Conheça a origem da Semana da Moda de Londres
Menu & Busca
Conheça a origem da Semana da Moda de Londres

Conheça a origem da Semana da Moda de Londres

Home > Lifestyle > Conheça a origem da Semana da Moda de Londres

Todos os anos, renomados estilistas de todo o mundo se reúnem em diversas cidades para mostrar suas obras em grandes eventos: a Semana da Moda, mais popularmente conhecidas como “Fashion Week“, em inglês. São nessas incríveis e concorridas semanas que são apresentadas para o público as tendências para a próxima estação. 

Conhecidas como “Big Four”, as chamadas “Fashion Week” de Nova York, Milão, Paris e Londres são as 4 maiores e mais renomadas do mundo fashion e, aqui, vamos contar toda a origem da Semana da Moda da terra da Rainha, que acontece todos os anos, em fevereiro e setembro: a London Fashion Week (LFW), ou Semana da Moda de Londres! 

Semana da Moda de Londres origem
1987: modelo desfila para John Galliano. | Foto: Reprodução.

Semana da Moda de Londres

Acontecendo na sequência da pioneira New York Fashion Week (NYFW), a Semana da Moda de Londres como conhecemos hoje nasceu em 1984, logo depois da criação, em 1983, do Conselho de Moda Britânico, sendo a mais jovem dentre as “Big Four”, e é conhecida por reunir moda com política, sustentabilidade e outras formas de arte e, principalmente, pelas inovações rebeldes e extraordinárias. 

A primeira Semana da Moda de Londres foi ambientada no estacionamento do Instituto da Comunidade das Nações, em Kensington. O local, pelo resto da década de 1980, receberia designers como Betty Jackson e John Galliano, o responsável pela estreia da supermodelo Kate Moss nas passarelas, com apenas 15 anos, no desfile de 1989. 

Na época, a moda londrina era extremamente influenciada pelos clubes, por movimentos que enfrentavam e contestavam a ordem social e por um design à frente do tempo. Dessa forma, marcas diferenciadas abriram o caminho para mudanças na indústria fashion, apostando em uma maior diversidade das modelos e em peças de formas inovadoras. Muitas dessas mudanças, inclusive, encontram resistência até os dias de hoje. 

Kate Moss
1989: Kate Moss para John Galliano. | Foto: Reprodução.

Depois do sucesso dos anos 80, os anos 90 foram uma década difícil para a London Fashion Week durante e depois da recessão econômica, fazendo com que apenas um pequeno número de designers ocupassem os quartos do grandioso The Ritz Hotel, em 1992. Porém, o ano foi histórico para grandes nomes da moda, que tiveram seus primeiros desfiles realizados, como Alexander McQueen, com 23 anos na época, que, futuramente, seria um dos maiores nomes da moda britânica e mundial, e Stella McCartney, que, no futuro, traria grandes modelos, como Naomi Campbell e Kate Moss para suas apresentações. Campbell, aliás, foi responsável por trazer as atenções de volta a Londres, ao desfilar topless, na LFW de 1993. 

Ainda que Londres tenha perdido alguns de seus talentos para outras capitais da moda, como McQueen indo para Nova York no final dos anos 90, diversos nomes como os de John Rocha e Julien Macdonald deram as caras. 

Com a virada do milênio, a década de 2000 marcou uma fase inovadora, atraente e promissora para os designers, que abusaram de novos conceitos e materiais. A geração emergente de estilistas que trouxeram ideias do neon ao gótico foi, de fato, um refresco para a reputação de Londres como uma das principais capitais da moda. 

Semana da Moda
2000: Coleção Outono-Inverno por Hussein Chalayan. | Imagem: Reprodução.

Para consolidar a reconquista, em 2009, a tradicional grife britânica Burberry foi trazida de volta para casa e a poderosa Anna Wintour, editora chefe da conceituada revista Vogue dos Estados Unidos, voltou a ocupar a primeira fileira do desfile, depois de dois anos ausente no evento.  

Além disso, a tecnologia passou a estar mais presente e ser cada vez mais importante para a LFW, seja por meio dos fotógrafos que, rapidamente, ocuparam seu espaço, ou por meio dos blogueiros e blogueiras que passaram a atender aos desfiles e formar uma parte significativa do público. 

Anna Wintour
Anna Wintour ao lado da Rainha Elizabeth II na primeira fileira do desfile. | Foto: Reprodução.

A Semana de Moda de Londres mudou de local durante toda sua história e, hoje, seguindo a linha das outras capitais da moda, ocorre em diversos lugares: do museu de arte moderna Tate ao Palácio Real da Justiça. 

Ainda que a London Fashion Week seja reconhecida pela rebeldia e inovações, veteranos da moda, como Vivienne Westwood, que estreou no evento nos anos 80, continuam com forte presença e não por isso tornam o evento menos atual: os designs ousados da marca são um dos mais esperados pelo público.  

A Semana da Moda de Londres segue, assim, sendo grandiosa e sempre entregando o melhor da moda, com direito a questões sociais, renovações e novidades de alta qualidade artística.

_____________________________________
Por Estela dos Santos Braga – Fala! Cásper

Tags mais acessadas