Empreendedorismo e próprio negócio
Menu & Busca
Empreendedorismo e próprio negócio

Empreendedorismo e próprio negócio

Home > Notícias > Mercado > Empreendedorismo e próprio negócio

Confira dicas de como abrir seu próprio negócio e como foi a experiência da cabelereira Meire Senatore

Com a pandemia, muitas pessoas, principalmente do setor de serviços, tiveram que se adaptar à nova realidade. Segundo a Global Entrepreneurship Monitor (GEM), empreender e abrir o próprio negócio é o quarto item que os brasileiros mais desejam. 

Alguns profissionais aproveitaram a oportunidade e começaram a empreender em casa. O Fala! Universidades conversou com a cabeleireira Meire Senatore, de 53 anos, que montou seu salão em seu apartamento, na Zona Leste de São Paulo. Além disso, vamos dar algumas dicas para você que está pensando em abrir seu próprio negócio. 

negócio
Empreendedorismo e próprio negócio. | Foto: VOII / Maíra Bandelli.

Empreendedorismo na pandemia

Como surgiu a ideia de montar o seu próprio salão em casa? Você acredita que a pandemia contribuiu para isso?

“Depois de um tempo em isolamento social, notei que algumas clientes estavam precisando do meu trabalho. No início, atendia algumas na lavanderia do apartamento, pois era o lugar com melhor iluminação, mas nada confortável. Então, para melhorar o atendimento, resolvi montar um estúdio em casa, onde tivesse tudo que um salão oferece’’.

Qual é a maior diferença que você notou trabalhando em seu domicílio do que em um salão de beleza? 

“A maior diferença que notei é que, agora, consigo ter um atendimento mais personalizado. Conversamos com calma sobre o que a cliente quer fazer, elas têm mais tempo para explicar e me mostrar como querem seus cabelos. De quebra, tenho a oportunidade de um atendimento VIP, ofereço sempre algo pra ela beliscar, tomar um café tranquilamente e até mesmo uma cerveja! Além da segurança que esse momento pede, só atendo com hora marcada seguindo todos os critérios contra o Covid, sabendo que, no meu espaço, minhas clientes estão seguras”.

Qual é a sua perspectiva para o empreendedorismo pós-pandemia? 

“Acredito que, assim como eu, muitas pessoas se reinventaram e as clientes estão buscando mais segurança, alguns hábitos com certeza vão mudar. Eu gostei tanto que decidi continuar com meu espaço exclusivo até depois da vacina. Meus planos futuros são de compartilhar mais dicas de beleza com as minhas clientes e se aproximar cada vez mais delas!”.

Meire termina a entrevista contando que não é uma tarefa fácil, é necessário muito planejamento e estudo. “Um Fator especial é acreditar no seu potencial!’’. A cabeleireira também é muito ativa nas suas redes sociais, posta várias dicas no seu Instagram (@meire.senatore) e também no seu Tiktok (@meiresenatore). Essas plataformas se tornaram grandes aliados dos pequenos empreendedores!

E você? Está pensando em abrir seu próprio negócio? Separamos três dicas para você dar um up e começar a empreender, assim como a Meire.

empreendedorismo
Meire Senatore montou o próprio negócio na pandemia. | Foto: VOII / Maíra Bandelli.

Dicas para abrir o próprio negócio

1- Qual é o público do seu produto? Ele existe? 

É muito importante entender as necessidades do seu público e como seu produto pode atendê-las. Pesquise bastante e trace um plano para seu negócio. 

2- Investimento e organização 

Saiba o quanto você tem para investir e como você vai utilizar o seu dinheiro. Pense sempre nas prioridades do seu negócio e mantenha uma boa organização.

3- Propaganda

Apesar de ser um pequeno empreendimento, é essencial que as pessoas saibam sobre a sua marca e seu produto. Seja ativo nas redes e, se possível, contrate um profissional social mídia que irá te ajudar no crescimento do seu empreendimento. 

Essas foram algumas dicas, é necessário muito foco e entendimento sobre o que significa empreender! Pesquise também por cursos e palestras gratuitas do Sebrae, isso o ajudará bastante para gerenciar seu ramo de atividade.

_____________________________________
Por Manuela Miranda – Fala! Mack

Tags mais acessadas