Confira cinco castelos para visitar na Europa
Menu & Busca
Confira cinco castelos para visitar na Europa

Confira cinco castelos para visitar na Europa

Home > Lifestyle > Viagens > Confira cinco castelos para visitar na Europa

A Europa é conhecida por suas edificações datadas na Idade Média. Os castelos cercados por muros e torres serviam como proteção ao reino, que era constantemente atacado. Os países que mais têm castelos ainda de pé na Europa são a Alemanha e a Espanha. Só na Alemanha são mais de dez mil castelos registrados e, na Espanha, você pode encontrar mais de dois mil castelos ainda hoje. Muitos desses castelos recebem visitações, veja quais são os mais incríveis para visitar na Europa.

castelos
Edimburgo é um dos castelos mais famosos do continente. | Foto: Reprodução.

Castelos para conhecer na Europa

Neuschwanstein – Alemanha

O Neuschwanstein foi construído em 1869 e localiza-se ao sul da Alemanha, em um vilarejo chamado Füssen. Você pode chegar até o vilarejo de carro ou trem. Há trens que saem de Munique e vão até a estação de Füssen a cada hora. O castelo fica no topo de uma montanha. A entrada para visitação custa 13 euros.

O castelo é um dos que recebem mais visitações por ano na Alemanha, com uma média de 1,5 milhões de visitas. Um dos motivos para tantos visitantes é que o Neuschwanstein inspirou o castelo da Bela Adormecida, que está localizado na Disneylândia da Califórnia.

Castelo de Edimburgo – Escócia

O castelo foi construído em um antigo vulcão em uma rocha no centro de Edimburgo e é o mais visitado da Escócia. Dentro dele é possível ver joias da Coroa Escocesa, uma capela chamada Santa Margarida, os aposentos reais e até prisões que foram construídas no castelo.

Atualmente, o castelo é administrado pelo governo Escocês, que conserva o local e abre para as visitações. O bilhete para visita custa, aproximadamente, 20 euros para adultos.

Castelo de Bran – Romênia

Já pensou conhecer o castelo que foi a inspiração para o cenário que Bram Stoker escreveu em seu romance intitulado de Drácula? O castelo abre para as visitações às 10 da manhã e há uma masmorra onde, supostamente, o conde Drácula real ficou preso por 10 dias, mas esta parte não faz parte da visitação.

No castelo há moveis e roupas que rememoram a época medieval. Os corredores do castelo são diminutos e os cômodos bem menos gloriosos do que se supõem para um castelo de um vampiro. A entrada custa 40 Ron (o dinheiro em vigência na Romênia), que equivale a, aproximadamente, 10 dólares.

O castelo também conta com um jardim e um pequeno museu. Há um ator fantasiado de Drácula para entreter e tirar fotos com os visitantes. É possível chegar à pequena cidade de cinco mil habitantes em que o castelo está localizado por meio de trem, carro ou ônibus. A viagem de trem dura três horas e meia.

Castelo de Coca – Espanha

Em estilo gótico, o castelo foi construído no século XV e concluído em 1493, sendo considerado um patrimônio histórico da Espanha desde 1926. Hoje, o governo espanhol administra-o. O castelo recebe o nome de Coca porque fica localizado no município de Coca, na província de Segóvia, que faz parte da Espanha.

Todo feito de tijolos bem resistentes, o castelo impressiona pois difere dos outros castelos localizados no país. O Castelo de Coca é um dos poucos castelos que não foi construído em uma colina. Assim, para a visitação, conta com uma capela e uma torre de 25 metros, em que era utilizada para a defesa. Esta torre já foi realmente utilizada pois o castelo foi atacado em 1521, durante uma revolta e os tijolos permanecem em bom estado de conservação.

Para visitá-lo o ingresso custa aproximadamente 3 euros. Para chegar até o município de Coca, você pode ir de carro ou de ônibus.

Castelo de Praga – República Checa (um dos maiores castelos)

É muito fácil localizar este castelo que fica na área central de Praga, a capital da República Checa. Os inícios da construção do castelo datam de 880, mas foi em 1135 que o castelo começou a ter a forma da arquitetura romântica que tem hoje, com torres e muralhas que protegiam suas igrejas e partes internas.

Ele é considerado o maior castelo do mundo pelo livro dos recordes, devido à sua dimensão de 72,5 mil m². O castelo tem vários pontos abertos à visitação. Em decorrência das várias construções, o visitante pode ter a impressão de que está visitando três castelos diferentes. Você pode chegar até o castelo de bonde e a entrada custa 250 czk (a moeda utilizada na República Checa), que equivale a dez euros.

______________________________
Por Jessica Grossi – Fala! UEPG

Tags mais acessadas