Emagrecer: Saiba a diferença entre Dieta e Reeducação Alimentar
Menu & Busca
Emagrecer: Saiba a diferença entre Dieta e Reeducação Alimentar

Emagrecer: Saiba a diferença entre Dieta e Reeducação Alimentar

Home > Lifestyle > Saúde > Emagrecer: Saiba a diferença entre Dieta e Reeducação Alimentar

Apesar dos muitos esforços feitos para emagrecer, muitas pessoas se frustram ao não conseguir atingir os resultados esperados. No entanto, será que você está tomando as medidas certas para perder peso? Saiba como entender a diferença entre dieta e reeducação alimentar pode potencializar o seu emagrecimento.

reeducação alimentar
Qual a diferença entre dieta e reeducação alimentar? | Foto: Reprodução.

Entenda a diferença entre Dieta e Reeducação Alimentar

Apesar de serem diferentes, a dieta e a reeducação alimentar podem ser feitas simultaneamente. Entenda a diferença entre esses dois modelos de cardápio e saiba como consumir sua comida de forma colaborativa com o processo de emagrecimento, acelerando a perda de peso.

O que é uma dieta?

Uma dieta consiste em restringir a cota habitual de alimentos sólidos e líquidos que uma pessoa ingere. Ou seja, em uma dieta você corta certos tipos de alimento, como doces, frituras, carboidratos, entre outros tipos de comida que dificultam o processo de emagrecer.

Diversas pessoas se submetem a dietas rígidas a fim de perder peso mais de pressa. No entanto, cortar alimentos nem sempre pode ser saudável para o corpo. Quando não pensamos na saúde ao cortar certos tipos de alimento, desequilibramos nutrientes presentes no nosso corpo, o que dificulta o emagrecimento saudável.

Uma dieta também é feita apenas por um curto espaço de tempo, a fim de incentivar o corpo a perder peso de forma mais rápida. No entanto, caso você obtenha o resultado na dieta e a abandone, retornar a antigos hábitos pode fazer seu corpo voltar a ganhar peso.

O que é Reeducação Alimentar?

Reeducação alimentar é o ato de modificar hábitos alimentares e comportamentos com relação à alimentação, visando solucionar doenças, emagrecer ou a manutenção da saúde. Na reeducação alimentar, são reduzidas as quantidades de porções de alimento ingeridas, presta-se atenção ao tipo de comida escolhida e modifica-se os hábitos referentes à alimentação.

O cardápio de alguém que procura fazer uma reeducação alimentar não sofre restrições de alimentos específicos (tirando aqueles que fazem muito mal à saúde, como comidas ou doces industrializados), mas sim, diminui porções e varia os tipos de comidas ingeridas de acordo com o que cada pessoa precisa.

Por exemplo, na reeducação alimentar não se corta todo o carboidrato do cardápio, mas sim, o distribui de forma equilibrada, para que a pessoa consuma apenas o suficiente. A mesma coisa serve para outros nutrientes e proteínas.

As porções de comida não são pequenas, e sim, apenas suficiente considerando o peso da pessoa e a quantidade de energia que a mesma gastará no dia. Mantendo uma alimentação saudável e equilibrada, sem alimentos nocivos e em excesso, emagrecer se torna muito rápido e saudável.

Na reeducação alimentar ocorre também a mudança de hábitos. A pessoa tende a entender o motivo pelo qual tal alimento está sendo cortado de seu menu, e não o torna a comer novamente com frequência, mantendo o corpo magro.

Hábitos como comer rápido demais, repetir o prato, comer quando se está nervoso, entre outros também são modificados, pois podem ser a raiz do problema ao tentar emagrecer e não obter resultados. Por fim, a reeducação na forma de se alimentar, além de emagrecer, colabora para uma vida mais saudável.

Tags mais acessadas