​Conheça 5 lugares para se visitar em Mali, na África Ocidental
Menu & Busca
​Conheça 5 lugares para se visitar em Mali, na África Ocidental

​Conheça 5 lugares para se visitar em Mali, na África Ocidental

Home > Lifestyle > Viagens > ​Conheça 5 lugares para se visitar em Mali, na África Ocidental

Mali é o sétimo maior país da África, tem área de 1.240.000 km². É formado por oito regiões, com fronteira ao norte, no deserto do Saara, ao sul está próximo dos rios Níger e Senegal, por isso, é onde se concentra a maioria da população. Sua língua oficial é o francês, devido a colonização. O clima é predominantemente árido ou semiárido, com algumas regiões de clima tropical. Segundo a ONU, o IDH em 2019 era 0,434, considerado baixo, o 184º do mundo. Apesar disso, o país tem vários pontos turísticos e atrativos para turistas, confira, a seguir, 5 deles.

Conheça 5 lugares para visitar em Mali.
Conheça 5 lugares para visitar em Mali. | Foto: Reprodução/Spice up the road.

5 lugares para conhecer em Mali

1. Grande Mesquita de Djenné

A Grande Mesquita de Djenné tem muros espessos, onde são enterrados pedaços de madeira de palma, e três torres de aproximadamente 20 metros de altura.
A Grande Mesquita de Djenné tem muros espessos, onde são enterrados pedaços de madeira de palma, e três torres de aproximadamente 20 metros de altura. | Foto: Reprodução/Guia Mundial de Peregrinação.

​A Mesquita é o maior edifício em adobe (argila misturada à palha, que seca quando exposta ao sol) do mundo. Foi declarada patrimônio mundial pela Unesco e está localizada na cidade de Djenné. A mesquita original foi construída por volta de 1280, por Koy Konboro, o 26º rei de Djenné, no lugar do seu antigo palácio. No final do século XIX, o número de fiéis diminuiu, fazendo com que a construção caísse em desuso, foi reconstruída com o seu aspecto original em 1906. 

2. Museu Nacional de Mali

No ano de 1960, quando Mali conquistou a independência, o museu se tornou "Museu Nacional".
No ano de 1960, quando Mali conquistou a independência, o museu se tornou “Museu Nacional”. | Foto: Reprodução/ Sven Luca World.

O Museu Nacional de Mali é um museu de arqueologia e antropologia, localizado em Bamako, capital do país. Ele apresenta diversos instrumentos musicais étnicos, trajes típicos e objetos de rituais dos diferentes grupos étnicos do país, elementos que contam a pré-história de Mali. O museu foi inaugurado em 14 de Fevereiro de 1953, sob a direção do polaco G. Szumowski esta instituição era o “Museu Sudanês”, parte do Instituto Francês da África Negra. 

3. Parque Nacional do Mali

A construção do parque foi motivada pelo aumento significativo da população do país.
A construção do parque foi motivada pelo aumento significativo da população do país. | Foto: Reprodução/Aga Khan Development Network.

O parque tem uma área de 103 hectares, que está dentro de uma reserva florestal protegida de mais de 2100 hectares. Ele foi projetado para oferecer atividades lúdicas e educativas para o público. O objetivo do projeto é gerar a unificação dos locais do Museu Nacional, do Jardim Botânico e do Zoológico, existentes em um único parque ecológico/cultural, com atrativos naturais e culturais, como ginásio, vias de ciclismo, montanhismo e trilhas, para estímulo da botânica, conhecimento de aves e natureza.

4. Zoológico Nacional

A diversidade de fauna do zoológico é uma de suas principais características.
A diversidade de fauna do zoológico é uma de suas principais características. | Foto: Reprodução.

O Zoo National du Mali está localizado na capital, no topo de uma colina próxima ao Parque Nacional, fora da cidade. Nele é possível ver leões, elefantes, macacos, crocodilos e tartarugas. O zoológico possui uma pequena floresta e um rio artificial para grandes felinos, além de uma variedade de peixes, que ficam em um aquário separado. Alguns pontos têm uma sobretaxa adicional, incluindo a casa dos répteis, aviário e aquário.

5. Monumento da Independência

Monumento da Independência de Mali.
Monumento da Independência de Mali. | Foto: France Inter.

Em 1905, toda a área de Mali estava sob controle da França, fazendo parte do Sudão Francês. No início de 1959, Mali e o Senegal formaram a Federação do Mali, que conquistou a sua independência em 20 de agosto de 1960. A retirada da federação senegalesa permitiu que a ex-república sudanesa formasse a nação independente do Mali em 22 de setembro de 1960. O monumento foi inaugurado em maio de 2008, homenageando o feito e localizado em Bamako.

_________________________________________________________

Por Eduardo Fabrício Ferreira – Fala! ESPM-SP

Tags mais acessadas