Ecommerce para iniciantes - Saiba como montar seu ecommerce do zero
Menu & Busca
Saiba como montar seu ecommerce do zero

Saiba como montar seu ecommerce do zero

Home > Notícias > Mercado > Saiba como montar seu ecommerce do zero

Entre as muitas coisas que a tecnologia nos proporcionou, o ecommerce é, com certeza, uma das que mais pode trazer benefícios e lucros para quem se interessa pelo comércio e também aprecia as facilidades do mundo digital. Se você se enquadra nesse perfil e quer inovar no seu negócio, aprenda aqui tudo o que você precisa sobre o ecommerce e marketing digital.

ecommerce
O digital pode mudar sua vida. | Foto: Unsplash.

Entre as tão mencionadas vantagens desse tipo de comércio, uma das principais com certeza é a facilidade de se montar um ecommerce do zero. Bom, se você quer saber como montar um ecommerce, o primeiro passo é ter um bom planejamento financeiro. Mesmo com os múltiplos benefícios desse formato de negócio, como em qualquer outro, não se pode entrar de cabeça sem segurança financeira.

Em um nível prático, a criação de um site é o que se precisa para um pontapé inicial. Qualquer site pode ser usado como base, desde os mais avançados até os mais simples, como o WordPress, desde que não se esqueça de um aspecto fundamental: uma boa organização. Para que os consumidores possam navegar por seu ecommerce da maneira mais eficiente possível, é necessário que seu site seja atraente, funcional e de fácil compreensão, de preferência com os produtos divididos em diferentes categorias e subcategorias para serem encontrados com maior facilidade.

Para isso, também é essencial que se escolha um bom servidor, que proteja seu site de problemas técnicos e suporte grandes quantidades de acessos simultâneos. Um bom atendimento ao cliente também é indispensável para garantir um funcionamento eficiente do seu ecommerce e a melhor satisfação dos compradores.

O que é e para que serve um ecommerce?  

Mas antes de qualquer outra coisa, o que é ecommerce? Um ecommerce, ou comércio eletrônico, é um tipo de loja virtual que realiza todas as operações de maneira digital e por meio de uma plataforma própria. O ecommerce é um tipo de empreendimento que se diferencia dos demais por sua estrutura de funcionamento integralmente digitalizada, desde o processo de venda ao atendimento ao consumidor. Assim, também há espaço para a automação de outros processos, como o marketing, e o controle de estoque e das finanças. Dessa forma, o processo de gestão é facilitado exponencialmente, agilizando todos os processos do comércio.

Criar seu ecommerce
Criar seu ecommerce é mais fácil do que parece. | Foto: Unsplash.

Qual diferença entre ecommerce e loja virtual

Enquanto há muitas semelhanças entre o ecommerce e a loja virtual, é importante delimitar suas diferenças. Enquanto uma loja virtual é uma plataforma digital onde são realizadas as vendas de um comércio, essa é apenas uma pequena parte do que se faz no ecommerce, pelo qual todos os processos são digitalizados. Assim, a loja virtual é apenas uma parte do todo que é o ecommerce.

Qual a diferença entre ecommerce e marketplace 

Entre o ecommerce e o marketplace também existem diferenças marcantes que devem ser especificadas. Enquanto o ecommerce se caracteriza por ser uma plataforma 100% digital que pertence a uma única empresa, o marketplace é uma variação na qual a loja virtual não é própria, mas é usada uma plataforma comum para que várias empresas diferentes ofereçam a venda de seus serviços. 

Ecommerce no Brasil 

No Brasil, o ecommerce é promissor desde seu início, mas hoje em dia seu crescimento traz mais benefícios do que nunca. Enquanto o comércio físico sofreu uma retração significativa nos últimos anos, o digital cresceu muito durante a pandemia da Covid-19, o que fortaleceu o ecommerce e garantiu que ele continuasse sua expansão mesmo após a quarentena obrigatória, já que o hábito das compras on-line já se inseriu na vida dos brasileiros. 

O uso das redes sociais para divulgação também foi essencial para o crescimento desse formato de negócio. O principal exemplo de ecommerce no Brasil é o Mercado Livre, que acumula aproximadamente 30,4 pesquisas por mês. Já pensou se seu ecommerce cresce assim?

mundo
Conecte-se com o mundo inteiro. | Foto: Unsplash.

Quais as vantagens e desvantagens do ecommerce

São muitas as vantagens de criar sua plataforma de ecommerce. Em primeiro lugar, o custo-benefício de se manter no digital é gritante, já que nesse formato não é necessário se preocupar com despesas como o aluguel de uma loja física ou o salário e a comissão de vendedores. Para o consumidor, o ecommerce traz facilidade na comparação de preços e a conveniência de se poder comprar a qualquer hora e com uma facilidade que não se tem em lojas físicas.

No entanto, não se pode ignorar que alguns consumidores ainda se sentem inseguros com o online e privilegiam as compras físicas. A segurança ainda preocupa muitos, assim como o tempo de espera que existe para se ter o produto em mãos.

Quais os tipos de ecommerce  

Existem alguns tipos básicos de ecommerce com os quais é preciso se familiarizar antes de dar início ao seu comércio eletrônico. O ecommerce B2B (business to business), de negócios para negócios, por exemplo, costumam vender maquinários e matérias-primas, e para isso trabalha com variáveis nos preços, condições de pagamento, regras de pedido mínimo e frete. Já no formato B2C (business to client), as empresas vendem diretamente para o consumidor final, o que elimina restrições de pedidos mínimos e tipos de materiais à venda. Também existe o formato C2C, de consumidores para consumidores, como é o exemplo de sites como o Mercado Livre e a OLX.

O ecommerce também se divide entre o comércio de produtos físicos e digitais, o primeiro exigindo serviços de entrega e frete, e o segundo vendendo produtos como e-books, filmes digitais e cursos on-line, por exemplo.

Quando os produtos oferecidos são vendidos em grandes quantidades, falamos em ecommerce atacadista, cuja principal implicação é no transporte dos produtos, e são oferecidas as opções de entrega e de retirada na loja física. O mais comum é o ecommerce varejista, que lida com quantidades menores, e um menor estoque de produtos.

Como criar um ecommerce em 5 passos

Se você busca passos práticos para criar seu ecommerce, aqui está um pequeno guia com os passos essenciais para dar início a essa jornada.

1. Criar um site

Após adquirir um nome de domínio e escolher o melhor servidor, o primeiro passo é criar um site agradável e funcional.

2. Planejar um sistema de cobrança

Que pode ser feito tanto de forma direta, entre o comprador e o site, quanto por uma parte mediadora.

3. Planejar a gestão de estoque e a logística de entrega

Mesmo sem uma loja física, é necessário ter um espaço de estoque condizente com as quantidades vendidas e estabelecer um meio eficiente de entrega, ambos serviços que podem ser terceirizados.

4. Atendimento ao consumidor

É essencial para se ter um feedback do que está ou não funcionando em seu ecommerce.

5. Cobertura de tráfego

Análise das métricas e do desempenho de seu ecommerce para eventuais melhorias.

Enfim, agora que já sabe como montar um ecommerce do zero, está na hora de conhecer mais sobre ecommerce e marketing digital. Para não cometer erros e já começar acertando, continue sempre estudando e coloque as dicas em prática. 

_________________________________
Por Bia Morrone – Fala! Cásper

Tags mais acessadas