Corte de Milão condena Robinho e seu amigo por violência sexual
Menu & Busca
Corte de Milão condena Robinho e seu amigo por violência sexual

Corte de Milão condena Robinho e seu amigo por violência sexual

Home > Notícias > Corte de Milão condena Robinho e seu amigo por violência sexual

Na quinta-feira, dia 10 de dezembro de 2020, o capítulo de Robinho finalmente ganhou um fim. Em 2013, o jogador participou de um crime na Itália, onde assediou sexualmente uma menina junto com seu amigo. A Corte de Milão, em 2020, deu sua palavra final e condenou, após 7 anos, Robinho e seu amigo por estupro. A punição será 9 anos de prisão.

Robinho
Corte de Milão condena jogador por crime sexual. | Foto: Reprodução.

Caso Robinho

Ainda neste ano, o Santos anunciou meses atrás a sua contratação, que passou pelo Brasil inteiro, até mesmo a própria torcida pediu a saída do atacante após ser condenado. Patrocinadores se retiraram do Santos após a contratação e alguns ameaçaram rasgar contratos caso o atacante não saísse do clube, podendo ter uma possível crise financeira do Santos. Depois de semanas, Robinho foi liberado pelo Santos sem estrear, para resolver o caso que estava sendo julgado.

Em redes sociais, Robinho afirmou seu ato sexual e, em sua defesa, apresentou aos juízes de Milão fotos da possível imagem da mulher albanesa se alcoolizando, porém os juízes não aceitaram a defesa. Os advogados de Robinho terão 90 dias para apresentar outra defesa para o jogador, mas as chances dele sair impune da situação é mínima.

No dia seguinte, por meio de mensagens, Robinho sugeriu ao seu amigo para ele voltar ao Brasil, pois, de acordo com jogador, “ele não ficaria em Cana”, já admitindo e aceitando a condenação na Itália. 

______________________________
Por Fernando Sid – Fala! Mack

Tags mais acessadas