Inscreva-se agora e fique por dentro das novidades!
Quero me inscrever!
Menu & Busca
Feminismo em pauta e no corpo

Feminismo em pauta e no corpo

Todo mundo tem uma feminista no facebook. Para a sorte dos meus amigos virtuais, eu sou uma delas. Foi por meio dessa rede social que conheci o Projeto Nós, Madalenas, no qual mulheres escolhem uma palavra que represente o feminismo para elas, e aceitam escrevê-lo no corpo para serem fotografadas.

Mandei uma mensagem para a Maria Ribeiro, criadora e fotógrafa dos projetos, e ela me colocou no grupo em que combina os ensaios com as interessadas. Marquei uma data e fui, cara e coragem, porque não fazia ideia de em que lugar escrever a palavra que escolhi, ou se exibiria alguma parte do corpo. Eu não acredito nesse tabu de que mulher que faz fotos sensuais ou exibe alguma parte do corpo é vulgar. O corpo é meu e eu mostro o que quiser para quem desejar. Apesar disso, eu sempre tive receio em exibir meu corpo por opressões vividas ao longo da vida, frutos do machismo social nosso de cada dia. Então só cheguei lá aberta a tudo o que a Maria poderia me dizer, e foi incrível. Era um estúdio legal com energias positivas. A Maria sempre muito atenciosa e fazendo de tudo para que eu me sentisse bem. E foi assim que eu, tímida com o meu corpo, tirei uma foto em que mostro minhas pernas e minhas celulites – o que não me incomoda nem um pouco. Mais do que isso, mostro poesia, minha e da Maria, e exibo muito mais: valorização.

Eu poderia contar para vocês sobre o projeto por diversas óticas: em entrevista (o que ainda pretendo), só com as fotos, mas eu quis dizer como foi importante para mim, não só porque eu me reconheci em poesia, foto e palavra, mas porque isso me fez perceber, no momento do ensaio, que eu não preciso mais lembrar do que já ouvi sobre a figura da mulher, e o que eu preciso agora é empoderar outras mulheres para que elas saibam lidar com todas as opressões que elas passam diariamente. Empoderar a menina que é enrolada por um cara que não a valoriza, a mulher que apanha do marido, a que sofre abuso sexual pelo parceiro, a que sofre assédio ou agressão no trabalho, em casa, na rua. Uma pelas outras. Valorizar todas elas.

A Maria Ribeiro vai lançar um livro com cem imagens de mulheres maravilhosas que participaram do projeto. Quer colaborar? Vem de crowdfunding (financiamento coletivo). A colaboração é a partir de $15 e doando acima de alguns valores você ganha brindes incríveis – inclusive o próprio livro.

Veja agora algumas fotos do projeto. Caso você queira participar, mande uma mensagem na página oficial.

17082_434854886689619_8186621905120728450_n 21257_431212507053857_6116827566899345770_n

10356146_414810592027382_5477626185330155157_n 10986681_427922014049573_6382076956201877710_n

10998822_426226124219162_4446705838198888219_n  11053923_442547245920383_5600342235337669689_n

11149582_453544118154029_3956133988475381333_n  11218709_450088611832913_1564700884155631342_n

11223958_444923432349431_1319153632383504289_n 11066819_436022766572831_8448757958746194094_n

11011195_415655271942914_9004609316425991445_n 11061186_421719881336453_3998458642766990893_n

11258482_444482255726882_3111451703743727484_n 11188213_442599929248448_223443860130089785_n

 

Página oficial do projeto – clique AQUI

Crowdfunding – clique AQUI

 

 

Por: Izabela Souza – Fala!M.A.C.K

0 Comentários