briga pelo terceiro lugar ficou entre os carros ‘papaia’, a Racing Point e a Renault. Decidido apenas na última corrida, o P3 ficou com a McLaren.

Com um carro melhor do que a sua rival alaranjada, a Racing Point tinha tudo para conquistar o terceiro lugar, mas uma punição de 15 pontos por conta de uma irregularidade nos dutos de freio, e uma irregularidade de Lance Stroll no final da temporada, acabaram atrapalhando os planos da equipe rosa, que ficou com um bom quarto lugar.

A Renault construiu um bom carro para a temporada passada, conquistando três pódios (dois de Daniel Ricciardo e um de Esteban Ocon), mas não teve a mesma consistência que suas principais rivais e acabou ficando com o 5º lugar. Já a Ferrari…

Scuderia teve o pior ano de sua história em seus 70 anos na Fórmula 1. Um carro instável e lento, uma equipe com um ambiente tóxico e com Sebastian Vettel extremamente desmotivado, após saber que seria trocado ao final da temporada, antes mesmo do ano começar. Esses são alguns dos motivos que explicam o ano desastroso da Ferrari em 2020, que terminou apenas na sexta posição no Campeonato de Construtores.

Fórmula 1 corridas
Leclerc e sua Ferrari em 2020. | Foto: Autoracing.

A AlphaTauri foi provavelmente a equipe que esteve no maior ‘limbo’ no ano passado, pois não tinha tanta força para disputar no meio do pelotão e, ao mesmo tempo, tinha um carro melhor do que as equipes do fundo do Grid. Porém, o time italiano venceu uma etapa em 2020, com uma corrida memorável e emocionante de Pierre Gasly em Monza.

No fundo do Grid, Alfa Romeo (8º), Haas (9º) e Williams (10°) fecharam a classificação dos Construtores na temporada passada. Destaque para a equipe inglesa, que foi vendida no meio da temporada e acabou o ano sem conquistar um ponto sequer.

Que comece 2021!

Por mais que os carros para este ano sejam praticamente os mesmos, vide que a grande mudança de regulamento foi adiada para o ano que vem, houve mudanças de nomes e identidades visuais nas equipes, e um mercado de pilotos muito agitado. A Racing Point agora é Aston Martin e a Renault, é Alpine. As duas equipes apresentaram dois dos carros mais bonitos para a temporada que está por vir.

Apenas Mercedes, Williams e e Alfa Romeo mantiveram as mesmas duplas de pilotos que correram no ano passado. A Red Bull agora conta com Verstappen e Perez; a McLaren com Norris e Ricciardo; a Aston Martin com Stroll e Vettel; a Alpine com Ocon e Alonso, que está de volta à Fórmula 1; a Ferrari com Leclerc e Sainz; a AlphaTauri com Gasly e Yuki Tsunoda; e a Haas com Mick Schumacher (filho de Michael Schumacher) e Nikita Mazepin.

Após os Testes de Pré-temporada realizados há duas semanas as equipes puderam tirar a poeira, apesar de terem enfrentado uma tempestade de areia durante os treinos. Brincadeiras à parte, qualquer afirmação feita após os testes, é muita precipitação, porém existem alguns pontos que podem, sim, ser levados em consideração. Um deles é o fato de que a Red Bull parece ter o melhor carro, pelo menos para este início de temporada.

Demonstrou ter o equilíbrio que faltou na temporada passada, e o motor Honda parece ter dado um grande salto. Já a Mercedes, sofreu nos três dias de testes, e tanto Hamilton quanto Bottas demonstraram ter muita dificuldade para controlar o W12. McLaren e AlphaTauri foram duas equipes que tiveram um bom fim de semana, e devem vir fortes para este começo de ano na Fórmula 1.

automobilismo
Mercedes durante os Testes de pré-temporada da Fórmula 1. | Foto: F1Mania.

Para os brasileiros, esta temporada chega com uma grande novidade para as transmissões. Os direitos passaram da Globo para a Band, e a emissora promete uma cobertura completa de todas as sessões do ano, com pré e pós-corrida, transmissão de pódio e uma grande equipe, formada com nomes como Sérgio Mauricio, Reginaldo Leme, Felipe Giaffone, Mariana Becker e outros grandes personagens das transmissões de Fórmula 1 no Brasil. E não se restringirá apenas à F1, pois a Band Sports também transmitirá todas as classificações e corridas da Fórmula 2 e Fórmula 3, que contam com vários brasileiros no Grid.

Por enquanto, são muito mais perguntas do que respostas, as quais devem começar a aparecer nos treinos livres de amanhã no Bahrein, para a primeira corrida, de um total de 23, da temporada de 2021 da Fórmula 1. Porém, o que realmente importa é que a categoria mais aclamada do mundo finalmente está de volta, para um ano repleto de novidades, e claro, muita velocidade.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

_________________________________
Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas