Efeitos do clima seco: o surgimento de alergias e como amenizar
Menu & Busca
Efeitos do clima seco: o surgimento de alergias e como amenizar

Efeitos do clima seco: o surgimento de alergias e como amenizar

Home > Lifestyle > Saúde > Efeitos do clima seco: o surgimento de alergias e como amenizar

Medidas cotidianas que podem diminuir os efeitos do clima seco

alergias e clima seco
Recorrência de alergias no clima seco. | Foto: Reprodução.

Estamos quase no fim do inverno, e o nosso corpo já sente os efeitos climáticos característicos dessa época – a baixa umidade do ar que faz o clima ficar seco. A umidade do ar diz respeito à quantidade de água na forma de vapor que existe na atmosfera. Amplamente estudado pelos meteorologistas, esse fenômeno influencia diretamente as mudanças climáticas e o nosso organismo.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nível ideal de umidade relativa do ar circula entre 40 e 70%. Dessa forma, com esse índice baixo, os cuidados devem ser redobrados.

Efeitos do clima seco no sistema respiratório

O sistema respiratório é o mais afetado pelo tempo seco. O problema se agrava em grandes metrópoles, já que a baixa umidade do ar dificulta a dispersão de gases poluentes. Além disso, as células das mucosas e da pele ficam desidratadas. Alguns sintomas comuns nessas condições climáticas são narinas e olhos ressecados e aumento de crises alérgicas.

Todos nós devemos ficar atentos a essas variações. Para isso, algumas medidas simples como manter a hidratação do corpo, umidificar o ambiente, evitar lugares fechados com ar condicionado e aglomerações são necessários à prevenção. Além disso, devemos manter a casa limpa e arejada, para prevenir ácaros e fungos em móveis, tapetes e cortinas. Na hora de dormir, em tempo muito seco, mantenha a umidade e o equilíbrio do ar com o auxílio de umidificadores.

Se você tem doenças respiratórias ou sofre de crises alérgicas, redobre a atenção. A umidade do ar influencia diretamente os asmáticos e os que sofrem de rinite alérgica e sinusite. De maneira geral, a alergia é uma reação do sistema imunológico em relação a certas substâncias do meio ambiente. Em alguns casos, as alergias ocorrem no sistema respiratório, sendo classificadas como alergias respiratórias.

Essas reações são oriundas de substâncias inofensivas para a maioria das pessoas. É comum que a alergia respiratória, por exemplo, provoque uma rinite alérgica ou até mesmo a asma, doenças que representam as alergias respiratórias. Para evitar algumas alergias, a higienização correta de objetos que podem acumular poeira, ácaros, fungos e mofo deve ser um passo primordial para prevenir e manter a saúde de toda a família. 

Como amenizar os efeitos do clima seco

Elimine toda a poeira da sua casa

O principal causador de alergias é o pó. Ele carrega uma série de micro-organismos e outras substâncias que são muito prejudiciais à saúde, como partículas de poluição e ácaros. Dessa forma, é essencial manter a casa sempre limpa e livre dessa poeira, tanto no piso quanto nos móveis e outros objetos.

Ao fazer a limpeza do seu lar no tempo seco, não use vassoura, pois, ao usá-la para limpar o chão, você levanta o pó e deixa todas as partículas nocivas em suspensão no ar, consequentemente, mais próximas às suas vias aéreas. Assim, a alternativa correta de limpeza nesse período é utilizar o pano úmido enrolado em um rodo ou um aspirador de pó.

Escolha o piso certo para sua casa

Talvez você tenha pensado em utilizá-los, mas quem sofre de alergia deve passar longe de tacos de madeira e carpetes. Esses tipos de pisos possuem cavidades, acumulam poeira e umidade e colaboram muito para a proliferação de bactérias, fungos e ácaros. No tempo seco, as coisas ficam ainda piores!

Portanto, aposte em alternativas como pisos laminados ou emborrachados, pois eles são mais fáceis de limpar e também evitam o acúmulo de poeira e micro-organismos nocivos à sua saúde.

Tenha cuidado com seu animal de estimação

Para quem tem animais de estimação, o cuidado deve ser redobrado em períodos de tempo seco. A melhor opção é manter os animais fora de casa, em um quintal, para que a casa fique sempre limpa e livre de pelos. Moradores de apartamento, em que isso não é possível, é fundamental manter a higiene do bichinho em dias. Escove a pelagem do seu animal diariamente e dê banhos frequentes, pois essas também são uma ótima forma de prevenção de alergias.

Cuide da limpeza de travesseiros e colchões

O travesseiro é outro objeto que requer cuidado redobrado em tempos mais secos. Alguns alergistas alertam que, em apenas dois anos de uso, um terço do peso de um travesseiro pode ser formado apenas por ácaros! Então, é bom trocar sempre a cada dois anos! Além disso, não é recomendado lavar travesseiros e colchões, pois durante a secagem eles podem criar um ambiente favorável para a proliferação de organismos. A melhor opção é a lavagem a seco.

Pessoas que já são alérgicas precisam também evitar travesseiros de ervas e plumas, pois eles acumulam mais ácaros e fungos. A alternativa mais indicada são os travesseiros de látex ou espuma e utilizar, no lugar de cobertores, edredons. O uso de capas ou protetores antiácaros também é especialmente bom.

O ponto-chave para se livrar das alergias do tempo seco é a limpeza. Por isso, mantenha sua casa higienizada de maneira correta para preservar a sua saúde e ficar livre das alergias respiratórias.

_________________________
Por Sabrina Ferreira – Fala! Centro Universitário Brasileiro de Pernambuco – Recife

Tags mais acessadas